Moradores de Brasilândia, em São Paulo, criam alternativa para Uber

Serviço da Uber fica indisponível em regiões periféricas. Foto: reprodução.

Serviço de transporte é chamado de Ubra e foi adotado após aplicativo ser vetado no bairro

JESSICA MARQUES

Os moradores de Brasilândia, um distrito periférico da Zona Norte de São Paulo, criaram uma alternativa para o Uber. O transporte por aplicativo foi vetado no bairro, por ser considerado um local “perigoso”.

Na região, quem tenta solicitar um veículo pelo aplicativo recebe a seguinte mensagem no celular: “Infelizmente, a Uber não está disponível na sua área no momento”. Isso ocorre em regiões em que há problemas de segurança pública, segundo a empresa.

Portanto, os moradores criaram a Ubra (União da Brasilândia). O serviço de transporte foi criado por Ademar da Silva, que já trabalhou com outros sistemas de compartilhamento de carros.

Atualmente, uma pequena frota de carros divididos entre amigos e familiares fazem aproximadamente 5 mil viagens por mês.

Para solicitar o serviço, basta enviar uma mensagem via WhatsApp, fazer uma chamada telefônica ou utilizar um aplicativo no smartphone, que também opera com outros sistemas de compartilhamento de veículos.

A intenção de Ademar da Silva, segundo reportagem publicada pelo G1, é expandir o serviço para outras regiões periféricas da capital paulista, mesmo sendo uma alternativa informal de transporte.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

1 Trackback / Pingback

  1. Moradores de Brasilândia, em São Paulo, criam alternativa para Uber  – Brasdangola Blogue

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: