EMTU vai manter tarifa dos trólebus e ônibus do  Corredor ABD até julho e demais linhas aumentam em 16 de janeiro

Segundo gerenciadora, data-base da Metra é em julho

ADAMO BAZANI

Conforme já havia adiantado o Diário do Transporte em primeira mão, no dia 16 de janeiro, as linhas de ônibus metropolitanos gerenciados pela EMTU vão ser reajustadas na Grande São Paulo. Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2018/01/10/tarifas-de-onibus-da-emtu-sobem-em-16-de-janeiro/

O maior percentual de aumento é na área 5, do ABC Paulista, com  4,33%, e o menor é na área 3, na região de Guarulhos, 3,15%

Os percentuais variam de acordo com a área operacional.

Já o Corredor ABD, de ônibus e trólebus entre o ABC Paulista e as zonas Leste e Sul de São Paulo, continuará com tarifa de R$ 4,30 até julho, porque, segundo a EMTU, é o mês de data base com a operadora Metra.

A EMTU ainda informou que “o desconto da integração entre as linhas metropolitanas e o sistema metroferroviário, no período de três horas, por meio BOM nos Trilhos (Cartão Metropolitano do Transporte) permanecerá em R$ 1,50.”

Confira nota na íntegra:

A Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos (STM) informa que a partir do próximo dia 16 passam a vigorar os novos valores das tarifas de transporte por ônibus intermunicipais na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP). Nas quatro áreas de concessão e na Área 5, operada pelo sistema de permissão, os índices de reajuste serão inferiores aos de 2017.

 Na Área 1 de concessão, que engloba os municípios de Juquitiba, São Lourenço da Serra, Embu-Guaçu, Itapecerica da Serra, Embu, Taboão da Serra, Vargem Grande Paulista e Cotia, o reajuste será de 3,85%, 42% a menos do que os 6,65% praticados em 2017.

 A Área 2, que abrange Cajamar, Caieiras, Itapevi, Jandira, Carapicuíba, Osasco, Barueri, Santana de Parnaíba, Pirapora do Bom Jesus, Francisco Morato e Franco da Rocha, terá reajuste de 4,95%, 24% a menos do que os 6,58% que vigoraram em 2017.

 Na Área 3, que inclui Guarulhos, Arujá, Mairiporã e Santa Isabel, o índice será de 3,15%, 56% a menos do que os 7,18% de 2017.

 A Área 4 de concessão, que contempla Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba, Poá, Mogi das Cruzes, Guararema, Biritiba Mirim, Salesópolis e Suzano, terá reajuste de 3,31%, 50% a menos do que os 6,64% praticados no ano passado.

 E na Área 5, que inclui os sete municípios do ABC, a tarifa das linhas intermunicipais será reajustada em 4,33%, 29% a menos do que os 6,10% de 2017. No Corredor ABD (São Mateus–Jabaquara), operada pela concessionária Metra, as tarifas permanecerão em R$ 4,30, uma vez que o contrato com a empresa tem data-base em julho, quando será avaliada a possibilidade de reajuste.

 O aumento de 12% no combustível foi o que mais pesou na composição do reajuste, que levou em conta também a elevação do custo da mão-de-obra (entre 4% e 4,5%), da manutenção dos veículos (5%), além da inflação acumulada no período e de cláusulas contratuais com as empresas operadoras.

 Valores por linha – Os valores, que variam de acordo com a extensão da linha, poderão ser consultados a partir das 17h desta sexta-feira (12) na página da EMTU na internet: www.emtu.sp.gov.br.

 BOM nos Trilhos – O desconto da integração entre as linhas metropolitanas e o sistema metroferroviário, no período de três horas, por meio BOM nos Trilhos (Cartão Metropolitano do Transporte) permanecerá em R$ 1,50.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

2 comentários em EMTU vai manter tarifa dos trólebus e ônibus do  Corredor ABD até julho e demais linhas aumentam em 16 de janeiro

  1. Boa noite Adamo eu estou curioso para saber se sr saber se ronam Maria pintor pagou satrans de santo andre as dívidas referente 30 milhões de reais que deve sr soube me avisa por que prefeitura não fala sobre as dívidas né AESA

  2. Estou sabendo que sr prefeito Paulo serra está fazendo uma manobras para linha do vila luzita ficar na mão ronam Maria pintor seria muito ruim para santo andre porque um homem condenado pela justiça seria pésimo para mais as pressões está grande

1 Trackback / Pingback

  1. Tarifas integradas da EMTU também sobem em São Paulo – Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: