Doria demite secretário do Verde e do Meio Ambiente, Gilberto Natalini

Publicado em: 18 de agosto de 2017

Natalini diz que ainda há pontos a serem mudados no novo substitutivo

Motivo seriam desencontros de posturas

ADAMO BAZANI

O secretário do Verde e do Meio Ambiente da cidade de São Paulo, Gilberto Natalini (PV), deve deixar o cargo na próxima terça-feira, 22, e reassumir o mandato de vereador na Câmara Municipal.

Os principais motivos para a decisão do prefeito João Doria (PSDB) são os desentendimentos e desencontros de posturas entre o chefe do executivo municipal e Natalini.

O secretário, que desde a época de vereador esteve à frente das discussões sobre a troca de ônibus movidos a óleo diesel por modelos menos poluentes, também se indispôs com prefeito a respeito de fiscalizações na área ambiental e sobre uma suposta máfia envolvendo empresas construtoras na cidade.

Natalini também é apontado como um dos empecilhos à construção em São Paulo de obras com maior impacto ambiental.

Um acerto político para dar uma vaga em alto escalão para algum nome do PR também pesou na decisão de Doria.  Um dos nomes cogitados é o vereador Toninho Paiva.

Ainda não foi definido substituto para a pasta.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Comentários

  1. J.C.S.B. disse:

    Uma pena. Natalini é um homem de ideias, coerente e decente. Dória está se mostrando ser apenas mais um, está desandando.

Deixe uma resposta