Trecho Norte do Rodoanel vai a leilão nesta quarta-feira (10)

Ultimo trecho do anel viário da Grande São Paulo conclui obra de 176 quilômetros

ALEXANDRE PELEGI

Marcado desde o ano passado, o leilão do Trecho Norte do Rodoanel será realizado amanhã, dia 10 de janeiro, na sede da B3 (ex-BM&F/Bovespa), em São Paulo.

Poderão participar da concorrência empresas nacionais, estrangeiras, fundos de investimentos e entidades de previdência complementar – isoladamente ou em consórcio.

O projeto prevê investimentos de R$ 581,5 milhões para a operação do anel viário ao longo dos 30 anos de concessão, sendo R$ 153,4 milhões desembolsados no primeiro ano. A disputa se dará pela maior oferta de outorga, considerando o valor de R$ 462.367.014,00 como lance mínimo.

Após dois exitosos leilões de rodovias em 2017, o governo de São Paulo quer repetir a dose neste início de 2018: leiloar com sucesso a última parte do anel viário da Grande São Paulo, que conclui a obra de 176 quilômetros, iniciada em 1998.

Já há alguns interessados no empreendimento, como as brasileiras CCR e Ecorodovias e a italiana Atlantia, que controla a AB Concessões, que atua no Brasil.

O leilão, apesar de ocorrer amanhã, não implicará que o consórcio vencedor assuma a operação ainda em 2018. A operação dos subtrechos será transferida apenas após a conclusão de cada obra. A Dersa, responsável pelo Rodoanel, prevê que a ligação do Trecho Oeste à rodovia Fernão Dias, da primeira parte do Rodoanel, estará concluída até o mês de julho. O restante da obra deve ser entregue em dezembro de 2018.

Após o fim de cada etapa, a concessionária que arrematar o lote poderá iniciar a construção das praças de pedágio. O valor do pedágio para os veículos que trafegarem pelo Trecho Norte será de R$ 3,30, na saída das cinco ligações com os outros sistemas: Dutra, trechos Leste e Oeste, Fernão Dias e Aeroporto de Guarulhos.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: