Colocando-se no lugar do idoso: motoristas de ônibus de SP vão participar de ação de sensibilização

O objetivo será fazê-los enxergar público de mais idade sob uma nova perspectiva

ALEXANDRE PELEGI

Para um motorista de ônibus, que dirige um veículo gigantesco no trânsito da capital, se colocar no lugar das pessoas mais vulneráveis é essencial.

Os idosos representam 1/3 das mortes por atropelamento em São Paulo. São os que mais têm dificuldade para atravessar as ruas, diante dos tempos semafóricos muito acelerados. São os mais prejudicados no acesso a veículos de transportes com piso alto, como alguns ônibus e principalmente trens da CPTM.

Raramente muitos idosos conseguem lugar para viajar sentados, mesmo com lugares reservados, o que torna o equilíbrio diante da velocidade e do arranque do veículo um desafio constante. O risco de queda é iminente, e sempre muito perigoso.

Pensando em todos esses aspectos a SPTrans realiza, nesta terça-feira, dia 31 de outubro, uma ação de humanização no atendimento aos idosos no transporte coletivo. A proposta é promover a empatia. E chamar a atenção para o respeito mútuo.

Colocando-se no lugar do idoso, os motoristas de coletivos vão usar uma vestimenta especial com peso nas pernas, braços e costas, além de óculos e fones de ouvidos, situações que simulam as limitações de uma pessoa idosa de 85 anos de idade. O objetivo: fazê-los enxergar esse público sob uma nova perspectiva.

Da mesma forma como foi realizado com ciclistas durante o Maio Amarelo, quando os motoristas de ônibus trocaram de lugar com os ciclistas: foram pedalar, enquanto estes foram para dentro de um ônibus superarticulado guiado por um instrutor. Algo do tipo: coloque-se no meu lugar!

A atividade será realizada em parceria com a Coordenação de Políticas para Idosos, da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, e ocorrerá das 8h às 12h, no Polo Cultural da Terceira Idade, no Cambuci. Está prevista a participação de mais de 50 motoristas de empresas de ônibus que operam na cidade de São Paulo.

Além desta ação, os profissionais ouvirão depoimentos de usuários idosos sobre suas experiências no deslocamento de ônibus e assistirão às apresentações “Envelhecer em São Paulo” e “Perfil de atendimento do transporte público”.

A iniciativa integra a ação “Motorista Amigo do Idoso”, inserido no programa Viagem Segura, da SPTrans, que promove atividades para eficiência no atendimento e na segurança dos usuários de ônibus na cidade de São Paulo.

SERVIÇO

Data: 31/10

Horário: das 8h às 12h

Local: Polo Cultural do Idoso – Rua Teixeira Mendes, 262 – Cambuci

PROGRAMAÇÃO:

08h00 – Recepção

08h30 – Abertura com as autoridades presentes

09h00 – Apresentações: Envelhecer em São Paulo e Perfil de atendimento do transporte público

09h30 – Apresentação do conceito da roupa de simulação e relato da experiência do uso da roupa pelos motoristas

10h10 – Intervalo

10h30 – Depoimentos dos Idosos

11h30 – Manifestação de compromisso para melhorar a qualidade do atendimento

12h00 – Encerramento

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Paulo Gil disse:

    Amigos, boa tarde.

    Conforme consta no post acima:

    “Está prevista a participação de mais de 50 motoristas…”

    Melhor nem fazer.

    Se são 15000 buzões, no no mínimo são 15000 pilotos

    Mais um desperdício do dinheiro do contribuinte.

    Só marketing.

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta