Após cinco anos em obras, governo do estado inaugura terminal em Lençóis Paulista

No terminal, existem dois locais de estacionamentos destinados a carros e motos, com capacidade para 60 veículos. Foto: Divulgação

Início de funcionamento ainda não foi divulgado, mas a previsão é de que ocorra dentro dos próximos dois meses

JESSICA MARQUES

As obras do terminal rodoviário de Lençóis Paulista, na região de Bauru, no estado de São Paulo, foram finalizadas nesta semana, após cinco anos de trabalhos. O início das intervenções foi em 2013.

A obra foi realizada por meio de um convênio entre a Prefeitura e o Governo do Estado. O município investiu R$ 1,3 milhão e o DER (Departamento de Estradas de Rodagem) repassou R$ 1,5 milhão para a construção do terminal.

Segundo informações do Governo do Estado, a área construída possui 3.852,62 m², com nove plataformas de embarque e desembarque de passageiros, uma bilheteria, sanitários com vestiários, balcão de informações, rampas para acesso de deficientes físicos e cadeirantes, prédio da área administrativa, três salas para instalação de lojas de conveniência, praça de alimentação e área destinada aos táxis.

No terminal, existem dois locais de estacionamentos destinados a carros e motos, com capacidade para 60 veículos.

O Terminal Rodoviário Intermunicipal fica às margens da Rodovia Marechal Rondon, no cruzamento da Avenida Jácomo Nicolau Paccola com a Rua Alvino dos Santos, no Jardim das Nações.

Na Avenida Jácomo Nicolau Paccola, por sua vez, foi construído um Terminal Urbano de Passageiros, que, segundo informações da Prefeitura, possibilitará conexão entre o centro de Lençóis Paulista e o Terminal Rodoviário Intermunicipal.

O início de funcionamento do terminal ainda não foi divulgado, mas a previsão é de que ocorra dentro dos próximos dois meses.

O terminal recebeu o nome do ex-prefeito José Prado de Lima. As instalações foram inauguradas pelo governador Márcio França, com a presença do prefeito Anderson Prado de Lima.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta