Consórcio Fênix, em Florianópolis, é obrigado por traficantes a tirar câmeras de ônibus

Câmeras são exigência contratual em ônibus do sistema. Foto: Bruno Barbosa Coelho – Clique para Ampliar

Em ao menos, 30 veículos, equipamentos foram retirados.  Coordenador de consórcio confirma registros de B.O.s

ADAMO BAZANI

O Consórcio Fênix, que opera os transportes coletivos em Florianópolis, retirou as câmeras de monitoramento de segurança de ao menos 20 ônibus dos 537 coletivos que prestam serviços na cidade por causa de ameaças de bandidos e traficantes de drogas.

Ao todo, são 30 coletivos sem câmeras, mas de outros dez, o Consórcio não relacionou a falta dos equipamentos com as ameaças, e, sim, porque se tratam de veículos mais antigos que serão trocados por modelos mais novos.

Os ônibus que estão sem o monitoramento servem majoritariamente as regiões de morros e áreas consideradas de risco.

Há diversos B.O.s – Boletins de Ocorrência registrados. Em alguns casos, os criminosos entram nos ônibus e quebram os equipamentos.

Cada veículo tem quatro câmeras.

De acordo com levantamento do jornal Diário Catarinense, os casos são registrados desde janeiro em comunidades do Maciço do Morro da Cruz, norte da Ilha e região continental da Capital.

Ao G1 de Santa Catarina, o coordenador técnico do Consórcio Fênix, Rodolfo Guidi, confirmou que existem registros de ao menos 10 casos de invasão aos ônibus com ameaças aos motoristas, caso os equipamentos continuem.

As câmeras de videomonitoramento são uma obrigação contratual do consórcio.

A prefeitura diz que vai se reunir com autoridades de segurança, como polícias civil e militar, além do Ministério Público para discutir o problema.

Os 537 ônibus de Florianópolis operam 186 linhas, com mais de 8 mil partidas diárias.

O Consórcio Fênix é formado pelas empresas Canasvieiras, Emflotur, Estrela, Insular e Transol.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

1 comentário em Consórcio Fênix, em Florianópolis, é obrigado por traficantes a tirar câmeras de ônibus

  1. PCC está transformando todas as capitais brasileiras em um Rio de Janeiro. Os políticos são aliados e somente visam o enriquecimento pessoal/familiar.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: