Saiba como fazer cadastramento para o Bilhete Único escolar em 2018

Estudantes que se declaram de baixa renda serão chamados ao longo do primeiro semestre para comprovarem as informações declaradas, no caso de nível superior e cursos técnicos

ALEXANDRE PELEGI

A partir desta quinta-feira, dia 4 de janeiro, os estudantes da capital já podem solicitar o Bilhete Único Estudante de 2018.

As exigências são as de sempre: é preciso estar matriculado em uma instituição de ensino cadastrada na SPTrans e ter manifestado a intenção de obter o cartão na escola onde estuda.

O próprio aluno pode fazer a solicitação por meio do site http://bilheteunico.sptrans.com.br

Para os estudantes que ainda não estão cadastrados no sistema, será preciso antes de tudo realizar seu cadastro. Para isso é preciso informar o RG e CPF, e enviar uma foto digitalizada recente.

O Bilhete será liberado a partir de fevereiro de 2018, início do novo ano letivo.

ESTUDANTE COM BAIXA RENDA TEM NOVO PROCEDIMENTO

Para os estudantes do nível superior ou técnico/profissionalizante, que não estejam vinculados ao Prouni, Fies, Escola da Família ou Cota Social, mas que tenham renda familiar de até 1,5 salário mínimo per capita (por pessoa), estes poderão realizar a Autodeclaração de Baixa Renda a partir do dia 8 de janeiro, próxima segunda-feira.

Graças a um convênio inédito com a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS), a SPTrans passará a utilizar o CadÚnico dos programas sociais, que serve para validar as informações declaradas por esses usuários.

inicialmente estes estudantes continuarão recebendo as cotas apenas com a Autodeclaração de Baixa Renda, mas durante o primeiro semestre serão convocados para entrevista presencial e apresentação de documentos nos postos de cadastramento do CadÚnico do seu município.

O convênio firmado pela SPTrans com a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social visa aprimorar o controle, evitando distorções, além de assegurar o benefício apenas aos estudantes que têm direito ao benefício.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

10 comentários em Saiba como fazer cadastramento para o Bilhete Único escolar em 2018

  1. Gabriel Estavarengo // 12 de janeiro de 2018 às 22:06 // Responder

    E aonde pegar essa autodeclaração? Isso eles não providenciaram!

  2. Gabriel, pelo que entendi essa declaração é aquela que preenchemos no portal/site do Bilhete único. Depois te convocam para comprovar, indo nesse “CRAS – Centro de Referência de Assistência Social”, levando a documentação para se cadastrar nesse CadÚnico.

  3. Como é solicitado ao estudante a comparecer na entrevista? É no próprio site da Sptrans ou pelo site?
    Antes da entrevista o cartão do passe livre poderá ser usado normalmente?

  4. É ridícula essa história de “descadastrarem” que já tinha o passe livre e fazerem se recadastrar nesse CADúnico. Cadastrem os novos usuários e não os antigos estudantes. É humilhante já precisar de ajuda do governo que te enfia nessa situação constrangedora de não ter renda descente pra se manter e ainda mais, no meu caso preciso pedir dinheiro emprestado para um parente todo dia antes de ir pra faculdade até a SPTrans resolver minha situação…

  5. Bom dia,
    Peço por gentileza verificarem qual o motivo não obtive respostas sobre o local de recebimento do bilhete ÚNICO ESPECIAL com acompanhante de Agostinha Maciel CPF: 424.386.596/53 e RG: 18.541.015-7, data de nasc. 14/10/1942 eu já digitei o meu e-mail,mas,até agora não me responderam

  6. JHONNY B FERNANDES // 21 de fevereiro de 2018 às 21:43 // Responder

    Onde verifico os locais para fazer a entrevista ?

  7. Daiane Suellen Cardoso // 6 de abril de 2018 às 14:55 // Responder

    Sou beneficiária do bolsa família e desempregada, estou usando o bilhete estudante com meia tarifa, porém ñ consegui aqui no site o passe livre. Como faço por favor? Obrigada.

  8. Rita de Cassia Bacchin // 29 de maio de 2018 às 16:51 // Responder

    Eu fui no CRAS e tinha que agendar para junho ou dirigir-se até o Descomplica/SP em São Miguel. O problema é que eu não tenho tempo nem para um, nem para outro, tenho que entrar mais tarde no trabalho pra fazer isso. Difícil.

  9. SPtrans deveria ter orientado direito estas pessoas logo q solicitaram o bilhete. Agora está acontecendo um bombardeio de pessoas querendo o NIS ( q inclusive foi explicado errado o q significa) e na capital é de uma forma. Quem reside em outro município da região metropolitana não vai obter o NIS ao chegar no CRAS . E se não houver prorrogação vão ter o beneficio suspenso e muito por falta da orientação correta por parte da SPtrans.
    Muito confuso as informações e muitas incorretas q vi em diversos sites.

  10. As pessoas nem sabem o q é o CRAS.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: