Caio de olho no transporte alternativo

Evento reuniu equipe de vendas de fabricante

Empresa participou de encontro nacional para exibir produtos e soluções para modelo de transporte que está em crescimento

ADAMO BAZANI

Já faz muito tempo que passou a época que apenas grandes frotistas de empresas antigas e renomadas eram os únicos que recebiam tratamento diferenciado das fabricantes de chassis e carrocerias.

Hoje os transportadores alternativos, cooperativas e empresas de sistemas complementares e locais representam quase um terço do mercado de ônibus e a maior parcela de segmentos como miniônibus e micro-ônibus.

As fábricas continuam de olho neste modelo de mercado.

Tanto é que a Caio Induscar fez questão de marcar presença no XVIII Encontro Nacional do Transporte Alternativo, promovido pela FENATRAL – Federação Nacional do setor.

O evento foi realizado em Guarulhos, na região metropolitana, e reuniu transportadores de todo o País.

A Caio apresentou o micro-ônibus Foz2400, versão urbana

Segundo a encarroçadora, o veículo apresentado possui bloqueador de portas, itinerários eletrônicos, ar condicionado e 100% de acessibilidade, com elevador e assentos para pessoas com deficiência (PCD), mobilidade reduzida e idosos. Poltronas ergonômicas e vidros na cor fumê garantem bem-estar e conforto térmico aos usuários. Os micro-ônibus deste modelo possuem capacidade para transportar 21 passageiros sentados, incluindo portador de necessidades especiais, com lotação total de 36 pessoas, com embarque dianteiro.

Em nota da Caio, o gerente Nacional de vendas da empresa, Gildo Vendramini, afirmou que o primeiro passo para que um transporte alternativo seja bem realizado, do ponto de vista de produto, é definir o tipo de veículo mais adequado e depois personalizar a carroceria de acordo com as necessidades de cada sistema de transportes

“Nossa missão é oferecer aos clientes um mix completo de soluções, que começa com a análise do veículo que melhor irá atender às necessidades, passando pela personalização do projeto da carroceria e prazo de entrega. O retorno positivo dos clientes é a nossa maior satisfação e o que move a marca Caio há mais de 70 anos”

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

2 comentários em Caio de olho no transporte alternativo

  1. Amigos, boa noite.

    Será que dá para colocar a foto do Foz 2400 ????

    Nem no site da Induscar e nem no catálogo tem o Foz 2400.

    Só uma correção, a CAIO tem 56 anos; de 2001 pra cá não é mais a legítima CAIO, é a Caio Induscar.

    Para atender o mercado de transporte alternativo, tem de se pensar no Carolina e os novos modelos, devem ter bancos e encostos de cabeça macios, eliminar aquele monte de painel e reestiizar o designer.

    Façam um micro derivado do Solar, esse linha é bonita.

    Att,

    Paulo Gil

  2. Bom dia ,Senhor já conheces a proposta do alternativo sobre as marginais, Faço-lhe um convite para que conhecer a proposta #Tieteferico.

1 Trackback / Pingback

  1. CAIO de olho no transporte alternativo | Campione

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: