Nova linha entre Araucária e Curitiba entra em operação

Linha começa oficialmente no dia 05 de abril

Prefeitura diz que vai arcar com custos de integração. Linha municipal foi criada para compensar extinção de trajeto metropolitano

ADAMO BAZANI

Começou a operar nesta segunda-feira, 03 de abril de 2017, uma linha entre os municípios de Araucária e Curitiba, no Paraná. Trata-se da ligação H24-T.Angelica/T.Pinheirinho (Direto), que deve atender a 7 mil pessoas por dia.

As operações estão em ajustes e o esquema definitivo começa no dia 05 de abril.

O trajeto sem paradas entre os terminais Angélica e Pinheirinho foi possível após um acordo entre a Prefeitura de Araucária e a Comec – Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba, responsável pelo gerenciamento dos ônibus intermunicipais.

A prefeitura informou que será o poder público municipal o responsável por garantir os recursos financeiros para a manutenção da integração.

A administração também informou, em nota, que foi criada uma linha municipal para se integrar com a nova ligação metropolitana em substituição de uma linha direta que foi extinta:

Para facilitar o acesso dos moradores da região do Tupi, recentemente atingidos pela extinção da linha Tupi-Pinheirinho, à linha Angélica-Pinheirinho, a CMTC confirmou a implantação da linha Hortência-Angélica. Parte da frota desta nova linha do Triar terá ônibus articulados. Os primeiros ônibus da linha Hortência-Angélica saem do ponto das Costa e Silva. O trajeto inclui as Escolas municipais Balbina, Azuréa e Maria Aparecida, a UPA (Costeira), Avenida Manoel Ribas, Rua São Vicente de Paulo (passando próximo ao HMA) e segue pela Rodovia do Xisto e Avenida das Araucárias.

A Comec, por sua vez, diz em nota, que pode implantar novamente uma linha metropolitana a partir da região do bairro Tupi:

A Comec reitera sua disposição de implantar uma linha metropolitana que atenda a comunidade da região do bairro Tupi, desde que sanados os problemas da Prefeitura de Araucária/CMTC com a empresa Transtupi, bem como das negociações em andamento entre a Prefeitura de Araucária/CMTC com a concessionária que atende as suas linhas urbanas.

OUTRAS LINHAS:

02_linhao_hortencia_angelica_1491228179 (1)
Nova ligação municipal conta com ônibus articulados. Linha foi criada para compensar extinção de trajeto metropolitano

A Comec, a Urbs – Urbanização de Curitiba S.A., responsável pelos transportes da capital paranaense, e prefeituras ao entorno de Curitiba estão reformulando a operação das linhas para que haja uma maior integração dos trajetos, sem necessidade de pagamento de mais de uma tarifa.

Quando o prefeito de Curitiba, Rafael Greca, se elegeu prometeu juntamente com Governo do Estado, Beto Richa, concluir até julho deste ano o que classificou como reintegração da RIT – Rede Integrada de Transporte. Em 2015, houve a separação da gestão entre as linhas metropolitanas e as municipais da capital. Até então, todas eram de responsabilidade da Comec.

Já houve alteração nas seguintes operações:

– 23 de janeiro de 2017: Início do funcionamento da linha CIC/Colombo. Em nota, a Urbs – Urbanização de Curitiba S.A. diz que com a volta da linha Colombo/CIC, “os passageiros agora podem percorrer os 26 quilômetros do trajeto sem precisar mudar de ônibus, substituindo as linhas CIC-Cabral e Maracanã-Cabral. Do Terminal do Maracanã, em Colombo, a viagem pode seguir diretamente até a CIC, cruzando o Centro de Curitiba. Com Araucária, a Urbs reabriu o Terminal CIC para embarque e desembarque dos ligeirinhos Araucária-Capão Raso e Angélica-Capão Raso, que antes desviavam seguindo até o Capão Raso.”

– 29 de março de 2017: Os ônibus “Ligeirinhos” da linha F 02 Curitiba/Fazenda Rio Grande, da Leblon Transporte de Passageiros, passaram a partir desta quarta-feira, 29 de março de 2017, a atender à nova estação PUC, em Curitiba. Nesta estação, já é possível integrar com os ônibus “Ligeirinho” das linhas Aeroporto e PUC/Rodoferroviária. A antiga estação-tubo foi desativada. A estação-tubo da PUC tem leitores do cartão Urbs e Metrocard. A F 02 atende a 7,49 mil pessoas por dia, segundo a Comec

05 de abril de 2017: Início da operação definitiva da H24-T.Angelica/T.Pinheirinho (Direto), que deve atender a 7 mil pessoas por dia. A prefeitura de Araucária criou uma linha municipal Hortência-Angélica para atender os moradores da região do bairro Tupi afetados pelo fim da linha Tupi-Pinheirinho. O início da nova linha entre Araucária e Curitiba deveria ocorrer no dia 27 de março, mas a data foi adiada por falta de acordo entre a empresa Transtupi e prefeitura.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes