SPTrans realiza exposição sobre transporte coletivo

Segundo a SPTrans, atualmente são 440 vans do Atende na cidade, para pessoas com deficiência

Três ônibus e uma van do Atende+ ficam estacionados em frente ao Pateo do Collegio nesta quarta-feira

JESSICA MARQUES

A SPTrans realiza uma exposição sobre transporte público nesta quarta-feira, 6 de junho de 2018. Chamada “Transporte Coletivo: de ônibus você vai a qualquer lugar da cidade”, a mostra terá quatro veículos estacionados em frente ao Pateo do Collegio, no centro de São Paulo, para visitação. A exposição ocorre das 10h às 16h.

Três ônibus e uma van estarão disponíveis para visitação e fotos. A intenção da exposição é “a evolução, modernização e acessibilidade dos ônibus na cidade de São Paulo”, além de mostrar o espaço interno dos veículos que fazem o atendimento a pessoas com deficiência, na capital paulista.

“Quem estiver na região central pode conferir o trólebus modelo ACF Brill, que circulou por 33 anos na capital entre os anos de 1957 e 1990; o ônibus superarticulado de 23 metros de comprimento com espaço para transportar bicicleta e pessoas com cadeira de rodas e itens como tomada USB, ar condicionado e Wi-Fi ; o moderno ônibus movido 100% a bateria que circula na linha 908T/10 Term. Pq. D. Pedro II – Butantã; além de conhecer a van que presta serviço para o Atende+ com espaço total para nove passageiros e duas áreas reservadas para pessoas em cadeira de rodas” – informou a SPTrans, em nota.

De acordo com a SPTrans, todos os ônibus da cidade devem ter tomadas USB, Wi-Fi e acessibilidade. Da atual frota de 14.500 ônibus, 93 % dos veículos são acessíveis por meio de elevadores ou piso baixo.

O Atende+, cuja van estará na exposição, é uma modalidade de transporte gratuito, porta a porta, destinado às pessoas com autismo, surdocegueira e deficiência física severa que estão impossibilitadas de utilizar o transporte coletivo por ônibus.

Segundo a SPTrans, atualmente são 440 vans e 100 táxis adaptados que operam no sistema.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta