BRT Rio cria linha de ônibus regular para atender trecho da Cesário de Melo

Circulação de ônibus no sistema de ônibus BRT foi suspensa após a greve dos caminhoneiros e o trecho não foi reaberto por vandalismo no local.

Segundo o BRT Rio, o plano de contingência deve durar aproximadamente três meses

JESSICA MARQUES

O BRT Rio informou nesta segunda-feira, 4 de junho de 2018, que criou uma linha de ônibus regular, não-articulado, para operar no trecho da avenida Cesário de Melo, que está com estações fechadas desde 24 de maio.

A circulação de ônibus no sistema de ônibus BRT foi suspensa após a greve dos caminhoneiros e o trecho não foi reaberto por vandalismo no local. Na época, o governo chegou a mencionar que o tráfico tomou conta das estações e as tornou pontos de vendas de drogas.

Em nota, o BRT Rio informou que o chamado plano de contingência deve durar aproximadamente três meses. O período é necessário para que as estações sejam recuperadas.

“A partir do meio-dia de hoje, a linha 5805 sairá do terminal Campo Grande e vai até Santa Cruz, no ponto do 870, próximo à estação de trem de Santa Cruz. A princípio, vai circular entre 4h e 23h” – informou o BRT Rio, por meio do Twitter.

“A equipe de infraestrutura do Consórcio BRT realizou um levantamento dos materiais e equipamentos necessários para a reabertura das estações no eixo na avenida Cesário de Melo” – informou o Consórcio, em nota.

Após o levantamento e comprovada a necessidade de recuperação de algumas estações que se encontram depredadas, mais os episódios dos últimos dias, o Consórcio está colocando em prática, desde o meio-dia de hoje [segunda], um plano de contingência, com ônibus urbano, não articulado, para não deixar de atender a população que usa diariamente o BRT no trecho.”

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Waldemar Araujo disse:

    A maioria dos BRTs no trecho, cerca de 90% não era articulado. Essa linha especial vai ficar por 3 meses com 10 carros no início, mas duvido que o BRT volte devido aos altos indices de depredação e calotes.

Deixe uma resposta