Doria dá nota 4 a ônibus e diz que quer intervalos de 15 minutos e mais limpeza

Doria conversa com passageiros em terminais

Prefeito de São Paulo utilizou linha entre Terminal Sapopemba e Parque Dom Pedro II

ADAMO BAZANI

O prefeito de São Paulo, João Doria em sua segunda viagem de ônibus na capital paulista, que ocorreu nesta segunda-feira, 13 de março de 2017, criticou o intervalo entre os coletivos e também a higiene dentro dos coletivos.

O chefe do executivo usou linha 5143/10 Terminal Sapopemba – Parque D. Pedro, que está entre as de maiores demandas de São Paulo.

João Doria quer que os intervalos sejam de aproximadamente 15 minutos em linhas como esta e não de 30 a 35 minutos, como observou e ouviu de passageiros.

“Não acho razoável as pessoas esperaram meia hora no ponto de ônibus. As pessoas são trabalhadoras. Não podem chegar atrasadas no seu trabalho. Também não faz sentido que tenham que acordar meia hora mais cedo em função de uma deficiência nas linhas de ônibus”  – disse em coletiva a jornalistas.

O prefeito também determinou que o secretário de Transportes e Mobilidade, Sérgio Avelleda, marque uma reunião com empresários de ônibus para que os veículos tenham melhoria na limpeza. Doria e achou os ônibus sujos. A reunião deve ocorrer em até 48 horas.

O prefeito embarcou às 6h29 do terminal Sapopemba e chegou ao Terminal Parque Dom Pedro II às 07h31.

Doria chegou a trocar de ônibus, pois verificou que um veículo em melhores condições foi colocado na linha somente para viagem especial.  O prefeito  então optou por um veículo mais antigo e sem ar condicionado. A nota foi 4 para o serviço.

No dia 6 de fevereiro, Doria utilizou a linha 6450, entre o terminal Capelinha e o terminal Bandeira.  A nota dada na ocasião foi 7.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

9 comentários em Doria dá nota 4 a ônibus e diz que quer intervalos de 15 minutos e mais limpeza

  1. O que aconteceu com lance das linhas com parte dos onibus rapidão e sem parar e breve acho vai acontecer. Se colocar em pratica os onibus sem paradas nos caminhos dos pontos e não precisa de cobrador nesses tipos de onibus e colocava mais acentos e poucas portas nos novos modelos de onibus.

    Será que dessa maneira com cada linhas de 30% dos onibus sem parar que pode pega novas rotas mais curtas até os finais do destino de ida e volta , e 70% dos onibus com paradas em todos pontos e seria o ideial pra onibus menos lotados e partidas e esperas de no maximo 15 minutos ou menos.

  2. William de Jesus Santos // 13 de março de 2017 às 15:08 // Responder

    Boa tarde, Amigos!

    Falar isso é lindo! Alias, nós como usuarios estamos falando e desejando isso há tempos! Mas na prática, não é tão simples. Como o Dória pretende fazer isso? Comprar mais ônibus? Criar corredores? Com o transito que a cidade tem, o plano de aumentar frota pode funcionar, mas com espaço para falhas. Corredores é o mais acertado.

    Além disso, ele deveria colar ao lado do titio Alckmin e cobrar mais linhas de metrô, pois já vimos que 4 linhas (não coloco as linhas 5 e 6 poque uma nao acabou ainda e a outra nem iniciou a construção direito) não dão conta da demanda que a cidade tem.

    Sobre a limpeza, concordo com ele: Sair de ônibus de uma empresa que conserva bem e ir pegar outro onde a empresa nao está nem aí, realmente é desencorajador. Só que precisa mais que fiscalização, precisa gerir a frota.

    Enfim, precisa implementar algo do sistema parecido com o de Curituba, onde lá é praticamente um padrão pra todas as empresas

  3. Não dá pra colocar mais ônibus nas ruas??? Esperar mais de 20 min por um ônibus é desrespeito ao trabalhador…caro R$ 3,80 por uma passagem num ônibus desses, esse deveria custar R$ 1,00.

  4. Ismael de Jesus silva Mendes // 13 de março de 2017 às 15:30 // Responder

    convido o prefeito a andar na linha 128y o intervalo é superior a 40 minutos.Já fiz várias reclamações para a sptrans que sempre responde que os intervalos entre os carros são cumpridos.

  5. maria da conceicao de lira // 13 de março de 2017 às 16:32 // Responder

    Gostei muito da materia, convido o prefeito a dar uma voltinha nos coletivos da viacao cidade dutra. na regiao do grajau, exemplo praca da se e pinheiros. que alem das péssimas condicões dos onibus temos também o agravante dos longos intervalos e alguns profissionais que nos deixam nos pontos, passando direto ignorando nosso pedido de parada para embarque.

  6. Amigos, boa noite.

    Sr. Prefeito Doria, passeie menos e teabalhe MAIS, faca gestao.

    Como servidor numero 1 da PMSP, o seu salario nominal e o maior de todos, portanto para o erario o seu custo/hora e alto para fazer passeios.

    Sei que com certeza, o senhor nao depende dos vencimentos da PMSP, mas se esta cumprindo o seu mandato tem de produzir.

    Esses problemas do buzao sao de conhecimento publico e notorio ha mais de 25 anos, e o horario e o mesmo desde os tempos da CMTC.

    A propria fiscaluzadora reconhe formalmente em resposta a minhas reclamacoes que a sujeira esta em niveis inaceitaves.

    Faca gestao e faca a fiscalizadora conecar a gerenciar.

    Com tarifa congelada, nem precisa fazer reuniao com empresarios, pois agora e que nao vao limpar mesmo.

    Queremos e soluxao, os problemas ja constam ate dos manuais operacionais.

    Gestor ou Marketeiro ??

    Marketeiro.

    Ja esta em pre campanha para governador, alias, manter estes problemas dao midia e assim tudo caminha como dantes no quartel de Abrantes.

    Lamentavel a improdutividade.

    Att,

    Paulo Gil

  7. Brasileiro, morei no Brasil por 28 anos, sofrendo muito com essa situação de ônibus até passar a utilizar transporte próprio!
    Agora estou a .Aos de 20 anos no Japão e é incrível como funciona o sistema de transporte pública aqui:
    Os trens têm uma tolerância de 30segundos de atraso, se passar disso, em cada estação, compromete o horário final de chegada !
    Os ônibus têm uma tabela em cada ponto dizendo os horários dos mesmos, e acreditem, é obedecido à risca! Em algumas cidades como a minha, onde o transporte por automóvel é o principal, os ônibus são grátis e bancados pela prefeitura e abrangem toda a cidade em itinerários que se cruzam e são circulares.
    Agora, como funciona este sistema meticuloso e preciso, eu não saberia dizer, mas uma pessoa como o prefeito de São Paulo tem recursos para descobrir e pesquisar!
    E antes que alguém diga que o trânsito de São Paulo é caótico, aqui a velocidade máxima em qualquer lugar das cidades é 40km/h e a maioria das ruas, têm uma faixa apenas em cada sentido!!

    • Bad-dad, bom dia.

      Se puder publica uns videos do buzao e do metro do Japao ou mande uns l7nks para que posamos ver essa maravilha.

      Ja que nao temos, teremos o prazer em ver que existe e e possovel.

      Abcs,

      Paulo Gil

  8. MARCOS NASCIMENTO // 20 de março de 2017 às 19:17 // Responder

    Vamos ver como ficará o transporte coletivo urbano de São Paulo daqui a um ano quando todo este show com a imprensa de várias partes do Brasil cobrindo. Será que DÓRIA não pode ser o plano B do PSDB*sta para candidato à Presidente ou mesmo para tentar salvar o NINHO TUCANO enraizado no Estado de SP há “apenas” 24 anos a serem completads em 2018 ?
    A verdade é que SÃO PAULO NÃO PODE ESPERAR mais do que um ano para melhorar de verdade a qualidade do transporte e SIM, isto é possível se a prefeitura implantar o maior número possível de vias preferenciais para os ônibus (inclusive na periferia)
    NÃO PRECISAMOS climatizar toda a frota pois isto tem um custo elevado, basta apenas uma medida inteligente de que os novos ônibus da cidada venham com janelas de correr na parte inferior e superior. Atualmente todos os 14.816 ônibus da cidade tem janelas de correr SOMENTE na parte superior pois a parte inferior é composta de vidros fixos. Neste ponto, a cidade do RIO DE JANEIRO sempre foi superior em relação à cidade de São Paulo embora no RIO o calor é muito, mas muito maior do que a cidade de São Paulo fazendo com que boa parcela da sociedade esteja cobrando das autoridades ônibus com ar condicionado.

1 Trackback / Pingback

  1. Fiscais disfarçados de passageiros começaram hoje em São Paulo, diz Dória – Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: