Tarifa de ônibus em São José do Rio Preto pode subir para R$ 3,20

A Prefeitura de São José do Rio Preto, interior de SP, está fazendo simulações de como absorver o impacto do reajuste da tarifa de ônibus municipal

ALEXANDRE PELEGI

Sem ter formado a comissão que vai analisar o pedido de reajuste da tarifa solicitado pelas empresas que prestam o serviço na cidade, a Prefeitura de São José do Rio Preto, interior de SP, trabalha com dois cenários distintos: não repassar o reajuste para a passagem, hoje a R$ 3 (R$ 2,90 no cartão), ou aumentar este valor para R$ 3,20.

O aumento responderia ao pedido feito pelas empresas, que solicitaram reajuste de 4,2%, percentual que levaria a tarifa técnica de R$ 3,43 para R$ 3,57. Para não transferir o aumento para os usuários do sistema, a Prefeitura, que já subsidia parte da tarifa, terá de aumentar em mais R$ 3 milhões o aporte ao sistema. Pela previsão da prefeitura, o repasse anual passará para R$ 12 milhões.

Há ainda um terceiro cenário, que remete ao pedido das empresas Circular Santa Luzia e Expresso Itamarati: arredondar a valor da passagem para R$ 3,15 na catraca.

No pior cenário para o usuário, o de um reajuste maior de R$ 3,20, a simulação realizada pela prefeitura prevê compensar o usuário que usa cartão em vez de dinheiro, além dos estudantes.

A palavra final será do prefeito Edinho Araújo (PMDB), após uma comissão avaliar as possibilidades e definir a melhor forma de reajuste.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: