Wi-Fi chega a 42% da frota da Metra no Corredor ABD

Em todos os ônibus mais novos já é possível acessar a internet

Objetivo é ampliar em 10% ao ano acesso à internet nos trólebus e ônibus

ADAMO BAZANI

A empresa Metra, operadora do Corredor Metropolitano ABD, entre São Mateus, na zona leste de São Paulo, e Jabaquara, na zona Sul, passando por municípios do ABC, quer ampliar em 10% ao ano o número de frota com wi-fi, acesso gratuito à internet.

Atualmente, a companhia de ônibus e trólebus tem 42% da frota com sinal.

“A comodidade da internet é mais um importante diferencial da Metra, sempre focada na inovação. O serviço de Wi-Fi 4G está em expansão e o objetivo é ampliar cerca de 10% ao ano para, em um futuro breve, oferecer em 100% dos nossos veículos”, de acordo com o coordenador de planejamento do CCO (Centro de Controle Operacional) da Metra Transportes, Carlos Batista, em nota.

“O serviço de Wi-Fi 4G possibilita que os clientes estejam permanentemente conectados e possam, durante toda a viagem, trabalhar ou desfrutar de momentos de lazer e entretenimento, tornando o trajeto mais agradável, produtivo e seguro. Além do Wi-Fi 4G, 90% dos ônibus da frota da Metra dispõe de sistema de ar-condicionado, suspensão a ar e vidros colados, que também proporcionam mais conforto e menores níveis de ruído interno.”

O percentual é quase o dobro da média dos ônibus do ABC.

De acordo com levantamento do jornalista Bruno Coelho, do Repórter Diário, de 1.360 ônibus municipais no ABC, apenas 349 contam com Wi-Fi, ou seja, 25,66%.

A Suzantur, operadora das linhas do sistema Vila Luzita, em Santo André, e de todas as ligações municipais de Mauá é a única empresa com wi-fi em 100% da frota.

Em Santo André, o Consórcio União Santo André, formado pelas empresas Guaianazes, Curuçá, Parque das Nações, ETURSA, Viação Vaz e Urbana, deveria disponibilizar os acessos desde julho de 2015, mas ainda não seguiu determinação da prefeitura.

Confira o levantamento

Santo André:

376 ônibus: 300 do Consórcio União Santo André e 76 da Suzantur, os únicos possuem wi-fi – 20,21%

São Bernardo do Campo:

384 ônibus da SBCTrans, apenas possuem wi-fi – 6,51%

São Caetano do Sul:

Nenhum dos 48 ônibus da Vipe – Viação Padre Eustáquio tem wi-fi

Diadema:

186 ônibus, sendo 122 da MobiBrasil e 64 da Benfica. Nenhum possui wi-fi, mas prefeitura diz que sistema está em teste.

Mauá:

248 ônibus da Suzantur – todos com wi-fi

Ribeirão Pires:

100 ônibus da Rigras, nenhum com acesso por wi-fi

Rio Grande da Serra:

Nenhum dos 18 ônibus da Viação Talismã tem wi-fi

Em relação aos ônibus intermunicipais gerenciados pela EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos, da chamada Área 5, nenhum ônibus possui acesso à internet

Os serviços intermunicipais metropolitanos deveriam ter sido licitados em 2006, porém depois de seis tentativas, a gerenciadora não conseguiu realizar o certame. Por cinco vezes, os empresários esvaziaram a licitação alegando que a proposta encareceria os custos operacionais e em outra, o dono da EAOSA, Ribeirão Pires, Riacho Grande e de outras empresas, Baltazar José de Sousa, conseguiu na Justiça de Manaus, onde está em recuperação judicial, barrar a concorrência no ABC.

Uma nova licitação, juntamente com as outras quatro áreas na Grande São Paulo, deve ser lançada até o final deste mês, de acordo com a EMTU.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

1 comentário em Wi-Fi chega a 42% da frota da Metra no Corredor ABD

  1. Amigos, boa noite.

    É legal, mas isso não é a prioridade de nenhum buzão do Barsil.

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: