Na Coréia do Sul, Prefeitura de São Paulo busca patrocínio para tecnologia em ônibus

Secretário de Transportes e Mobilidade com autoridades de trânsito e transportes de Seul

Comissão tem a participação do Secretário de Transportes, Sérgio Avelleda

ADAMO BAZANI

Além de conhecer o sistema de transportes na Coréia do Sul, para conseguir ideias que podem ajudar na finalização do edital de licitação dos ônibus da cidade de São Paulo, o prefeito João Doria e o secretário municipal de trânsito e mobilidade, Sérgio Avelleda, tentam também parcerias com a iniciativa privada para melhorar a tecnologia nos transportes, com programas mais modernos de informações para os passageiros e de gestão de frota.

Os custos da viagem, segundo a administração de São Paulo, são bancados pela prefeitura de Seul e um dos pontos altos é a  visitação do sistema de monitoramento e controle dos ônibus.

Todos os veículos são monitorados por GPS que trazem dados não só da localização, mas de congestionamento e velocidade nas vias. Todos esses dados são disponibilizados por celular em tempo real.

O secretário de transportes já desembarcou e o prefeito foi nesta madrugada.

17634738_10212966970113515_6384421083886107999_n

Os transportes por ônibus de Seul, que conta com 25 milhões de habitantes em toda a região metropolitana, são divididos em sistemas identificados por cores diferentes. Há linhas noturnas e preços diferenciados para crianças e adolescentes.

Todo este sistema é integrado por grandes terminais e há monitoramento em tempo real dos ônibus por centrais, que indicam a necessidade de adiantar ou atrasar as partidas de ônibus, de acordo com as necessidades de cada momento. Há também integrações com diferentes de tarifas. O sistema de ônibus é todo integrado com o metrô e alguns corredores contam com linhas expressas sem paradas intermediárias.

O metrô em Seul  te uma malha de 290 quilômetros, enquanto que na cidade de São Paulo, a rede é de em torno de 80 quilômetros.

A página do Governo Metropolitano de Seoul traz as seguintes informações. Uma das diferenças em relação a São Paulo é que as tarifas podem mudar de acordo com a distância percorrida.

seoul (1)

Ônibus regional – Disposição Linhas

  • Amarelo : Primeiro Número (Áreas onde os ônibus estão operando) / Segundo Número (número de série (1 ~))
  • Azul : Primeiro Número (Número da área de partida) / Segundo Número (Número da área de chegada) / Terceiro Número (número de série (0 ~))
  • Verde : Primeiro Número (Número da área de partida) / Segundo Número (Número da área de chegada) / Terceiro Número (número de série (11 ~))
  • Vermelho: Primeiro Número (9) / Segundo Número (Número da área de partida) / Terceiro Número (número de série (00 ~))
  • Ônibus Personalizado : Primeiro Número (8) / Segundo Número (área de partida) / Terceiro Número (Número da área de chegada) / Quarto Número (número de série (0 ~))
  • Ônibus do Aeroporto : Primeiro Número (6 (0 ~ 7)) / Terceiro Número (número de série (00 ~))
  • Ônibus da Meia-noite (Noturno) : Primeiro Número (N) / Segundo Número (Número da área de partida) / Terceiro Número (Número da área de chegada)

Informações sobre ônibus em Seul

  • 0 (Grandes Distritos: Jung-gu, Jongno-gu, Yongsan-gu / Linha de Extensão)
  • 1ª área (Distritos Principais: Seongbuk-gu, Gangbuk-gu, Dobong-gu, Nowon-gu / Linha de Extensão: Gyeonggi-do Yangju-si, Uijeongbu-si, Dongducheon-si, Pocheon-si)
  • 2a área (Distritos Principais: Seongdong-gu, Gwangjin-gu, Dongdaemun-gu, Jungnang-gu / Linha de Extensão: Gyeonggi-do Guri-si, Namyangju-si, Gapyeong-gun, Yangpyeong-gun)
  • 3ª área (Distritos Principais: Songpa-gu, Gangdong-gu / Linha de Extensão: Gyeonggi-do Gwangju-si, Hanam-si, Icheon-si, Yeoju-si)
  • 4ª área (Distritos Principais: Seocho-gu, Gangnam-gu / Linha de Extensão: Gyeonggi-do Seongnam-si, Yongin-si, Anseong-si)
  • 5a área (Distritos Principais: Geumcheon-gu, Dongjak-gu, Gwanak-gu / Linha de Extenção: Gyeonggi-do Anyang-si, Gunpo-si, Uiwang-si, Ansan-si, Gwacheon-si, Suwon- Si, Osan-si, Pyeongtaek-si)
  • 6ª área (Distritos principais: Yangcheon-gu, Gangseo-gu, Guro-gu, Yeongdeungpo-gu / Extensão: Incheon Metropolitan City, Gyeonggi-do Gimpo-si, Bucheon-si, Gwangmyeong-si, Siheung-si)
  • 7ª área (Distritos principais: Eunpyeong-gu, Seodaemun-gu, Mapo-gu / Linha de extensão: Gyeonggi-do Goyang-si, Paju-si, Yeoncheon-gun)

Sistema de tarifa e transferência

  • As tarifas podem ser pagas por dinheiro ou cartão de transporte. O embarque único cobra uma tarifa fixa onde você pode pagar em dinheiro ou cartão de transporte
  • As tarifas para ônibus de cidade de Seul e ônibus de Maeul (vila) podem ser pagas por T-dinheiro, U-Pass, EB Card, Cashbee e Korail Membership Card. Cartões de transporte de pagamento diferido, que são compatíveis com T-Money e U-Pass, também podem ser usados.
  • Ônibus da cidade de Seul oferecem um passeio gratuito para um máximo de 3 crianças com menos de 6 anos, desde que sejam acompanhados por um responsável. Há também gratuidades para idosos.,
  • Seul, Gyeonggi-do, ônibus e metrô metropolitano estão sob o Metropolitan Integrated Fare System, portanto, cobram uma tarifa básica até 10 km. Usando ônibus metropolitanos de Seul, ônibus gerais de Gyeonggi-do, corredores de ônibus sem paradas, ônibus de Incheon, e pistas de ônibus vermelhas para mais de uma transferência custará uma taxa básica até 30km, e você será carregado um extra 100 won para cada 5 adicional Km (com base na tarifa de adulto).
  • Seul, Gyeonggi-do, ônibus e metrô metropolitano estão sob o Metropolitan Integrated Fare System, portanto, cobram uma tarifa básica até 10 km. Usando ônibus metropolitanos de Seul, ônibus gerais de Gyeonggi-do, corredores dswe ônibus non-stop, corredores de ônibus de Incheon, e faixas de ônibus vermelhas para mais de uma transferência custará uma taxa básica até 30km, e você será carregado um extra 100 won para cada 5 adicional Km (com base na tarifa de adulto).
  • O embarque de passageiros múltiplos e um desconto de transferência são aplicáveis apenas aos ônibus urbanos, e esta oferta só pode ser aprovada se os mesmos passageiros viajarem para o mesmo destino.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

3 comentários em Na Coréia do Sul, Prefeitura de São Paulo busca patrocínio para tecnologia em ônibus

  1. João Luís Garcia // 11 de Abril de 2017 às 08:48 // Responder

    Como é o sistema ?
    Empresas privadas ou pública ?
    Qual a frota ?
    Qual o número de habitantes ?
    Gratuidades existem, qual percentual ?
    A tarifa e qual valor ?
    Existe cobrador ?
    Existe o bilhete único ou similar ?
    Existe subsídio ?

  2. Amigos, boa noite.

    Bela viagem, mas de nada adianta.

    Tecnologia o Brasil tem de sobra, o problema é que ninguém faz a tarefa de casa.

    GPS pra que ?

    A fiscalizadora já não tem um ou vários GPS´s ??

    Esse negócio de mudar de cor, tarifa para adolescente, e o escambal só muda a mosca.

    Sampa ainda opera o buzão como a meio século atrás, linhas caranguejadas zigzagueadas, sobrepostas e no 21/21.

    Nada adianta aqui tem linha em buzão em cima de linha do metro.

    Precisa é aprender a fazer a rede a lá Paulo Gil, fazendo com que o cidadão chegue o mais rápido possível aos trilhos.

    Mas a pergunta que não quer calar ??

    O GPS de Seul elimina o carro bota, ou vai ficar igual o GPS da fiscalizadora ??

    Enquanto isso o senhor secretário não responde minha carta com relação ao crédito do meu BU roubado.

    Alguém tem de trabalhar, ou vão “morder” o meu saldo credor do BU roubado e pizza ?????

    Cadê o MP-SP ????

    MUDA BRASIL !

    Sempre a mesma lenga lenga ir para Seul para ver a roda.

    Att,

    Paulo Gil

  3. Vamos ver o que isso vai dar.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: