Empresa de ônibus do ABC faz trabalho de conscientização sobre a preservação da água com crianças

Jovens e crianças de escola estadual na Metra/EMTU após visita a estação de tratamento em empresa de transportes.

Alunos de escola estadual visitaram garagem da Metra e estação de tratamento de água da companhia, que gera economia anual de 10 milhões de litros

ADAMO BAZANI

Conscientizar as futuras gerações para a necessidade de lidar mais respeitosamente com o meio ambiente foi um dos objetivos de um trabalho desenvolvido pela Metra, operadora do Corredor Metropolitano ABD de ônibus e trólebus com alunos da Escola Estadual Jean Piaget, de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista.

A atividade fez parte da série de ações da companhia na Semana do Meio Ambiente.

A empresa recebeu os estudantes na garagem e mostrou como funciona o sistema de reuso de água criado pela Metra em 2008 e que permite uma economia anual de aproximadamente 10 milhões de litros de água, o que equivale a quatro piscinas olímpicas, com 50 metros de comprimento e 25 de largura, ou 10 mil caixas de água residenciais com mil litros cada.

A implantação do sistema de reuso ocorreu a partir da consciência de que a água é um recurso não renovável, com possibilidade de esgotamento. Um exemplo disso foi a crise hídrica entre 2013 e 2015 vivida pelo Estado de São Paulo.

A medida também se mostrou economicamente viável, reduzindo os custos de lavação dos 280 veículos da empresa, entre ônibus, trólebus, caminhões e carros; das peças, da garagem e das calçadas do Corredor ABD, paradas e terminais.

Assim, a implantação do sistema de reuso atingiu os pilares “economia” e “meio ambiente” da sustentabilidade.

O pilar social foi alcançado pelo fato de, ao poupar água da rede pública, contribui para que mais pessoas tenham acesso a água tratada na região.

A água potável fornecida pela rede da Sabesp é usada pela empresa apenas para consumo humano e aplicação nos vestiários e banheiros.

O sistema funciona da seguinte maneira: a água que é captada da chuva ou então que já foi utilizada para lavar os ônibus, é direcionada para a Estação de Tratamento de Efluentes – ETE, onde são realizados processos físicos e químicos  com equipamentos modernos para deixar a água em condições novamente para o uso em aplicações onde não há o consumo humano direto.

As crianças e os jovens puderam ver de perto este processo e ficaram admirados por causa da grandiosidade da estação de tratamento e também pela curiosidade em relação a algo que para eles era novidade atém então.

Jovens e crianças de escola estadual na Metra/EMTU após visita a estação de tratamento em empresa de transportes.

Gerente de Meio Ambiente da Metra, Sueldes Pimentel, explica como funciona tratamento de água de reuso para estudantes

A gerente de Meio Ambiente da Metra, Sueldes Pimentel, disse que objetivo da empresa com esta ação foi contribuir para que os jovens desde agora assumam um papel ativo na preservação dos recursos naturais, se tornando multiplicadores dos conhecimentos para seus pais, família, demais colegas da escola e comunidade em geral.

“Os jovens têm e terão papel fundamental na preservação do meio ambiente. É importante despertá-los para essa realidade e para a sua responsabilidade como cidadãos”

Além do sistema de reuso da água, a Metra desenvolve outras boas práticas ambientais, como coleta seletiva; canecas retornáveis para os funcionários; destinação correta dos resíduos gerados na operação, limpeza e manutenção; aplicação do conceito 3 R’s (reduzir, reutilizar e reciclar); compostagem das podas de árvores dos jardins do corredor (transformação do resíduo verde em adubo orgânico) e plantio de 10 mil árvores ao longo de 33 quilômetros do corredor que opera.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

1 comentário em Empresa de ônibus do ABC faz trabalho de conscientização sobre a preservação da água com crianças

  1. Amigos, boa noite.

    Parabens Metra!

    Este e o melhor tipo de aula que existe mo pkaneta, a aula pratica.

    Essa acao nao tem preco, mas merece um premio, pois esse e o papel que o Estado nao faz.

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: