Bilhetes múltiplos do Metrô e da CPTM valerão até o dia 15 de novembro

Segundo companhia, validadores passarão por atualização tecnológica

ADAMO BAZANI

Apesar de deixarem de ser comercializados em 2006, os bilhetes de Metrô e da CPTM, múltiplos de 2 e 10, feitos de papel com tarja magnética (Bilhetes Plataforma Edmonson Múltiplo de 2 (M2) e Múltiplo de 10 (M10)) , ainda são utilizados.

Mas os passageiros que possuem este tipo de bilhete devem estar atentos porque o Metrô ou a CPTM só vão aceitar esta forma de pagamento até o dia 15 de novembro.

Não será possível trocar estes bilhetes por créditos.  Assim, quem tiver estes passes deve correr para usá-los.

A mudança está prevista numa resolução da STM – Secretaria de Transportes Metropolitanos .

As vendas acabaram em 2006 quando o Bilhete Único passou a ser usado no sistema de trens e metrô.Em maio de 2006, foi instituído o Bilhete Fidelidade. O passageiro pode fazer recargas de 8, 20 ou 50 viagens. Quanto maior o número carregado, maior o desconto concedido em cada viagem.

Segundo a STM, haverá atualização tecnológica dos validadores embutidos nas catracas das estações que não vão mais ler estes bilhetes.

Os bilhetes unitários continuam sendo aceitos normalmente

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta