Empresário Chiquinho Feitosa, do Ceará, compra uma das maiores companhia de ônibus de Lisboa

Informação foi confirmada pela Autoridade de Concorrência de Portugal, uma espécie de CADE do Brasil

ADAMO BAZANI

A imprensa portuguesa, como o Jornal de Negócios, destacou na semana passada a compra da Vimeca, uma das maiores empresas de ônibus que atua na região da Grande Lisboa, pelo empresário cearense Francisco Feitosa, conhecido como Chiquinho Feitosa, proprietário do Grupo Vega.

Não houve divulgação do valor da transação, mas o negócio foi analisado pela Autoridade de Concorrência – AdC, órgão antitruste português, que funciona como o CADE – Conselho Administrativo de Defesa Econômica, do Brasil.

A AdC tornou público o negócio e eventuais opositores têm dez dias para se manifestar.

Segundo comunicado no site da AdC, não há registros de atividades de Chiquinho Feitosa, em Portugal.

A Vimeca faz parte do grupo Imorey, do qual fazem parte os hotéis da rede Fênix.

O Grupo Vega está em expansão. No segundo semestre de 2016, comprou a Viação Motta, uma das mais tradicionais empresas de ônibus, com sede no interior de São Paulo, e que opera nos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Paraná Minas Gerais, Goiás, Distrito Federal e Rio de Janeiro.

O empresário Francisco Feitosa apareceu nacionalmente nos noticiários, em julho de 2013, quando o casamento de seu filho, Francisco Feitosa Filho, com Beatriz Barata, foi marcado por protestos. Na época, havia manifestações contra o valor das tarifas de ônibus em todo o país.

Beatriz é neta do empresário Jacob Barata, considerado Rei dos Ônibus, do Rio de Janeiro.

Na ocasião, matéria do jornal O Globo, de 16 de julho, com o título “Famílias unidas por casamento já eram parceiras nos negócios”, mostrou a relação dos Feitosa com a família Barata antes mesmo do enlace matrimonial.

O enlace matrimonial entre Beatriz Barata e Francisco Feitosa Filho, marcado por protestos no último fim de semana, não foi a primeira união entre as famílias carioca e cearense. Em janeiro de 2008, o empresário Jacob Barata, avô de Beatriz, considerado o “Rei dos ônibus” do Rio, fundou em Fortaleza, junto com o também empresário de transportes e ex-deputado federal Francisco Feitosa, pai do noivo, a Mandacaru Administradora de Cartões S/A. Na ata de constituição da companhia, além de Barata, aparecem mais três parentes seus, e a Jacob e Daniel Participações, que também faz parte de seu grupo. Atualmente, a Mandacaru, entre outras atividades, administra o Libercard, que pode ser utilizado para a aquisição de créditos de vale-transporte em várias cidades do Ceará.

Na composição societária da empresa, Francisco Feitosa aparece através da FF Agropecuária e Empreendimentos S/A. Fontes ouvidas pelo GLOBO disseram que a Mandacaru é formada pelos controladores de todas as companhias de ônibus de Fortaleza. A composição acionária seria na mesma proporção da participação dos grupos no sistema de transportes local. A Mandacaru começou apenas como uma fornecedora de vale-refeição e outros benefícios sociais para os funcionários das empresas de coletivos. Ao menos no primeiro ano de funcionamento, Jacob Barata Filho foi um dos quatro nomeados para o Conselho de Administração. – diz parte da matéria, que pode ser relembrada na íntegra em: http://oglobo.globo.com/rio/familias-unidas-por-casamento-ja-eram-parceiras-nos-negocios-9049542

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

2 comentários em Empresário Chiquinho Feitosa, do Ceará, compra uma das maiores companhia de ônibus de Lisboa

  1. MARCOS NASCIMENTO // 23 de Abril de 2017 às 18:41 // Responder

    Então pelo que entendi FEITOSA adquiriu a parte que BARATA já tinha na empresa portuguesa VIMECA ou então o restante das ações que faltava para serem 100% donos desta empresa que opera em Lisboa.

  2. Bergson de Aguiar Melo // 10 de agosto de 2017 às 08:59 // Responder

    Estou tentando ingressar em umas das empresas do Dr Chiquinho Feitosa, mas um fucionário da Viação Princesa em Fortaleza se quer dá atenção, trata-se do sr Sales! Meu pai foi por muitos anos funcuonário do sindicato das empresas em fortaleza!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: