BYD recebe prêmio na Holanda após 20 anos de atuação no país

Ônibus elétrico da BYD na província de Frísia, norte da Holanda (abril/2013)

Empresa é reconhecida como um dos investidores chineses mais importantes nos Países Baixos

ALEXANDRE PELEGI

A BYD, gigante global especializada em energia limpa, recebeu no dia 11 de abril de 2018 o prêmio “Investe na Holanda”. A empresa foi considerada um dos cinco investidores chineses que mais influenciam positivamente o país.

A premiação ocorreu na cidade de Guangzhou, na China, durante jantar de celebração do aniversário de 40 anos da Agência de Investimentos Internacionais da Holanda (NFIA – Netherlands Foreign Investment Agency).

BYD_reconhecimento_premiacao

Isbrand Ho, director geral na BYD Europe (4º da direita para a esquerda), recebe o certificado “Investe na Holanda” na cidade de Guangzhou, com o primeiro-ministro da Holanda, Mark Rutte (2º da direita para a esquerda).

O anfitrião do encontro foi o primeiro-ministro da Holanda, Mark Rutte. Rutte chefiou a visita ao país da Missão Comercial do Gabinete Holandês na China, que aconteceu entre os dias 8 e 13 de abril.

A BYD foi a única empresa do setor automotivo a receber a premiação da NFIA.

O prêmio foi entregue pelo delegado da NFIA, Jeroen Nijland, a Isbrand Ho, Diretor Geral na BYD Europe. Na solenidade estavam ministros holandeses, incluindo o embaixador do Reino dos Países Baixos na República Popular da China, Ed Kronenburg, além de cerca de 500 delegados holandeses e chineses.

BYD NA HOLANDA

A BYD, fundada em 1995, estabeleceu seu escritório principal da Europa na cidade de Roterdã, em dezembro de 1998. Roterdã é a segunda maior e mais importante cidade dos Países Baixos, com cerca de 1,8 milhão de habitantes.

A escolha do país, e especificamente Roterdã, deveu-se à localização próxima do maior porto marítimo da Europa, e um dos maiores do mundo.

No início um pequeno fornecedor de baterias, atualmente, 20 anos depois, a BYD ampliou suas atividades, tendo mais de 60 empregados no país. Hoje a empresa é símbolo de energia solar, armazenamento de energia e veículos elétricos.

A gigante asiática vendeu mais de 14.000 ônibus elétricos em todo o mundo em 2017. Um dos destaques da atuação da BYD na Europa pode ser visto na parceria de sucesso com a ADL, fabricante de ônibus do Reino Unido. Suas frotas em Londres, Liverpool e Nottingham já acumularam mais de um milhão de milhas de operação livre de emissões.

Além disso, a gigante chinesa tem duas instalações de produção na Hungria e na França.

Na cidade de Breda, na Holanda, importante centro industrial, a BYD expandiu o ano passado sua presença na União Europeia, com a instalação de um armazém central europeu para peças de reposição.

BYD_reconhecimento

Certificado de Reconhecimento

Durante a solenidade de premiação nesta quinta-feira (11), Isbrand Ho, Diretor Geral da BYD Europe, disse:

“Ao final desse ano comemoraremos nosso aniversário de 20 anos na Holanda. Alcançamos diversos marcos notáveis ao longo desses anos. Por exemplo, em 2013, ganhamos o primeiro concurso europeu de ônibus 100% elétricos para a ilha Frísia, Schiermonnikoog e, desde 2015, temos 35 ônibus 100% elétricos rodando nas plataformas do aeroporto Schiphol de Amsterdam, o primeiro dos grandes aeroportos mundiais a fornecer transporte por ônibus 100% elétricos. Sentimos que os holandeses estão muito abertos a novas tecnologias e tem muita consciência ambiental. Este prêmio nos motiva a continuar fazendo aquilo em que somos bons: dar uma importante contribuição para a melhoria da qualidade do ar”.

BYD_aeroporto_Holanda

Este é um 35 ônibus 100% elétricos que roda nas plataformas do aeroporto Schiphol de Amsterdam

Presente em cinco continentes, mais de 50 países e em cerca de 200 cidades, a BYD têm entre seus sócios o americano Warren Buffet.

Com mais de 220 mil funcionários distribuídos em 40 fábricas ao redor do globo (sendo 20 mil engenheiros pesquisadores), a chinesa BYD figura, ainda, como a segunda maior fornecedora de componentes para celulares, tablets e laptops no mundo para outras marcas globais, e foi considerada uma das 15 empresas que estão mudando o mundo para melhor (“Change The World”) pela Revista Fortune.

Em 2016, a BYD ganhou o prêmio Zero Emission Eco system da ONU, na categoria grandes corporações.

No Brasil, a BYD abriu sua primeira fábrica em 2015 para produção de ônibus elétricos e comercialização de veículos e empilhadeiras em Campinas, interior de São Paulo.

Em abril de 2017, neste mesmo local, inaugurou sua planta de produção de módulos fotovoltaicos.

A BYD Brasil já emprega cerca de 460 funcionários nas cidades de Campinas e São Paulo.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

1 Trackback / Pingback

  1. BYD recebe prêmio na Holanda após 20 anos de atuação no país - VerdadeSA

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: