Morre um dos pioneiros dos transportes da grande São Paulo

Caio Gabriela, um dos ônibus que marcaram história na Urubupungá

Belchior Saraiva, de 94 anos, começou com panificadora e entrou no ramo de transportes em 1973

ADAMO BAZANI

Morreu nesta quarta-feira, 09 de agosto de 2017, aos 94 anos, o empresário Belchior Saraiva, diretor e um dos fundadores do Grupo NSO – Nossa Senhora do Ó, composto atualmente pelas empresas Viação Santa Brígida, da Capital Paulista, Viação Cidade de Caieiras, de Caieiras, e Auto Viação Urubupungá, de Osasco e região.

Belchior é considerado um dos pioneiros da história contemporânea dos transportes na capital  paulista e Grande São Paulo.

Nascido em Portugal, começou os negócios no Brasil com a Panificadora Nossa Senhora do Ó. Em seguida, comprou a empresa Laminação Nossa Senhora do Ó.

Em 1973, diante do crescimento das cidades e de uma oportunidade de negócios, entrou para o ramo de transportes de passageiros, comprando a Auto Viação Urubupungá, empresa criada em 1966.

Na empresa, Saraiva teve acesso ao mundo dos transportes de pessoas e, além de aprender o ramo bem diferente dos demais que atuava, também contribuiu para expansão do setor.

Foi na empresa que ocorreram os primeiros testes oficiais de ônibus a etanol, em 1979, na linha intermunicipal Ponte Pequena – São Paulo X Barueri . O modelo era O- 364, da Mercedes-Benz, originalmente movido a diesel, que teve algumas configurações alteradas.

Ônibus movido a etanol no fim dos anos de 1970. Experiência ajudou no desenvolvimento de novas tecnologias.

Em 1980, Saraiva expandiu a atuação no ramo de transportes e comprou, na capital paulista, a Viação Santa Brígida, empresa fundada em 1960.

Como as áreas urbanas cresciam no Brasil ainda nos anos de 1980 e o fluxo migratório de diversas regiões do País para São Paulo era grande, as necessidades de transportes se ampliavam e apareciam mais oportunidades no setor.

Em 1986, o empresário criou a Urubupungá Transportes e Turismo, voltada para o fretamento, atendendo a uma demanda da indústria, que precisava de transporte de mão de obra. Ainda nesta década, a expansão industrial em São Paulo e região metropolitana era notória.

Em 1998, o Grupo NSO comprou a Viação Cidade de Caieiras. A empresa Viação Cidade de Caieiras Ltda foi estruturada por meio da compra da Viação Cidade de Caieiras, Viação Ladário e Recanto Transportes e Turismo.

Desde 2001, a empresa opera também no município de Franco da Rocha, com o nome fantasia “Nossa Cidade”.

De acordo com a assessoria de imprensa do Grupo NSO,  hoje as empresas têm cerca de 9 mil funcionários, 2 mil veículos, em torno de 180 linhas urbanas e, aproximadamente, 600 linhas atendidas pelo fretamento.

Saraiva deixa três filhos e oito netos.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

22 comentários em Morre um dos pioneiros dos transportes da grande São Paulo

  1. Olá, Adamo. Boa tarde. Boa matéria. Aproveito apenas para inserir mais uma informação. Em 1978 assim que a Viação Santa Brigida começou a operar linhas na zona noroeste, atuou em consórcio com a E.A.O.V. Pirituba Ltda. Quando ocorreu o processo de incorporação com a Urubupungá a “Pirituba” foi incorporada também.

    • Sou funcionário nunca eu. o conheci trabalho à dez anos na viação caieras desejo que descanse em paz obrigado por tudo pelas oportunidades à todos que o abençoe aonde estiver 🙏🙏🙏

  2. E, num setor da economia em que muitos empresários usaram as empresas apenas para enriquecimento de deixaram um rastro de inadimplência em direitos trabalhistas, é louvável destacar a atuação do Sr. Saraiva à frente das suas empresas cumprindo a legislação trabalhista e efetuando pagamentos em dia, motivo pelo qual nos últimos 30 anos pude observar pouquíssimas greves de funcionários da empresa, salvo paralisações gerais. Infelizmente ainda estamos numa fase econômica e política que cumprir direitos trabalhistas não é algo normal e rotineiro.

  3. EdiLeonardo Reis // 9 de agosto de 2017 às 15:16 // Responder

    Minhas condolências à família e meu respeito à esse ilustre cidadão

  4. Elivelte Sizino do Prado // 9 de agosto de 2017 às 17:50 // Responder

    Foi um empresário respeitado no ramo de transporte de passageiros. Deixou um legado importante.

  5. Amigos, boa noite.

    Apesar do momento, foi muito legal conhecer a historia da “Urubu” (marca carinhosamente encurtada pelo jeitinho brasileiro) e do Sr, Belchior Saraiva, é claro.

    Além dos comentários acima, uma das grandes qualidades do Sr.Belchior Saraiva, foi manter a qualidade e tradição da Urubu (ex Luiz Gatti), da Santa Brígida e da EAOV Pirituba, empresas das quais fui usuário quando criança e muleque.

    Outra qualidade foi levantar a qualidade da Ladário, da Caieras e da Recanto.

    Não sei se a Francorrochense foi no pacote, à época, mas se foi, levantou a qualidade também.

    Bom o legado deixado pelo Sr. Belchior Saraiva é imortal, pois ele deixou a lição de como uma empresa de buzão deve ser.

    Basta seguir os ensinamentos deixados pelo Sr. Belchior Saraiva.

    Att,

    Paulo Gil

  6. É uma perda lastimável para família, amigos, colaboradores e todo o setor econômico empresarial do estado de São Paulo! Belchior Saraiva é e sempre será referência de dedicação, garra empreendedorismo e respeito aos colaboradores de suas empresas e de toda a população por oferecer um transporte de qualidade e confiança! Meus sentimentos à todos…..

  7. José Hildebrando Marcondes // 9 de agosto de 2017 às 19:55 // Responder

    Nossa que Deus o Tenha ,conheço esta empresa quando era na rua Alameda Campinas com a rua Eduardo Prado na Barra Funda sempre foi uma empresa bem organizada não conheci o Sr Saraiva Pessoalmente mas fica aqui meus sentimentos a Familia. José

  8. Vicente Menezes de Paula. // 9 de agosto de 2017 às 20:30 // Responder

    Adorava a simplicidade com que conduzia a educação aos seus filhos, na condução das empresas .
    Com certeza seus filhos saberão com maestria levar ao sucesso as empresas deixadas pelo pai.

  9. Maria Aparecida de Morais // 9 de agosto de 2017 às 20:32 // Responder

    Fácil é adjetivar a pessoa do Sr. Belchior. Um homem justo, humano e moderno. Existem pessoas, ainda que poucas, que passam em nossas vidas e nos deixam exemplos, e uma delas foi o Sr. Saraiva. Vá com Deus.

  10. Eliseleide Bonilha // 9 de agosto de 2017 às 22:01 // Responder

    Tenho orgulho de pertencer ao quadro de funcionários da auto viação Santa Brígida. Vovô Saraiva , carinhosamente falando,foi exemplo de, garra , visão, empreendedorismo,e HUMILDADE. Descanse em paz vovô Saraiva. Minhas sinceras condolências a família.

  11. José Guedes Pereira // 9 de agosto de 2017 às 22:18 // Responder

    O Sr.Belchior sempre foi um empresário de um profissionalismo invejável, juntamente com seus familiares construiu um império no setor de transporte coletivo. Meus profundos sentimentos à todos familiares.

  12. Jackson de Sousa leite // 9 de agosto de 2017 às 23:07 // Responder

    José ruas vaz tambem começou com uma padaria.

  13. Legado de lealdade e respeito entre os sócios Sr Saraiva, Sr Manuel Marques e seu irmão. Respeito ao ser humano inigualável…. Que nos sirva sempre de aprendizado está história inspiradora. Giulio Claro

  14. José Linaldo Lins // 10 de agosto de 2017 às 13:43 // Responder

    Trabalho no Grupo NSO – Nossa Senhora do Ó a mais de 22 anos, tenho como lembrança do Sr. Belchior Saraiva, a garra de querer e querer trabalhar sempre todos os dias, não tinha preguiça, lógico dentro das suas condições de saúde, mas até 20 dias antes de partir ou até menos dias, estava no prédio do CENSO na Jaguara, andando devagarinho, mas trabalhando. Que força e garra. Sr. Belchior Saraiva até logo, em breve estaremos juntos do senhor e de todos que estão no Céu Celestial, juntos de Deus. Amém.

  15. Carolina Boschiero // 10 de agosto de 2017 às 14:24 // Responder

    Tive a honra de conhecer sr. Saraiva, um homem estremamente educado, ético, trabalhador e um exemplo a ser seguido. Meus sentimentos a toda família.

  16. filha do sr manuel a rita diretora da urubu morreu a menos de um mes

  17. manuel e cunhado do saraiva

  18. E agora qual ser o fim das empresas, será que vai ter continuidade? Pois muitas foram dissolvidas com o falecimento do seu criador. ( Um Exemplo e a Viação Santa Cecilia que dominava a região oeste, que com a morte de seu criador os filhos não souberam conduzir)

  19. Na verdade a primeira empresa fora a Urubupunga que foi comprada foi a Viação Sao Bento em 1979 ! Saraiva morreu milionário mas não leva um tostão! Mas leva e prestará contas dos direitos suprimidos de milhares de seus empregados!

  20. Carlos Alberto moreira // 11 de agosto de 2017 às 03:21 // Responder

    Bom dia .
    Eu trabalhei neste grupo por 9 anos conheci bem pouco mas este pouco foi muito bom aprender ok e trabalhar numa empresa que tem nome .com seu Saraiva um homem de porte sem dúvida vai deixar saudades espero que seus filhos possa levar este grupo a frente meus sentimentos aos familiares .😢😢

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: