MAN lança micro-ônibus escolar de 10 toneladas para 44 passageiros

Modelo de 10 toneladas para operações fora-de-estrada, com carroceria Marcopolo Senior

Anúncio vem com a estimativa de retomada do “Caminho da Escola”

ADAMO BAZANI

A Volkswagen-MAN anunciou de forma oficial, nesta segunda-feira, 09 de outubro de 2017, o lançamento do micro-ônibus escolar chassi: Volksbus 10.160 ODR.

O modelo, de PBT de 10 toneladas, é configurado para receber carrocerias com capacidade para até 44 passageiros. Um dos diferencias é que o modelo já vem com poltrona móvel automática, que deve ser padrão exigido pelo Governo Federal a partir de julho do ano que vem.

O veículo se enquadra na categoria ORE-2, Ônibus Rural Escolar 2, e, segundo a fabricante, visa preencher uma lacuna no mercado. Até então, para carrocerias que acomodassem 44 alunos ou 60 alunos do ensino básico inicial só havia disponível chassis de 15 toneladas.

De acordo com o supervisor de Marketing do Produto da MAN, Ricardo Yada, em nota, o chassi de 10 toneladas consegue fazer o mesmo tipo de atendimento que um de 15 toneladas, mas com custos reduzidos.

“Na configuração ORE 2 , isso não se faz necessário, visto que com o Volksbus 10.160 ODR nós conseguimos atender com a mesma robustez, confiabilidade e segurança dos atuais 15.190 ODR, porém com um custo de aquisição e operação consideravelmente menor, com a qualidade já conhecida pelo mercado”, explica na nota

Em agosto deste ano, a concorrente Mercedes-Benz apresentou um modelo de micro-ônibus dentro dos parâmetros de Caminho da Escola, de 9,4 toneladas, também de olho nesta brecha de mercado. Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2017/08/10/mercedes-benz-apresenta-novo-modelo-para-o-caminho-da-escola/

Segundo nota da MAN, começou a ser desenvolvido no início de 2016 sob supervisão do FNDE – Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação e é “equipado com suspensão, chassi e eixos reforçados, para que os veículos fora de estrada possam ultrapassar os terrenos acidentados e as mais diversas situações de pavimentação do país.”

A montadora ainda explica que o dispositivo de poltrona móvel – DPM permite maior acessibilidade às crianças com deficiência pelo fato de poderem sentar junto com os demais alunos e traz a vantagem de oferecer a capacidade máxima de lotação do modelo, independentemente do uso. Se não houver nenhum aluno que necessite de cadeira de rodas, as poltronas podem ter uso comum.

Com poltrona móvel, espaço interno no veículo é melhor aproveitado e crianças com deficiência são transportadas de forma mais confortável, garante montadora

O supervisor de Engenharia Avançada Ônibus, Argel Franceschini, diz que na poltrona móvel, o estudante com deficiência viaja com mais conforto que na cadeira de rodas afixada dentro do veículo.

“Além de facilitar a acessibilidade através do DPM, dispensamos a necessidade de o aluno viajar todo o trajeto em sua cadeira de rodas, proporcionando maior conforto, segurança e igualdade entre todas as crianças. Durante as avaliações do DPM, foi perceptível no olhar das crianças a alegria de poder ir à escola sentados na mesma poltrona que os demais colegas, facilitando a sua interação e inclusão junto aos demais alunos”

Na nota, a MAN traz as principais características dos modelos com o padrão “Caminho da Escola” , no qual atua desde o início, há 10 anos:

  • Eixo trativo com bloqueio do diferencial
  • Pneus de uso misto para aplicação rural, adequados a estradas não pavimentadas.
  • Suspensões reforçadas e elevadas, com molas trapezoidais de lâminas retas, assegurando maior durabilidade, robustez e fácil manutenção, além de maior altura para sobrepor obstáculos durante as rotas pelo interior do Brasil.
  • Eixo dianteiro com viga em aço forjado, maior durabilidade e vão livre em relação ao solo evitando danos ao veículo ou as suspensões.
  • Ângulos de ataque e saída do veículo maiores para facilitar a circulação do mesmo nas vias rurais.
  • Chassis reforçado, com isso trabalhamos com um veículo que possui um folga de capacidade, assegurando uma vida útil maior do produto, uma vez que o mesmo opera em condições severas e com manutenção não frequente.
  • Freios a tambor, maior durabilidade dos freios com manutenção simples.
  • Maior largura interna, 2.300 mm, aumentando o conforto aos alunos.
  • Altura de saia lateral elevada, superior a 550 mm, facilitando a sobreposição de obstáculos sem danificar a carroceria do veículo.
  • Parachoque traseiro retrátil, segurança e flexibilidade durante a operação.
  • Protetor metálico frontal para radiador e cárter, evitando danos aos mesmos durante a operação rural.
  • Manutenção simples e reduzida

Depois de em 2016 ficar praticamente estagnado, o “Caminho da Escola” deve voltar ao ritmo anterior e ainda neste ano deve haver a licitação que vai escolher as fabricantes das categorias de modelo.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

5 comentários em MAN lança micro-ônibus escolar de 10 toneladas para 44 passageiros

  1. Chassis DEZ! Carroceria Bah! O fato de para uso rural não necessariamente tem que paracer um “brucutu”. O desafio dos designers é conseguir se superar e criar algo robusto, confortavel, SEGURO e menos feio.

  2. Muito bom

  3. Teria que trocar as lateral de dentro por material mais resistente

  4. Amigos boa noite.

    Esse chassi será o futuro do buzão de Sampa quando for implanta a rede a lá Paulo Gil, depois que os Aerotrens estiverem rodando totalmente.

    PREVISIVELLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL

    Um micro, ágilzinho e com 44 lugares, showwwwwwwwwwwwww

    Att,

    Paulo Gil

  5. isso ai parece um senior da marcopolo mais mt boa a iniciativa da Man

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: