Cuiabá cria linha de ônibus para atender universitários

A linha começou a circular às 5h desta segunda-feira, 23 de abril de 2018.

Prefeitura estima atender até 3 mil passageiros por dia nas principais universidades da capital

JESSICA SILVA PARA O DIÁRIO DO TRANSPORTE

A Prefeitura de Cuiabá, no Mato Grosso, criou uma linha de ônibus exclusiva para atender universitários da capital. A expectativa da administração municipal é de que até 3 mil passageiros sejam transportados pelo novo itinerário.

As principais universidades da capital são atendidas, segundo informações da Prefeitura. “A rota alternativa compreende as principais universidades da cidade, como UFMT e Unic, além de solucionar uma deficiência na região da Av. Beira Rio, atendendo também a população de maneira geral.”

A linha começou a circular às 5h desta segunda-feira, 23 de abril de 2018. A linha universitária, chamada UFMT/Alencastro via Unic – C-01, é a primeira circular de Cuiabá e vai operar junto com a linha 313, que continua prestando atendimento a passageiros das faculdades próximas à Avenida Beira Rio.

O início da linha está sendo na Estação Alencastro. “Além de ser refrigerada com ar-condicionado, possui uma capacidade de acomodação simultânea correspondente a até 800 pessoas. A frota conta com quatro veículos operando nas ruas da cidade, com a possibilidade de expansão mediante o aumento do atendimento e a necessidade. Com o tempo de espera referente a uma média de 15 minutos, a nova alternativa atua de forma abrangente, envolvendo as principais regiões da cidade, englobando a parcela trabalhadora que frequentemente circula pelo centro da Capital” – informou a Prefeitura, em nota.

O itinerário da linha passa pela UFMT (Universidade Federal de Mato Grosso), segue pela Fernando Correa até a Avenida Beira Rio. Em seguida, passa pela região das Universidades e pela Avenida Tenente Coronel, até a Estação Alencastro.

No itinerário contrário, o coletivo passa pela Avenida Marechal Deodoro, pela Rua Generoso Ponce, novamente pela Fernando Correa e refaz todo o trajeto.

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta