As melhores empresas de transportes do Brasil, segundo a ANTP

Empresários de ônibus e gestores públicos premiados com diretoria da ANTP

Prêmio da Associação Nacional de Transportes Públicos, um dos mais respeitados do País pelo seu rigor, procura estimular a qualidade nos serviços de mobilidade

ADAMO BAZANI

O que é necessário para uma empresa de transportes públicos ter qualidade? Ônibus novos? Sistemas informatizados? Uma boa garagem? Também, é verdade, mas um aspecto fundamental é a gestão.

Bons processos internos numa empresa, ampliação da eficiência, gerenciamento adequado de pessoal, melhoria na manutenção da frota e nas formas de comunicação são ações e mudanças que ocorrem dentro das garagens e se refletem na qualidade para o cliente final do sistema: os passageiros.

O que adianta, por exemplo, o ônibus ser novo, mas não ser bem operado? Ou tudo na garagem ser informatizado e os profissionais não saberem o que fazer com os dados gerados?

E com o intuito de estimular boas práticas de gestão e relacionamento das empresas de transportes com a comunidade é que foi realizada a 11ª edição do Prêmio ANTP de Qualidade, da Associação Nacional de Transportes Públicos, que teve cobertura do Diário do Transporte, nesta quarta-feira, 04 de outubro de 2017.

Esta edição englobou um ciclo ocorrido entre os anos de 2015 e 2017 e avaliou aspectos como sistemas de gestão, resultados de cada empresa participante, liderança, planejamento, satisfação de passageiros e comunicação entre os funcionários, com o poder público e com a sociedade.

As empresas receberam troféus ouro, prata e bronze, de acordo com o atendimento aos requisitos exigidos pela ANTP. A definição dos vencedores se deu por meio de uma banca julgadora multidisciplinar formada por especialistas na área de transportes.

Confira os vencedores:

Troféu Ouro:

Ao centro, diretora-executiva da HP Transportes, Indiara Ferreira, segura troféu ouro.

HP Transportes Coletivos, de Goiânia – Operadora Rodoviária Urbana e Metropolitana de Transportes

Ônibus da HP em Goiânia

A empresa atende em torno de 50% da área Sul de Goiânia e possui aproximadamente 350 ônibus. Também opera no Distrito Federal, consorciada pela Urbi, que tem 528 veículos.

Troféu Prata:

Diretor-presidente da Viação Nobel, Haroldo Isaak, do Grupo Leblon Transporte de Passageiros, com troféu prata

Viação Nobel, de Fazenda Rio Grande, no Paraná, do Grupo Leblon Transporte de Passageiros. – Operadora Rodoviária Urbana e Metropolitana de Transportes

Ônibus da Viação Nobel e da Leblon em Terminal de Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba, no Paraná

A empresa tem 45 ônibus e opera linhas municipais na região metropolitana de Curitiba, no Paraná. Faz parte do Grupo Leblon Transporte de Passageiros. A Leblon atende as cidades de Mandirituba, Fazenda Rio Grande e Curitiba.

Troféu Bronze:

Diretor-presidente da Rouxinol, Júlio Cezar Diniz, ao centro, com troféu bronze

Rouxinol Transporte e Turismo, de Contagem, em Minas Gerais, – Operadora de Fretamento.

Ônibus da Rouxinol em Belo Horizonte

A Rouxinol possui 222 veículos, entre ônibus convencionais rodoviários, urbanos para transporte de fretamento dentro de empresas-clientes, micro-ônibus e vans, com atuação em Belo Horizonte, Contagem e região

Troféu Bronze:

Diretora de Ação Regional e Operação da BHTrans, Deusuíte Matos Pereira de Assis, com troféu bronze da ANTP.

BHTrans – Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte, gestora pública.

Entre as incumbências da BHTrans está gerenciar o sistema BRT Move

A BHTrans gerencia trânsito, sistema de táxis e transportes privados, além dos serviços de ônibus, entre os quais o BRT Move, de Belo Horizonte. O sistema de ônibus transporta diariamente 1,4 milhão de passageiros, dos quais, em torno de 500 mil no Move. São cerca de 300 linhas atendidas por aproximadamente 300 ônibus.

“O Prêmio ANTP de Qualidade é um incentivo e um programa de treinamento com vistas à melhoria dos transportes. Avaliamos os sistemas das empresas e seus resultados, a liderança, o planejamento e a comunicação das empresas com seus funcionários, poder público e seu cliente final, que é o passageiro. Se a empresa funciona bem em seus processos, atende melhor à população” – explicou o Coordenador Nacional do Prêmio ANTP de Qualidade, Alexandre Rocha Resende.

Coordenador Nacional do Prêmio ANTP de Qualidade, Alexandre Rocha Resende

O executivo também contou que podem concorrer à premiação qualquer empresa de transporte público, independentemente de seu porte. Alexandre também destacou que hoje, um dos aspectos mais relevantes para as empresas de ônibus é a comunicação e, neste processo, destacou as mídias sociais.

“Considero investimento em comunicação, com destaque inclusive para mídias sociais, como inevitável para o setor de transportes que, a exemplo de qualquer outra atividade, tem de falar com a sociedade e, com isso, entender melhor o que as pessoas esperam das empresas” – disse Alexandre Resende

Presidente da ANTP, Ailton Brasiliense

“Com certeza quem ganha com a premiação é o passageiro. O prêmio estimula as empresas de transportes a se pautarem por resultados. A satisfação do passageiro e o reconhecimento dos serviços são levados em conta pela ANTP. Todos estes esforços são para o cliente final. Com melhorias nos processos internos de cada empresa, toda a cadeia dos transportes tem benefícios” – disse o presidente da ANTP, Ailton Brasiliense Pires.

Para Ailton Brasiliense, o foco na qualidade é essencial para o transporte público reverter a tendência de queda de demanda.

“A resposta está na qualidade. É claro que há outros fatores, como a modicidade tarifária, mas as pessoas devem sentir que está valendo a pena pagar esta tarifa. Não basta esperar apenas das empresas de transportes. O poder público é responsável por criar políticas que priorizem o transporte coletivo no espaço urbano e nos investimentos, mas, com boa gestão, as empresas podem fazer sua parte e melhorar o atendimento e a atratividade do transporte. As cidades não suportam mais tantos automóveis circulando ao mesmo tempo. Quando falamos em qualidade dos transportes, abordamos algo muito maior, a qualidade de vida” – explicou.

“A boa gestão é fundamental para que uma empresa de transportes de passageiros ofereça qualidade e, o maior ativo deste processo, são as pessoas. Nós temos a prática de englobar na gestão todos os funcionários, não só os líderes e gerentes. Deixamos claro que desde o cargo mais simples até a diretoria e presidência, todos fazem gestão. E o resultado é esse. Já temos dois troféus ouro e um prata” – disse a diretora-executiva da HP Transportes, Indiara Ferreira.

“O prêmio é um programa específico para os transportes e suas metodologias enriquecem muito a gestão de uma empresa. Por meio dele, tivemos a oportunidade de conhecer outras empresas e trazer o melhor do País para a população de Fazenda Rio Grande. O Grupo Leblon sempre teve foco na excelência e na qualidade. Somos a mais antiga empresa de transportes da América Latina a ter a certificação ISO 9001, de qualidade. O prêmio ANTP nos ajuda na busca de melhoria contínua. Agradeço a todos os colaboradores da Nobel por mais esta conquista. A maturação dos princípios da qualidade estabelecidos fortaleceu a empresa frente à crise que hoje enfrenta todo o País.” – disse o diretor-presidente do Grupo Leblon, Haroldo Isaak.

“O prêmio é importante porque nos dá parâmetros. Mostra que estamos no caminho certo para superar todas as dificuldades. Administração e boa gestão é foco que sempre tivemos e a ANTP com esta premiação nos ajuda a aperfeiçoar nosso trabalho. É a segunda vez consecutiva que a Rouxinol, uma empresa de fretamento, tem esta conquista. Só temos a agradecer nossos clientes e colaboradores” – disse o diretor-presidente da Rouxinol Transporte e Turismo, Júlio Cézar Diniz.

“Com o prêmio aprendemos muito e temos oportunidade de ter contato com a gestão e operação dos transportes de grande parte do País. O que pode-se entender como desafio de qualidade para uma gerenciadora? É tomar ações que visam reduzir o número de acidentes, diminuir o interesse pelo transporte individual motorizado ao mesmo tempo que aumentamos a atratividade do transporte coletivo e dos deslocamentos a pé e de bicicleta. Temos muito ainda para fazer, mas buscamos sempre aprimorar nosso trabalho” – disse a diretora de ação regional e operação da BHTrans, Deusuíte Matos Pereira de Assis.

O Prêmio ANTP de Qualidade surgiu em 1995 e é bienal. As empresas que concorrem, aderem espontaneamente, mas devem obedecer critérios de gestão, atendimento ao cliente e comunicação elaborados pelos técnicos que foram a associação.

Desde a criação, segundo o coordenador do prêmio, Alexandre Rocha Resende, foram realizados 320 eventos em 140 cidades de 20 estados. Ao todo, foram registrados 18 mil participantes e cerca de 200 empresas implantaram as metodologias de melhorias contidas no programa da premiação.

O Prêmio ANTP deu origem a outras ações que visam estimular a troca de informações e experiências entre empresas de transportes, dentre as quais:

– Prêmio Boas Práticas no Transporte, desde 2001 em parceria com a Abrati – Associação Brasileira das Empresas de Transporte Terrestre de Passageiros, voltada para a promoção de bons exemplos que podem ser aproveitados pelas companhias que prestam serviços rodoviários de média e longa distância.

– Curso de Gestão, Excelência e Desempenho, em parceria com a Fetranspor. Procura capacitar os empreendedores do setor para desenvolverem modelos de excelência em gestão de transportes. Foram três edições desde 2014, com 34 alunos por turma.

– Caderno Técnico da ANTP para Excelência em Gestão de Transporte e Trânsito: explica como implantar metodologias para melhor administração das empresas e consequentemente ampliação da qualidade de operação. Está na segunda edição.

– Rede Compara: Utilizando ferramentas tecnológicas, o sistema auxilia empresas que já estão cientes das mais adequadas metodologias, mas que têm dificuldades de análise dos dados e comparação de resultados com outras empresas.

Homenageados na edição do Prêmio ANTP

A premiação também fez uma homenagem a profissionais de diversas especializações que atuam para o setor de transportes: Alberto da Costa Barroso (doutor em Ciências na área Inovação Tecnológica e Organização Industrial de Engenharia de Produção da COPPE/UFRJ), Ana Rosa Chopard Bonilauri (Universidade Corporativa do Transporte UCT), Cassia Maria Terence Guimarães (ANTP), Ciro Marcos Rosa (Abrati), Jaderson Gomes da Silva (Analista da Qualidade na Viação Nossa Senhora de Lourdes S.A.), Natalina Alice Couto Dimeira (BHTrans), Paulo Roberto Saccol (Medianeira Transportes), Regina Rocha de Souza Pinto (Fesp – Federação das Empresas de Transportes de Passageiros por Fretamento do Estado de São Paulo), Rodrigo Mata Tortoriello (secretário de Transporte e Trânsito de Juiz de Fora/MG), Sérgio Antônio Ribeiro (engenheiro e especialista em redes de metrô), Thiago França Cabral (secretário de Mobilidade Urbana de Cuiabá).

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

9 comentários em As melhores empresas de transportes do Brasil, segundo a ANTP

  1. SDTConsultoria em Transportes // 5 de outubro de 2017 às 08:59 // Responder

    A todos os participantes meus PARABÉNS. Em especial à Viação Nobel que está muito próximo da minha região.

  2. E cadê as paulistas? Cadê? A maioria está na categoria Latão mesmo…

  3. Anderson Oberdan // 5 de outubro de 2017 às 10:52 // Responder

    Tem um livro do Augusto Cury que diz: “As conquistas dependem de 50% de inspiração, criatividade e sonhos, e 50% de disciplina, trabalho árduo e determinação. São duas pernas que devem caminhar juntas.”

    Sendo assim parabéns a TODOS principalmente a Viação Nobel e ao Grupo Leblon que continuam mantendo este sonho e esta determinação em ter na Fazenda Rio Grande, cidade que nasci, cresci e que reservo muito carinho, uma empresa que continua servindo de modelo de excelência em gestão e transporte para todo Brasil, afinal chegar entre os melhores é uma conquista mas se manter entre os melhores é um desafio!

  4. Parabéns a Rouxinol e ao grande empreendedor Júlio Cesar Diniz, pela coragem, ousadia e determinação. Com muito profissionalismo e respeito, conseguiu alcançar o maior objetivo, e muito merecido prêmio.

  5. Amigos, boa noite.

    “PELA OBRA SE CONHECE O AUTOR”

    Parabéns a todos!

    Att,

    Paulo Gil

  6. Oberdam Kfuri Mendes // 5 de outubro de 2017 às 20:15 // Responder

    Parabéns, Julio Cezar Diniz, Vendo a Rouxinol Turismo entre as melhores empresas de transporte do Brasil, nos mineiros nos sentimos orgulhosos, principalmente seu amigo que acompanhou e torceu pelo seu sucesso desde o início. Sergio Torres Soares, parabéns também, seja meu porta voz entre os funcionários parabenizando pelo feito.Abçs.Oberdam

  7. Parabéns Júlio da rouxinol, você e sua equipe sempre nos surpreende como trabalhar com dinamismo mostrando cada vez mais que com gestão e eficiência é que se faz a diferença…

  8. Marcos Venicios de Oliveira // 9 de outubro de 2017 às 12:26 // Responder

    Tive em Goiânia esta semana, andei com o transporte público e questiono esse troféu de ouro, inclusive não deveria estar nem perto desta lista… O transporte é ruim, os usuários com quem conversei estão reclamando demais, não entendi a relação da teoria com a realidade.. A manutenção dos ônibus pelo que me passaram não é tudo isso não pra se ganhar um troféu de ouro…

1 Trackback / Pingback

  1. BHTrans deve conceder à iniciativa privada manutenção das estações do BRT Move – Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: