Empresas de ônibus de Ribeirão Preto estimam perda de R$ 140 milhões e pedem reajuste da tarifa

Último reajuste da tarifa de ônibus em Ribeirão Preto foi suspenso pela Justiça. Foto: Divulgação.

Consórcio PróUrbano defende preço da passagem a R$ 4,71

JESSICA MARQUES

O Consórcio PróUrbano , que reúne as empresas de ônibus de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, estimam uma perda de R$ 140 milhões até 2033 e utilizam o número como justificativa para solicitar um aumento na tarifa.

As empresas defendem o preço da passagem a R$ 4,71. Para fundamentar a necessidade do reajuste, o consórcio contratou um estudo da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).

O estudo tem o objetivo de mostrar que, se até 2033 continuar com a tarifa vigente, haverá uma perda de R$ 140 milhões, aproximadamente, com relação ao valor previsto no contrato de concessão, que foi assinado em 2012.

O instituto de pesquisas analisou as condições do sistema e concluiu que o número de passageiros é menor do que o previsto no contrato, além de mostrar que houve uma redução de quilometragem percorrida. O fim dos cobradores também contribuiu para a situação financeira da empresa.

Ainda assim, o fluxo de caixa livre teria perda de R$ 140 milhões, de acordo com o estudo.

Sobre o assunto, a Prefeitura informou, em nota, que “o reajuste tarifário utilizado pela Transerp foi embasado pela fórmula paramétrica indicado no contrato de concessão, não levando em consideração o estudo apresentado pelo consórcio PróUrbano”, portanto, fica “impossibilitada de emitir parecer sobre os índices e apontamentos indicados”.

O consórcio apresentou o estudo da Fipe para a Prefeitura em julho deste ano, solicitando aumento da tarifa de R$ 3,95 para R$ 4,71. As empresas também sugeriram redução de impostos e redução da integração aplicada, para não pesar no bolso da população.

Entretanto, o município definiu a tarifa para R$ 4,20, considerando outros fatores, como aumento no preço dos combustíveis, salário dos motoristas e manutenção dos veículos.

Em 27 de julho, o reajuste da tarifa de ônibus em Ribeirão Preto, anunciado no mesmo dia, foi suspenso por uma liminar da justiça.

Relembre: Liminar suspende aumento da tarifa de ônibus em Ribeirão Preto

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: