Proterra cria sistemas de recarga de bateria para veículos

Catalyst E2 Max, ônibus da Proterra, conseguiu percorrer 1.772,2 quilômetros numa área de testes Navistar Proving Grounds, em Indiana

Fabricante de ônibus elétricos agora também “devolve” energia

JESSICA SILVA PARA O DIÁRIO DO TRANSPORTE

A Proterra, fabricante de ônibus elétricos da Califórnia, EUA, criou sistemas de recarga de alta potência para veículos que não emitem poluentes. Com isso, a empresa agora também “devolve” energia, em vez de somente utilizá-la como combustível.

Conforme comunicado feito nesta segunda-feira, 7 de maio de 2018, os aparelhos de recarga são para frotas comerciais e cumprem os padrões do setor. Com isso, é possível que os ônibus possam devolver energia para a rede, quando for necessário.

Os sistemas incluem um carregador de alta velocidade de 500 quilowatts, que pode fornecer, em 10 minutos, energia suficiente para um veículo rodar 61 quilômetros.

O aumento na demanda de veículos elétricos estimulou o interesse em desenvolver estruturas de recarga, conforme afirmou o CEO da Proterra, Ryan Popple. “Não se pode simplesmente construir veículos elétricos, deixá-los com os clientes e esperar que eles resolvam o outro lado da questão, que é a recarga” – disse. “Encontramos necessidades dos clientes que não eram atendidas pelos equipamentos existentes.”

Em 2017, a empresa, com sede em Burlingame, anunciou que um dos seus modelos, o Catalyst E2 Max, conseguiu percorrer 1.772,2 quilômetros numa área de testes Navistar Proving Grounds, em Indiana (EUA). O conjunto de baterias armazena 660 kWh.

Relembre: Ônibus elétrico nos EUA percorre 1772 km com apenas uma carga nas baterias

Quase metade dos ônibus urbanos em circulação no mundo será elétrica em 2025, sendo a maior parte na China, segundo projeção da Bloomberg New Energy Finance.

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta