Auditoria da BHTrans encontra problemas em 94% dos ônibus vistoriados na Capital Mineira

Foram fiscalizados 1651 veículos de transporte coletivo. Lado positivo é que maioria dos operadores sabia operar corretamente elevadores e plataformas para pessoas com deficiência

ADAMO BAZANI

Quase todos os ônibus que foram submetidos a uma vistoria BHTrans, empresa responsável pelo gerenciamento dos transportes na Capital Mineira, apresentavam algum tipo de inconformidade.

Entre os dias 3 e 5 desse mês, a gerenciadora auditou 1651 veículos de transporte coletivo. Havia inconformidades em 94,6% dos ônibus analisados.

A média foi de 1,2 inconformidade por ônibus. Apesar disso, a nota média da frota 97,5 – de 100.

Segundo nota da BHTrans, a nota se baseou nas gravidade das irregularidade e “foram auditorias nas Plataformas Elevatórias (elevadores para cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida) e em itens de segurança, parte elétrica e layout nas 258 linhas do Sistema de Transporte Coletivo por Ônibus Convencional. Todas as inconformidades foram informadas às empresas participantes dos consórcios operadores das linhas para que elas pudessem corrigir os problemas elencados. Foram ainda aplicadas multas às concessionárias do transporte e as Autorizações de Tráfego (AT) dos veículos que apresentaram um ou mais problemas relacionados à segurança dos usuários foram apreendidas. Os veículos com as ATs apreendidas foram proibidos de operar até que o problema fosse sanado e o veículo aprovado pela vistoria da empresa.”

Ao todo foram aplicadas 524 autuações na vistoria dos veículos.

Em relação às plataformas elevatórias, foram analisados 1674 ônibus e em 1,7 % desses veículos, a plataforma elevatória existia, mas não estava funcionando.

Ao todo nesse quesito, foram aplicadas 509 autuações.

A boa notícia está em relação a motoristas, cobradores e agentes de bordo: 21% do total avaliado recebeu nota 10 por saber operar corretamente os dispositivos e atender adequadamente o passageiro que necessita deste auxílio, sendo que a nota média dos operadores de todas as linhas avaliadas foi de 9,04.

Confira alguns resultados da vistoria, de acordo com a nota da BHTrans

Vistoria de Veículos

  • 1.651 veículos auditados
    •        Nota média por veículo: 97,5
    •        A nota 100 foi aplicada a 89 veículos (5,4% do total)
    •        Foi verificada uma média de 1,2 inconformidade por veículo avaliado
    •        Foram aplicadas 524 autuações

Plataformas Elevatórias:

 

  • 1.674 veículos auditados
    •        1.616 veículos possuíam plataforma elevatória (96,5% do total auditado)
    •        A plataforma estava inoperante em 1,7% dos veículos com plataforma elevatória
    •        Nota média relativa à plataforma por veículo: 96,5
    •        A nota 100 foi aplicada a 2.659 veículos (16,4% do total)
    •        Foi verificada uma média de 0,8 inconformidade por plataforma avaliada
    •        Foram aplicadas 509 autuações

Agentes de bordo

  • Os agentes de bordo de 55 linhas (21% do total de linhas avaliadas) receberam nota 10
    •        9,04 foi a nota média atribuída aos operadores de todas as linhas

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes