Marcopolo moderniza micro-ônibus Sênior para mercado externo

Modelo vai atender as necessidades de mercado de outros países

Atualizações atendem exigências de mercado em outros países. Para o Brasil, novidades devem vir para o segundo semestre

ADAMO BAZANI

A Marcopolo promoveu modificações para deixar o micro-ônibus Sênior mais moderno para o mercado externo.

O veículo recebeu atualizações no conjunto ótico, tanto traseiro como dianteiro, na área envidraçada da porta na versão rodoviária e nos para-choques, também tanto na frente como atrás.

De acordo com a empresa, houve um crescimento de demanda por micro-ônibus no mercado externo, em especial na América Latina.

O aumento das exportações e a ampliação da presença da Marcopolo em outros países foram fatores apontados como fundamentais para a empresa sentir menos a crise econômica brasileira, que reduziu as vendas para o mercado interno entre os anos de 2014 e 2017. Neste ano, o mercado brasileiro de ônibus começa a reagir. De acordo com a Fenabrave, que representa revendedores e concessionários de todo o País, os emplacamentos de ônibus acumularam alta de 30,43% entre janeiro e abril deste ano frente à semelhante período de 2017. – Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2018/05/02/emplacamentos-de-onibus-ja-somam-crescimento-de-30-diz-fenabrave/

Nesta semana, foram publicadas imagens na internet de um micro-ônibus Marcopolo Sênior para a Yanguas Turismo, do Chile.

Não se trata de uma “geração 8” ou de um Sênior 2018 para o mercado brasileiro.

O conjunto ótico segue as linhas que são usadas pelos ônibus maiores da Marcopolo na América Latina.

Para o Brasil, deve haver novidades estéticas e funcionais para o micro Sênior, mas somente no segundo semestre.

O veículo com as atuais linhas de design está no mercado há alguns anos e a atualização é natural.

A participação dos micro-ônibus, em especial dos rodoviários e de fretamento, que estava se encolhendo entre 2009 e 2015 no mercado geral de veículos de transporte coletivo, começa a inverter a curva e volta a ganhar mais relevância.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: