BYD está com novo vice de vendas para expansão de ônibus elétricos no mercado nacional

Publicado em: 3 de novembro de 2017

Wilson Pereira ao lado do repórter Adamo Bazani, em 2012m falando sobre 100 trólebus. Executivo agora vai coordenar vendas de ônibus elétricos com bateria.

Wilson Pereira atuou na comercialização de 100 trólebus para São Paulo em 2012, ainda à frente da Scania

ADAMO BAZANI

A fabricante chinesa de veículos elétricos BYD, que tem planta em Campinas, no interior de São Paulo, anunciou nesta sexta-feira, 03 de novembro de 2017, a contratação de um novo vice-presidente sênior de vendas de ônibus da BYD do Brasil.

Wilson Pereira , que assumiu o cargo em 1º de novembro, já tem experiência no ramo automotivo, ligado ao transporte coletivo, tendo atuado, por exemplo, na Scania.

Segundo nota da BYD, o novo executivo “terá como desafio implementar novas tecnologias no segmento de transporte de passageiros.”

No segmento de veículos não poluentes , Wilson Pereira tem experiência também. Ainda na montadora sueca, este envolvido na venda de 100 chassis de trólebus de 15 metros para a Ambiental Transportes, da Capital Paulista. Na ocasião, em 2012, o site Diário do Transporte, ainda quando era Blog Ponto de Ônibus, divulgou a informação em primeira mão. Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2012/09/03/sao-paulo-tera-100-trolebus-brt-de-15-metros-ate-novembro/

A BYD foi fundada em 1995 e hoje está presente com seus produtos em 50 países, em cerca de 220 cidades.  Ao todo, são 33 fábricas em diversos países, com 230 mil funcionários, sendo 20 mil engenheiros pesquisadores. Um dos sócios é o investidor e filantropo norte-americano Warren Buffet, considerado um dos homens mais ricos do mundo.

No Brasil, a BYD está com uma planta em Campinas desde 2015. A linha de chassis de ônibus foi inaugurada em 06 de abril de 2017, com cobertura do Diário do Transporte. Relembre:  https://diariodotransporte.com.br/2017/04/07/fabrica-de-onibus-eletricos-da-byd-campinas-ja-nasce-com-encomendas-diz-empresa/

No mesmo dia, a empresa inaugurou em Campinas a segunda unidade para produção de módulos fotovoltaicos. Segundo a nota, a BYD Brasil já emprega cerca de 460 funcionários nas cidades de Campinas e São Paulo, e terminará o ano de 2017 como a maior fornecedora de painéis solares no mercado Brasileiro.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Comentários

  1. Paulo Gil disse:

    Amigos, bom dia.

    Não é mudando o colaborador de vendas que a BYD vai vender.

    O buraco é bem mais embaixo.

    ACORDA SAMPA.

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta