BYD comercializa ônibus 100% elétricos para mais um aeroporto da Austrália

Ônibus da BYD já em operação no Aeroporto de Sidney. Veículos têm configuração especial para este tipo de serviço

Serão 11 veículos para o aeroporto de Brisbane. Terminal de Sidney já tem veículos da marca

ADAMO BAZANI

A empresa chinesa BYD anunciou a venda de onze ônibus 100% elétricos com baterias para operações no aeroporto de Brisbane, na Austrália.

É o segundo terminal aéreo do país a contar com os veículos que, de acordo com a empresa, não emitem poluição e têm baixo nível de ruído. Há oito meses começaram a circular ônibus elétricos da BYD no aeroporto de Sidney, o mais movimentado do país.

Em Brisbane, a operação de todos os onze ônibus 100% elétricos de 12 metros de comprimento deve ocorrer até fevereiro de 2018 e ficará a cargo da empresa Carbridge, que já atua no setor de transporte terrestre de passageiros de aviação.

“É um marco para nós na Austrália. Estamos entusiasmados em ter mais pessoas no país que apoiam o transporte público elétrico de última geração que oferecemos”, disse em nota o gerente geral da divisão de Auto da BYD Ásia Pacífico, Liu Xueliang.

Segundo a empresa, os ônibus para o aeroporto têm uma configuração especial. A capacidade é para 70 passageiros e os veículos possuem porta-pacotes internos e prateleiras para bagagem. Os ônibus de 12 metros também são dotados de três portas duplas, o que agiliza embarque e desembarque, e possuem anúncios de parada por GPS, monitoramento da forma de condução do motorista e rastreamento em tempo real para identificar eventuais problemas para que as ações sejam mais rápidas.

Em nota, a BYD ainda ressaltou que a operação dos ônibus elétricos no aeroporto vai poupar a atmosfera de uma quantidade de gás carbônico equivalente à emitida por cem automóveis.

 A substituição da frota atual por ônibus elétricos resultará em uma redução de 250 toneladas de emissão de carbono por ano, o que equivale a tirar 100 carros da estrada. O aeroporto de Brisbane é o aeroporto mais próximo de Queensland, na Gold Coast, um destino popular de férias para turistas na Austrália. Cerca de 22,5 milhões de passageiros viajaram para o aeroporto em 2016, tornando o local o terceiro mais movimentado do país pelo tráfego de passageiros.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

1 comentário em BYD comercializa ônibus 100% elétricos para mais um aeroporto da Austrália

  1. Espero que eles também não possuam ar condicionado para complementar a atmosfera limpa que esses ônibus preservarão, já que tem especialista alertando que são nocivos á saúde. Gosto de veículos elétricos por serem bonitos, contribuindo para que não haja poluição visual que ônibus comuns causavam na paisagem urbana. Mas para isso a cidade também tem que ser bonita.
    O problema é que veículos elétricos (qualquer veículo) não poluem diretamente, mas através de seu processo de abastecimento, produção e descarte. É necessário a produção de metais que podem causar problemas cancerígenos quando eles chegarem ao fim da vida útil, como acontece com as pilhas velhas e lixos eletrônicos como os primitivos computadores.
    Além disso, a energia elétrica costuma ter como matriz o uso de carvão em países como a China onde a BYD é originária, apesar de que eles tem a maior usina hidrelétrica do mundo. Portanto, direta ou indiretamente, o uso de recursos naturais como carvão e petróleo serão constantes, mesmo quando o produto final seja eletricamente “ecológico”.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: