Equipe Vila Oculta do Hacka vence HACKAEMTU, maratona de soluções tecnológicas para Mobilidade Urbana

Integrante da equipe vencedora vai participar do Hackaton e Maratona de Programação Mundial em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos

Evento tem como objetivo incentivar estudantes a encontrar soluções inovadoras para os atuais desafios da área

JESSICA SILVA PARA O DIÁRIO DO TRANSPORTE

A equipe Vila Oculta do Hacka foi eleita a vencedora do HACKAEMTU. Também chamada Hackathon, trata-se de uma maratona de tecnologia que tem como objetivo encontrar soluções inovadoras para os principais desafios da Mobilidade Urbana.

O evento foi realizado nos dias 6 e 7 de abril, no Parque Científico e Tecnológico da Unicamp, em Campinas.

Relembre: EMTU realiza hackathon sobre mobilidade urbana em Campinas

O projeto apresentado pela equipe vencedora foi feito por meio da tecnologia de Inteligência Artificial, com o objetivo de filtrar dados enviados a uma plataforma, que organiza as informações coletadas e contribui para o monitoramento dos serviços de transporte público existentes em Campinas.

Por meio dessa tecnologia, o aplicativo permite fiscalizar o cumprimento de horários dos sistemas de transporte, a lotação dos veículos, a qualidade dos serviços prestados e a infraestrutura de todo o sistema.

“O projeto se trata de um aplicativo que serve para os usuários auxiliarem a fiscalização das empresas que trabalham para a EMTU e gerar informações aos usuários de transporte público” – disse Jordão Bragantini, aluno de graduação em Estatística pela Unicamp e representante da equipe vencedora, por meio de nota.

“Inicialmente, tivemos algumas ideias para alterar o modelo atual de como são organizadas as linhas de ônibus, porém, depois de conversarmos com alguns funcionários da EMTU, vimos que essa ideia não era muito executável e que a empresa tem grande dificuldade de obter resultados verdadeiros com o modelo de fiscalização atual [em que se utiliza, por exemplo, câmeras para monitorar a entrada de passageiros]” – completou o estudante.

Por conquistar o primeiro lugar no HACKAEMTU, Bragantini vai participar do Hackaton e Maratona de Programação Mundial em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, entre os dias 20 e 25 de abril.

Além do estudante, fazem parte da equipe Vila Oculta do Hacka Gabriel Ikenaga, João Vitor Lopes Capi e Lucas Ueda, alunos de Matemática Aplicada da Unicamp. O time foi composto também por Octávio Santana, doutorando em Física pela Unicamp.

b8b2f787-a2eb-4412-9baa-2dca4df2fc2b

Evento teve 59 inscritos que participaram das atividades

Segundo informações da organização do evento, o Hackathon reuniu 59 inscritos, entre estudantes e profissionais das áreas de comunicação, tecnologia, urbanismo e design em 14 equipes participantes. Ao todo, o evento teve 34 horas de duração.

Também estiveram presentes 70 mentores de mais de 10 empresas e autoridades do setor de transportes brasileiro. “O evento possibilitou um hub de conhecimento entre o meio acadêmico, o de pesquisa, o ecossistema de inovação e o setor de transporte público e de mobilidade” – informou a Inova Unicamp, em nota.

“É importante termos eventos como os Hackathons temáticos, onde alunos da Unicamp e de outras instituições se reúnem por mais de 30 horas para desenvolver soluções inovadoras que resolvam algum problema enfrentado pela sociedade. Essa colaboração entre a universidade e uma empresa pública ligada ao transporte, com a participação de mentores altamente qualificados, cria um ambiente extremamente propício e rico para gerar inovação em benefício da população” – disse o diretor-executivo da Agência de Inovação Inova Unicamp, Newton Frateschi, na abertura do evento.

Estiveram presentes também o reitor da Unicamp, o professor Marcelo Knobel; Rodolfo Azevedo, diretor do Instituto de Computação; Joaquim Lopes da Silva Júnior, diretor presidente da EMTU; Jurandir Fernandes, ex-secretário de transportes metropolitanos e presidente da divisão América Latina da Associação Internacional do Transporte Público (UITP); e Ivo Pons, da Scipopulis.

A Inova Unicamp foi uma das apoiadoras da iniciativa, pois cedeu o espaço dentro do Parque Científico e Tecnológico da Unicamp para a realização do evento. O HACKEMTU é uma iniciativa do laboratório de inovação da EMTU, o ELAB (Experimentos em Transportes) e do Youth for Public Transport Foundation (Y4PT), da Divisão América Latina da União Internacional dos Transportes Públicos (UITP).

O Instituto de Computação da Unicamp (IC) também foi um dos parceiros. O diretor do IC avalia como positiva a participação dos alunos da Unicamp. “Eles partiram do zero, no sábado de manhã, e desenvolveram boas ideias com um certo nível de implementação e validação, que foram apresentadas no domingo à noite. Essa evolução é muito interessante” – disse Rodolfo Azevedo, também por meio de nota.

PRIMEIRA EDIÇÃO

A primeira Hackatona Metropolitana EMTU-Metra, foi o primeiro evento no Brasil dedicado ao Transporte Público Metropolitano, segundo informações da EMTU.

A hackatona foi realizada em março de 2017 na unidade da EMTU/SP de São Bernardo do Campo e teve como tema “O Transporte Público Sustentável e Acessível Como Centro das Soluções de Mobilidade Multimodal”. Foram 10 equipes participantes e a dupla vencedora participou da Hackatona Internacional realizada durante o Congresso Mundial da UITP no Canadá.

A Hackatona também provocou mudanças na cultura organizacional da EMTU/SP. “Em 12 meses realizou duas hackatonas, abriu o laboratório de inovação metropolitana, criou o Programa de Mentoria e entrou para o seleto grupo mundial de empresas em transporte público que pratica Open Data. Atualmente a empresa disponibilizou no site alguns de seus principais dados do transporte urbano metropolitano, permitindo a possibilidade de cruzamento de informações e o acesso fácil a desenvolvedores, pesquisadores, estudantes e cidadãos em geral” – informou a EMTU, em nota.

Confira aqui os dados abertos da EMTU

1 Trackback / Pingback

  1. Hackathon continental chega ao Brasil em novembro – Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: