Ministro anuncia estudo para reduzir IPI de carro elétrico

O Ministério de Minas e Energia recebe da Itaipu Binacional o primeiro veículo elétrico que será usado pelo Poder Executivo (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Atualmente em 25%, IPI cairia para 7,5%, a mesma a alíquota do imposto cobrado sobre veículos “flexfuel”

ALEXANDRE PELEGI

A depender do ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, o governo deverá reduzir o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) dos carros elétricos. O imposto que incide hoje sobre esse tipo de veículo é de 25%. A ideia, ainda em estudo pelo governo, seria praticar a mesma alíquota cobrada sobre veículos flexfuel, de 7,5%.

Realidade em alguns países, os carros elétricos não são comuns no Brasil, devido principalmente ao alto custo e à inexistência de uma rede de recarga.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) abriu no final de maio uma proposta de discussão pública para infraestrutura de recarga de veículos elétricos. A regulamentação para a infraestrutura de postos de recarga prevê a exploração por distribuidoras e também por terceiros. A proposta inclui que o usuário deverá informar à concessionária de energia de sua região caso queira instalar uma estação de recarga.

Apesar do alto o custo tanto do carro elétrico quanto da recarga, a posição do diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino, é contrária à concessão de subsídios para o setor. Segundo Rufino, o governo deve evitar um novo subsídio cruzado no setor elétrico, uma vez que não seria razoável que todos os consumidores sejam onerados pelo benefício de alguns.

Em resumo, tanto o ministro quanto o presidente da Aneel acreditam que cabe à indústria tomar a iniciativa de investir no produto, e não ao governo de favorecer o setor com subsídios .

MINISTRO USARÁ CARRO ELÉTRICO DE ITAIPU COMO VEÍCULO OFICIAL

O ministro Fernando Coelho recebeu ontem (dia 5, dia do meio ambiente) um veículo elétrico adaptado pela usina de Itaipu. O modelo será utilizado como carro oficial. Um eletroposto para recarga foi instalado junto ao edifício do Ministério de Minas e Energia, em Brasília.

Atualmente, os veículos que utilizam combustíveis fósseis respondem por 23% da emissão dos gases tóxicos em todo o planeta. Até 2050, a previsão é que esse número alcance 50%.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

1 comentário em Ministro anuncia estudo para reduzir IPI de carro elétrico

  1. Amigos, boa noite.

    Estudar o que ???

    Reduz logo e faz o Barsil caminhar pra frente.

    Mas e a infraestrutura de fornecimento de energia elétrica, está equacionada ??

    Já falaram com São Pedro e os meteorologistas do Barsil ???

    Muda Barsil.

    Att,

    PAulo Gil

1 Trackback / Pingback

  1. Número de ônibus elétricos já alcançou 346 mil unidades no mundo e haverá crescimento – Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: