Solicitação para Passe Livre da EMTU é feita de forma totalmente digital

Passe Livre é utilizado em ônibus intermunicipais. Foto: Adamo Bazani

Em 2018, estudantes devem solicitar o benefício exclusivamente pelo site da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos

JESSICA SILVA PARA O DIÁRIO DO TRANSPORTE

Neste ano letivo de 2018, a solicitação do Passe Livre ou Passe Escolar (Meia Tarifa) da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) deve ser feita exclusivamente pela internet. Os benefícios devem ser solicitados pelo site da empresa.

A EMTU orienta que o aluno consulte o site http://www.emtu.sp.gov.br/passe/indexRegiao.htm para verificar todos os procedimentos e documentos necessários, além de verificar como funciona o benefício para cada região.

Para a primeira solicitação do Passe Livre ou do Passe Escolar (Meia Tarifa), o prazo de emissão é de 20 dias úteis. No caso de revalidação do cartão BOM Escolar na Região Metropolitana de São Paulo, o prazo da análise é de 15 dias úteis após o pagamento da taxa.

“Outra dica para facilitar o registro do pedido é já deixar disponível no computador uma pasta com a documentação digitalizada para facilitar a transmissão dos arquivos no momento da solicitação. Essa precaução diminui também a probabilidade de erro e consequente indeferimento do pedido, caso falte o documento exigido pela legislação. O aluno poderá acompanhar o andamento do seu pedido pelo mesmo site até a sua emissão” – informou a EMTU, em nota.

Como solicitar o Passe Livre

Segundo informações da EMTU, para requisitar o Passe Livre por baixa renda, o interessado deve acessar o site, preencher o formulário de cadastramento com a composição de renda familiar, situação ocupacional e rendimento de cada membro da família. Em seguida, deve encaminhar a documentação que comprove as informações também pelo site.

Se a renda per capita for inferior a um salário mínimo e meio (R$ 1.431,00), o cadastramento é concluído e é gerado o boleto no valor de R$ 21,35. Se não preencher os requisitos, a solicitação pode ser feita para o Passe Escolar (Meia Tarifa), com o pagamento do mesmo valor.

Quem tem direito?

Tem direito ao Passe Escolar (Meia Tarifa) nas linhas metropolitanas gerenciadas pela EMTU/SP somente o estudante ou o professor que residir em um município e estudar em outro.

Além dos estudantes de renda familiar per capita inferior a um salário mínimo e meio nacional de R$ 1.431,00, também têm direito ao Passe Livre os bolsistas PROUNI, FIES, Escola da Família ou participante de cotas de Programas Governamentais, conforme Resolução STM06 de 26/02/2015.

O formulário para solicitação e inclusão da documentação pelo site estará disponível até 31/10/2018.

AUMENTO NA EMISSÃO DO PASSE LIVRE

A EMTU registrou um aumento na emissão do Passe Livre. Comparando os três primeiros meses de 2018 com o mesmo período de 2017, o benefício foi concedido a mais estudantes em diversas regiões.

Na Região Metropolitana de Sorocaba, o número de benefícios foi 25% maior que no último ano. Nas regiões metropolitanas da Baixada Santista e Campinas, por sua vez, o Passe Livre já excedeu 22% do que foi emitido até março do ano passado. No Vale do Paraíba e no Litoral Norte, foi emitida a mesma quantidade do benefício, segundo informações da EMTU.

Na Região Metropolitana de São Paulo, foi entregue aproximadamente 90% do benefício que foi concedido até março do último ano. De acordo com a EMTU, o número de benefícios emitidos é mais do que o dobro dos somados das outras quatro outras regiões.

“O novo sistema de solicitação e de revalidação por meio eletrônico está facilitando a emissão das gratuidades aos estudantes nas regiões metropolitanas” – informou a EMTU, em nota. A empresa realizou a digitalização completa do processo de solicitação do Passe Livre e do Passe Escolar (Meia Tarifa).

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Gilson de. Souza Silva disse:

    Eu paguei o boleto em janeiro até hoje meu filho não conseguiu usar

Deixe uma resposta