Transporte especial atendeu a 51 mil no Carnaval Paulistano

Carro da Acadêmicos do Tatuapé, campeã do Carnaval de São Paulo 2018, com o enredo 'Maranhão: os tambores vão ecoar na terra de encantaria'.

As duas linhas de ônibus urbanas para o Sambódromo transportaram cerca da metade deste público: 26.243 pessoas.

ADAMO BAZANI

Os serviços de transportes criados pela Secretaria de Mobilidade e Transportes da cidade de São Paulo e operados pelas empresas concessionárias de ônibus e taxistas credenciados para o Carnaval Paulistano atenderam 51.297 foliões durante desfiles no Sambódromo do Anhembi que começaram na sexta-feira, dia 9 de fevereiro, e foram até segunda-feira, 12.

Somente as duas linhas de ônibus urbanos especiais que circularam entres as estações Tietê e Barra Funda do Metrô até o Sambódromo atenderam praticamente a metade deste público: 26.243 pessoas.

As linhas foram:

179A/10 Metrô Tietê – Anhembi: 583 partidas e 23.384 passageiros transportados.

879A/10 Metrô Barra Funda – Anhembi: 111 partidas e 2.859 passageiros transportados.

Se os ônibus das linhas especiais atenderam 26.243 pessoas, os 1500 táxis cadastrados para o Anhembi transportaram 23.823 passageiros contabilizados pelo DTP – Departamento de Transportes Públicos também entre os dias 9 e 12 de janeiro. Foram 8.463 corridas realizadas.

Já as vans do Atende, serviço para pessoas com mobilidade reduzida em grau severo, transportaram 1.231 foliões. Foram 69 vans que realizaram 325 viagens.

Em nota, a secretaria ainda diz que nos dias de desfiles, quase dois mil ônibus transportaram os membros das escolas de Samba para as apresentações no Anhembi, Butantã e Avenida São João.

O transporte dos integrantes das agremiações foi feito por 1.894 ônibus, que buscaram e deixaram os passistas em seus barracões, sendo que 1.397 veículos fizeram o transporte para os desfiles no Anhembi.

 Para o desfile da União das Escolas de Samba de São Paulo (UESP), 198 coletivos foram disponibilizados para o transporte para o desfile na Vila Esperança, 151 ônibus transportaram os passistas no Butantã, e 148 veículos realizaram o deslocamento dos membros das agremiações para desfilar na Avenida São João.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: