Greve de motoristas de ônibus em Sorocaba é acompanhada por Oficiais de Justiça

Publicado em: 21 de julho de 2017

A prefeitura agiu para evitar a retomada da greve no transporte coletivo em Sorocaba, reunindo empresas e sindicato nesta terça-feira (18)

Eles estiveram nas garagens dos ônibus verificando cumprimento da liminar de tutela antecipada

ALEXANDRE PELEGI

De acordo com informações da Urbes-Sorocaba, oficiais de justiça foram nesta manhã às garagens das empresas Sorocaba Transportes Urbanos (STU) e Consor. Eles cumprem determinação do juiz relator Hamilton Luiz Scarabelim, do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 15ª Região. As empresas operam o transporte coletivo em Sorocaba.

Os oficiais de Justiça foram às garagens às 6:00 para acompanhar o cumprimento da liminar de tutela antecipada pelo Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região. Mais tarde, segundo informações da Urbes, os oficiais comparecerão aos dois terminais de ônibus da cidade.

A liminar determina que 70% da frota das duas empresas circule nos horários de pico (das 6h às 9h e das 17h às 20h) e 50% nos demais horários. De acordo com a prefeitura, as empresas estavam cumprindo a determinação no início da manhã de hoje. No total estavam em  operação 246 ônibus: 122 ônibus da STU e 124 da Consor.

Ontem, conforme noticiamos, a greve da categoria foi retomada após o sindicato da categoria rejeitar a proposta de reajuste salarial da Prefeitura e das empresas. A nova oferta propunha o repasse da inflação do período mais meio por cento, o que o totalizou 4%, retroativo a maio; além de R$ 1 a mais no vale refeição, a partir de novembro, que subiria a R$ 21; e antecipação de 1,57% do dissídio coletivo de 2018, a partir do repasse de verba da Câmara.

A melhoria em relação à proposta feita pelo Tribunal Regional do Trabalho em Campinas foi a antecipação do ganho real. O TRT havia proposto de discutir o aumento de 1,57% apenas no dia 9 de agosto.

Relembre:

Greve de ônibus é retomada pela quarta vez em Sorocaba

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transporte

Deixe uma resposta