Suzano rejeita aumento da tarifa de ônibus; valor continua em R$ 4,10

Ônibus da Radial. Empresa se queixou em 2017 da concorrência desleal do transporte clandestino em Suzano

Pedido da empresa Radial, responsável pelo transporte coletivo na cidade, era de aumento para R$ 4,95 (20,73%)

ALEXANDRE PELEGI

A prefeitura de Suzano, cidade da Grande São Paulo com cerca de 290 mil habitantes, decidiu manter o valor da tarifa de ônibus.

A administração municipal informou na manhã desta segunda-feira (8) que negou o pedido da empresa Radial, responsável pelo transporte coletivo na cidade. A empresa solicitara aumento de 20,73% no preço da passagem, que passaria dos atuais R$ 4,10 para R$ 4,95.

A Radial apresentou uma planilha de custos, apontando gastos com manutenção e outros serviços.

A atual tarifa teve o último reajuste há um ano, quando subiu de R$ 3,80 para R$ 4,10, um reajuste de 7,89%. O aumento pedido agora pela Radial implica em mais do dobro do índice aprovado no reajuste passado. Na época, a Radial solicitou aumento de 28,95%, mas o prefeito autorizou apenas 7,89%.

A cidade de Suzano tem 23 linhas, que são operadas pela Radial com uma frota de 122 veículos. O serviço atende a cerca de 30 mil passageiros/dia.

JUSTIFICATIVA DA PREFEITURA

O prefeito Rodrigo Ashiuchi justificou a negativa em reajustar a tarifa pelo não cumprimento das melhorias prometidas pela concessionária dos serviços de transporte coletivo público.

Ashiuchi disse que a Prefeitura de Suzano aguarda a execução de melhorias no serviço que foram estabelecidas no início de sua gestão, em 2017, e que ainda não começaram.

As melhorias prometidas foram: a implantação de um terminal no distrito de Palmeiras; a melhoria dos abrigos de ônibus; a criação de um aplicativo para o transporte coletivo e a troca gradual da frota de ônibus da empresa Radial.

Diante disso, o prefeito julgou não ser o momento adequado para se pensar em aumento no preço da passagem de ônibus.

OUTRAS CIDADES REJEITARAM AUMENTO NA TARIFA

Suzano se junta assim a outras cidades brasileiras que se recusaram, por motivos diversos, a reajustar a tarifa dos ônibus municipais. É o caso de Belo Horizonte, e mais recentemente de Contagem e Betim, importantes cidades da região metropolitana de Belo Horizonte. Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2018/01/05/contagem-e-betim-nao-autorizam-reajuste-na-passagem-dos-onibus-municipais/

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

3 comentários em Suzano rejeita aumento da tarifa de ônibus; valor continua em R$ 4,10

  1. Parabéns pelo altitude do prefeito ônibus está um lixo ele que aumenta passagem de isso é uma vergonha

  2. Poxa mas a frota da Radial para Suzano foi comprada em 2013 toda OKM
    Além do mais esse Grupo Radial / ETT Carapicuíba, tem se não a melhor uma das melhores manutenções de todo o sistema de transporte tanto em Suzano, Ferraz, Poá e Carapicuíba todos municípios da Grande SP
    Além de operarem linhas Intermunicipais da EMTU nas mesmas regiões
    Reclamar da frota da empresa na minha opinião somente quem não conhece outras regiões

  3. Amigos, boa noite.

    Esse é o verdadeiro BLÁ BLÁ BLÁ DO BUZÃO BARSIL.

    Não da para entender.

    1) Não há um contrato vigente ??

    2) O que ele estabelece ??

    3) Somos um pais inflacionário.

    4) A política do aumento do Diesel, não existe, nem para o buzão e começou aumentar todo dia.

    5) Vamos e voltemos, mas é óbvio que há um desequilíbrio financeiro.

    6) Cumprir melhorias sem lucro é impossível, independentemente de ser a empresa de buzão A ou B.

    Acho um absurdo negar um aumento e nem pagar um subsídio extra.

    Depois as empresas saem fora e da-lhe decreto.

    Esse é o Barsil.

    Para encerrar:

    Para que serve então a licitação do buzão e os contratos assinados ???

    Creio que as empresas precisam ler melhor os contratos antes de assinar, pois como estão é prejuízo na certa.

    MUDA BARSIL.

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: