Vila Luzita passa a contar com ônibus híbrido que reduz poluição e emissões de ruídos

Publicado em: 22 de maio de 2018

Ônibus possui piso baixo, carregadores de celular em tomadas USB e circuladores de ar.

Veiculo foi comprado pela Suzantur e opera na linha TR 103

ADAMO BAZANI

O sistema de ônibus da Vila Luzita, em Santo André, no ABC Paulista, passou a contar nesta segunda-feira, 21 de maio de 2018, com um ônibus híbrido, que pode reduzir as emissões de poluentes entre 35% e 90% dependendo do material analisado.

O veículo é da empresa Suzantur, que opera provisoriamente as linhas do sistema até a realização da licitação para escolher a companhia que vai assumir os serviços por 20 anos.

A Prefeitura promete assinar o contrato até o final deste ano. Relembre:

Edital da Vila Luzita prevê criação de linha e contrato deve ser assinado até o final de 2018

Suzantur2.jpg

Carroceria é Marcopolo, modelo Viale, o chassi é da Volvo.

O ônibus híbrido passou a operar a linha TR 103 (Vila Luzita/Terminal Santo André Oeste) – via D. Pedro I.

O veículo têm dois motores, um elétrico e outro a diesel.

Como a tecnologia é híbrida paralela, o motor elétrico serve para dar partida no ônibus e é responsável pela movimentação até 20 km/h, aproximadamente, que são as situações nas quais mais são gerados poluentes na operação. A partir dos 20 km/h, quem movimenta o ônibus é o motor a diesel.

O modelo possui também o sistema de frenagem regenerativa, ou seja, a energia cinética gerada pelos freios é transformada em energia elétrica sendo armazenada em baterias.

Veja o vídeo do ônibus híbrido em operação:

A carroceria é Marcopolo, modelo Viale, e o chassi é da Volvo.

O ônibus possui piso baixo, carregadores de celular em tomadas USB e circuladores de ar. Não há ar-condicionado.

Suzantur 3.jpg

O ônibus híbrido passou a operar a linha TR 103 (Vila Luzita/Terminal Santo André Oeste) – via D. Pedro I.

Atualmente, apenas a Metra, operadora do Corredor ABD possui ônibus menos poluentes ou não poluentes na região do ABC Paulista, com trólebus, ônibus 100% elétricos, híbridos e Dual Bus (duas tecnologias elétricas no mesmo veículo).

A Viação ABC e a SBCTrans, do mesmo grupo da Metra, chegaram a circular com ônibus híbridos, mas os veículos foram remanejados para o Corredor ABD.

No caso dos híbridos da Metra, a produção do sistema é da Eletra Industrial, do mesmo grupo da operadora.

A diferença de tecnologia é que os híbridos da Metra/Eletra são de tecnologia em série ou seriados. Estes modelos também têm dois motores, mas diferentemente dos da Volvo, o motor elétrico é responsável por 100% da tração do veículo. O motor a diesel é menos potente e funciona o tempo todo, mas só para gerar energia para o propulsor elétrico.

As reduções de poluição são também entre 35% e 90% dependendo do material analisado.

Cada tecnologia, híbrido paralela e híbrido em série, são recomendadas para operações urbanas e metropolitanas.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Comentários

  1. Diego Candido disse:

    Que bom que a empresa mesmo operando a título precatório está investindo na cidade, nesses investimentos quem ganha mesmo é a população.
    Parabéns pra Suzantur e que isso sirva de exemplo para outros empresários de Santo André pois estamos precisando de frota nova, Ronan a tempos não investe na cidade ônibus 0KM, aqueles Gran Via e Torino com porta central é horrível em horário de pico.

    Parabéns ao diário do transporte pela matéria de qualidade.

  2. Valdir Antônio horacio disse:

    Parabéns suzantur santo André colocado mais um ônibus suzantur esta mostrando para esse empresário consórcio união santo andre como se trata um cliente nesse cidade por que mesmo com contrato a título precária ela está emventimto pesado parabéns sr claudine sr prefeito Paulo serra tomar vergonha vai entrar num ônibus consórcio união santo andre para você ver esse empresário só que tem lucro mais lucro ele não está nem aí para passageiros tomara que está licitações do vila luzita não tenha surpresa

Deixe uma resposta