Marcopolo apresenta modelos de alto padrão em evento sobre fretamento em Santa Catarina

Ônibus de dois andares conquistam mercados cada vez maiores.

Marca quer manter a liderança no segmento, que tende a ficar cada vez mais competitivo e que necessita desde os modelos mais simples até os mais sofisticados

ADAMO BAZANI

O setor de fretamento se recupera dos efeitos da crise econômica, mais forte no Brasil entre os anos de 2013 e 2017, e isso faz com que a indústria de ônibus se movimente para reconquistar clientes e fazer novas vendas.

A fabricante de carrocerias Marcopolo é um dos exemplos disso.

A empesa mantém a liderança no segmento de rodoviários, que tende a ficar mais competitivo.

Por isso, toda a oportunidade de estar mais próxima dos empresários vale mais que ouro.

Uma destas oportunidades foi a 8ª edição do Encontro das Empresas de Transporte Turístico de Santa Catarina, promovido entre os dias 22 e 24 de junho, em São José/SC, pela Associação das Empresas de Transportes Turísticos e Fretamento de Santa Catarina – AETTUSC e que se tornou um dos principais eventos do setor no Estado.

Na oportunidade, a Marcopolo exibiu seus modelos rodoviários, com destaque para dois ônibus Marcopolo Paradiso 1800 Double Decker (dois andares), que, segundo a empresa, foram desenvolvidos para empresas catarinenses.

O evento também reuniu outras marcas e não contou apenas com a exposição dos ônibus, mas teve palestras e mesas de debate sobre a importância do segmento para a economia e como o setor deve encarar e se aproveitar das mudanças tecnológicas.

Em nota, o diretor do Negócio Ônibus da Marcopolo, Rodrigo Pikussa, disse que é a proximidade com os empresários que permite o desenvolvimento mais adequado de novos ônibus.

“Participar deste encontro é uma oportunidade de fortalecer o relacionamento com empresários do setor e estar próximo deles para conhecer suas necessidades. Isso contribui para que a Marcopolo desenvolva continuamente novos modelos e configurações específicas para cada aplicação elevando a qualidade do serviço”, destaca.

O executivo também destacou a relevância da atuação de entidades como a AETTUSC. “Reconhecemos a importância da associação para o segmento, pois através da entidade e de eventos como este, as empresas aumentam sua representatividade na sociedade e têm um espaço de discussão e alinhamento sobre as melhores práticas e políticas do segmento”.

Para a indústria tanto de chassis como de carrocerias, o fretamento é importante por possuir um volume significativo e também uma variedade de produtos, desde os mais simples para fretamento contínuo, como transporte de operários em trajetos urbanos, como os de maior valor agregado, como para turismo de alto padrão e receptivos.

No caso da Marcopolo, entre os modelos estão o Ideale, o Audace, o Viaggio e a família Paradiso, com diferentes configurações e tamanhos, como o 1050, 1200, 1350, 1600 LD (com grandes bagageiros) e 1800 DD (de dois andares).

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Delfino Pereira dos samtos disse:

    Marcopolo a marca que o Brasil espera

  2. Sebastião disse:

    E um luxo

Deixe uma resposta