Goiana, cidade da região metropolitana de Recife, adere ao Consórcio de Transporte

Foto: Anderson Miguel/Navy Bus - Ônibus Brasil

Órgãos estudam inclusão da cidade ao sistema integrado de transporte. Emenda parlamentar permitiu que cidade integrasse o Consórcio

ALEXANDRE PELEGI

O município de Goiana, na Região Metropolitana do Recife (RMR), cidade com cerca de 80 mil habitantes, acaba de se integrar ao Consórcio Grande Recife, um desejo de duas décadas de seus habitantes. A entrada da cidade ao sistema integrado de ônibus foi oficializada esta semana pelo governador de Pernambuco, Paulo Câmara.

Acredita-se que a partir dessa decisão, o deslocamento dos moradores de Goiana pela RMR ficará mais fácil e barato.

O Grande Recife Consórcio de Transporte (GRCT) e a Empresa Pernambucana de Transporte Intermunicipal (EPTI) iniciaram nesta quinta-feira (11) um estudo sobre o processo de transição do sistema de transporte intermunicipal para o metropolitano.

Goiana é atendida atualmente por uma única empresa, a Rodotur, que atua na Região Metropolitana via Consórcio Conorte. O serviço na cidade, além de limitado, custa caro.

O preço da tarifa de Goiana até Recife é R$ 12, em ônibus que circulam a cada uma hora. A deficiência na oferta de horários, além do preço da passagem, tem incentivado o transporte clandestino, que hoje domina o deslocamento por ônibus na cidade.

O estudo que será feito pelos órgãos técnicos do Estado deve oferecer aos habitantes da cidade outras linhas, além da integração Goiana-Igarassu/Igarassu-Recife, via BRT.

O Grande Recife Consórcio de Transporte informou, por meio de nota, que o levantamento servirá para avaliar as demandas da população local. “Pode ser que as linhas da cidade venham a se integrar com outras no Terminal Integrado Igarassu, mas não podemos adiantar quantas ou quais sem a realização deste estudo”, justificou.

A Empresa Pernambucana de Transporte Intermunicipal anunciada ainda a desativação do Terminal Rodoviário de Goiana, que será cedido ao Grande Recife Consórcio, para o atendimento das mudanças do sistema. Não existe prazo para a desativação.

As mudanças, advindas da entrada de Goiana ao Consórcio de Transporte, permitirão novas possibilidades. Por exemplo: com a ligação com o Terminal Integrado Igarassu, será possível viajar pela RMR com um único bilhete, através do Sistema Estrutural Integrado (SEI).

MUDANÇA NA LEI E EMENDA DE DEPUTADO

A Lei Nº 382/2018 definiu que o Consórcio Grande Recife passou a ser formado por 15 municípios: Abreu e Lima, Araçoiaba, Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe, Goiana, Igarassu, Ilha de Itamaracá, Ipojuca, Itapissuma, Jaboatão dos Guararapes, Moreno, Olinda, Paulista, Recife e São Lourenço da Mata.

Goiana pode ser incluída ao Consórcio graças a uma emenda proposta pelo deputado estadual Ricardo Costa (PMDB), uma vez que até então o município integrava a Zona da Mata Norte de Pernambuco. A mudança foi oficializada na terça-feira (9) e publicada no Diário Oficial.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transporte

2 comentários em Goiana, cidade da região metropolitana de Recife, adere ao Consórcio de Transporte

  1. Alguem pode me responder se Recife tem onibus municipal ou só tem este mega consorcio? Falo isso porque estive la no ano de 2016 e so vi onibus do consorcio. Vale um comentario: veiculos imundos e cobradores ESPERTINHOS na linha que liga a capital até a praia de Porto de Galinhas

  2. O grande recife consórcio cuida tanto do transporte municipal de Recife quanto do intermunicipal, e também o municipal de outras cidades

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: