Empresas de ônibus de Guarulhos vão distribuir sete mil livros em terminal

Ônibus em Guarulhos transportam livros que podem ser pegos de graça pelos passageiros que, com isso, têm acesso gratuito à leitura

Ação ocorre na terça, 18 de abril, o Dia Nacional do Livro Infantil

ADAMO BAZANI

As empresas de ônibus que integram associação Guarupass, em parceria com o Grupo Projetos de Leitura, vão distribuir no próximo dia 18 de abril de 2017, aproximadamente sete mil livros voltados para as crianças.

A ação faz parte da comemoração do Dia Nacional do Livro Infantil e ocorre no Terminal Urbano São João das 9h30 às 16h.

O autor dos livros, Laé de Souza, estará no local para conversar com os leitores e estimular a criançada a gostar do mundo dos livros, mesmo neste mundo extremamente digital e na época em que as pessoas se limitam a ler apenas os títulos de reportagens e postagens e, sem conhecerem o conteúdo, já emitem opiniões e juízos de valor.

O projeto Viajando na Leitura tem o objetivo de promover a circulação de livros doados.

Uma das ideias foi colocar um adesivo na capa do livro com a frase “Leia-me e me esqueça por aí”. Assim, estimularia outras pessoas a pegarem este livro, lerem e depois repassarem para outros leitores.

Na primeira página, há informações gerais e um pedido para que depois da leitura, o exemplar seja deixado em outro local do sistema de transporte.

“A ideia é que os usuários leiam durante as viagens, levem o livro para ler com os filhos, e depois deixem em um ônibus ou em algum terminal. Dessa forma, outras pessoas terão oportunidade de leitura”, afirmou, em nota, o diretor executivo da Guarupass, Marcio Roberto Pacheco.

Os livros infantis que serão distribuídos contam histórias que estimulam a criatividade e são ilustrados.

Para o escritor Laé, na mesma nota, uma das propostas é contribuir para que os pais leiam junto com os filhos e descubram juntos as novas janelas para o mundo que a leitura pode abrir.

“A proximidade com o livro permite que o indivíduo desenvolva melhor a sua ortografia, imaginação, criatividade e a possibilidade de desfrutar de muitas histórias interessantes. Sair para o trabalho ou voltar para casa e receber um livro pode despertar a curiosidade e o interesse pela leitura, e quem sabe criar o hábito de ler com os filhos. Por que não?”

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: