Tarifa de ônibus em Mauá continua em R$ 3,80

Prefeito vai rever planilhas

Vale-Transporte também tem preço reduzido

ADAMO BAZANI

O novo prefeito de Mauá, Átila Jacomussi, revogou o decreto do prefeito derrotado nas eleições que tentava se manter no cargo, Donisete Braga, sobre o reajuste das passagens de transporte público. O anúncio foi feito por Átila em coletiva na tarde desta quarta-feira, 04 de janeiro de 2017.

Com isso, a tarifa de ônibus em Mauá continua em R$ 3,80 e não terá reajuste até o novo prefeito ter em mãos estudos sobre os custos dos serviços prestados pela empresa Suzantur, que detém os serviços municipais com exclusividade. O vale-transporte que iria para R$ 5,00 continua em R$ 4,50

A justiça já havia determinado o adiamento do aumento para R$ 4,20 até o dia 7 porque a antiga administração Donisete Braga não havia avisado os passageiros a tempo. No entanto, a companhia Suzantur tinha conseguido derrubar a liminar na noite desta terça-feira.

Com a medida de Átila, a vitória na justiça da empresa de ônibus não tem mais efeito.

“Se a empresa [Suzantur]  vier a pedir aumento da tarifa, vamos pedir a apresentação da planilha de custos. Depois disso o secretário de Mobilidade Urbana e a secretária de Assuntos Jurídicos vão analisar se há necessidade ou não de aumento da tarifa”, disse na coletiva.

No ABC, duas das sete cidades estão com valores de tarifas de ônibus reajustados: Santo André (R$ 4,20) e São Caetano do Sul (R$ 4,10). Mauá cancelou o reajuste. São Bernardo do Campo, Diadema, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra ainda não informaram.

Os aumentos nas principais cidades da Grande São Paulo são os seguintes:

– Guarulhos: de R$ 3,80 para R$ 4,50 ou R$ 4,20 apenas para quem embarca com Cartão Cidadão– a partir de 29.12.16 (viações tiveram de suspender por cinco dias por determinação da Justiça porque não comunicaram os passageiros de maneira eficiente e com antecedência suficiente para o cidadão se programar. Em 30.12.2016, a Justiça teve outra decisão e suspendeu o aumento até decisão da Ação Popular contra o aumento. No dia 01.01.17, o novo prefeito Gustavo Henric Costa, Guti, cancelou o decreto do prefeito anterior, Sebastião Almeida que concedeu às empresas reajuste de 18,4% em 11 meses)

– Osasco: de R$ 3,80 para R$ 4,20 – a partir de 30.12.2016

– Araçariguama: de R$ 3,80 para R$ 4,20 – a partir de 30.12.2016

– Francisco Morato: de R$ 3,70 para R$ 4,10 – partir de 30.12.2016

– Carapicuíba: de R$ 3,80 para R$ 4,20 – partir de 30.12.2016

– Barueri: de R$ 3,80 para R$ 4,20 – a partir de 31.12.2016

– Itapevi: de R$ 3,80 para R$ 4,20 – a partir de 31.12.2016

– São Caetano do Sul: de R$ 3,70 para R$ 4,10 – a partir de 31.12.2016

– Jandira: R$ 4,00

– Mauá: de R$ 3,80 para R$ 4,20 e o vale-transporte de R$ 4,50 para R$ 5,00 – a partir de 31.12.2016 (por determinação judicial, o aumento foi adiado para 07/01/2017 – medida foi tomada pelo prefeito Donisete Braga, derrotado nas eleições e que não conseguiu continuar no cargo. Não houve comunicação adequada ao passageiro. No dia 04.01.17, o novo prefeito, Átila Jacomussi revogou o aumento.

– Cotia: de R$ 3,60 para R$ 4,00 – a partir de 02.02.2017

– Santo André: de R$ 3,80 para R$ 4,20 e o vale-transporte de R$ 4,50 para R$ 5,00 – a partir de 03.01.2017

– Corredor Metropolitano ABD (Metra): de R$ 4,00 para R$ 4,30. Acaba a integração gratuita com os ônibus da Benfica e MobiBrasil (Terminais Piraporinha e Diadema) e da capital paulista (Terminal São Mateus) – a partir de 08.01.17 – Haverá cobrança de integrações nos terminais que antes eram gratuitas. A transferência entre os trólebus do Corredor Metropolitano ABD para os ônibus municipais de cada cidade também terão cobrança no Terminal Piraporinha, Terminal Diadema (empresas MobiBrasil  e Benfica) e Terminal São Mateus (empresas do sistema SPTrans). A transferência custará R$ 1,00. Continuam gratuitas as integrações entre as próprias linhas da concessionária de ônibus e trólebus Metra, como para as linhas 376 e 376 M, que vão de Diadema para a estação Berrini da CPTM  e Shopping Morumbi, respectivamente, e das linhas que vêm do Jabaquara para as linhas que vão para Santo André nos terminais Diadema, Piraporinha e São Bernardo do Campo e das linhas que chegam ao Terminal Santo André Oeste para a linha 284 que vai para São Mateus.

Linhas da Metra

284 – SÃO PAULO (TERMINAL METROPOLITANO SÃO MATEUS)/  SANTO ANDRÉ (TERMINAL METROPOLITANO SANTO ANDRÉ OESTE)

284M – SÃO PAULO (TERMINAL METROPOLITANO SÃO MATEUS)/ SÃOO BERNARDO DO CAMPO (SHOPPING METRÓPOLE)

285 – SÃO PAULO (TERMINAL METROPOLITANO SÃO MATEUS)/ SÃO BERNARDO DO CAMPO (TERMINAL METROPOLITANO FERRAZÓPOLIS)

286 -SANTO ANDRÉ (TERMINAL METROPOLITANO SANTO ANDRÉ OESTE)/SÃO BERNARDO DO CAMPO (TERMINAL METROPOLITANO FERRAZÓPOLIS)

287- SANTO ANDRÉ (TERMINAL METROPOLITANO SANTO ANDRÉ OESTE)/ DIADEMA (TERMINAL METROPOLITANO DIADEMA)

287P- SANTO ANDRÉ (TERMINAL METROPOLITANO SANTO ANDRÉ OESTE)/ DIADEMA (TERMINAL METROPOLITANO PIRAPORINHA)

288 – SÃO BERNARDO DO CAMPO (TERMINAL METROPOLITANO FERRAZÓPOLIS)/ SÃO PAULO (TERMINAL METROPOLITANO JABAQUARA)

288P –   SÃO BERNARDO DO CAMPO (TERMINAL METROPOLITANO FERRAZÓPOLIS)/  DIADEMA (TERMINAL METROPOLITANO PIRAPORINHA)

289 – DIADEMA (TERMINAL METROPOLITANO PIRAPORINHA)/ SÃO PAULO (TERMINAL METROPOLITANO JABAQUARA)

290 – DIADEMA (TERMINAL METROPOLITANO DIADEMA)/  SÃO PAULO (TERMINAL METROPOLITANO JABAQUARA)

376 – DIADEMA (TERMINAL METROPOLITANO DIADEMA)/ SÃO PAULO (BROOKLIN)

376M – DIADEMA (TERMINAL METROPOLITANO DIADEMA)/ SÃO PAULO (SHOPPING MORUMBI)

487 MAUÁ (TERMINAL METROPOLITANO SONIA MARIA)/ SANTO ANDRÉ (SHOPPING ABC)

ÔNIBUS MUNICIPAL DE SÃO PAULO, TREM E METRÔ: (a partir de 08.01.017)

– Tarifa Comum (CPTM, Metrô ou Ônibus SPTrans): R$ 3,80 – sem aumento.

– Tarifa Integrada Ônibus SPTrans + Metrô/CPTM: de R$ 5,92 para R$ 6,80 –aumento de 14,8%

– Bilhete Único Diário Simples – só ônibus ou só Metrô/CPTM  (indicado para mais de 4 viagens em 24h):  de R$ 10 para R$ 15  – aumento de 50%

– Bilhete Único Diário Integrado –  ônibus +  Metrô/CPTM  (indicado para mais de 4 viagens em 24h): de R$ 16 para R$ 20 –

– Bilhete Único Semanal Simples: Será extinto

– Bilhete Único Semanal Integrado: Será extinto

–  Bilhete Único Mensal Simples – só ônibus ou só Metrô/CPTM (sugerido para mais de 50 viagens):  de R$ 140 para R$ 190  – – aumento de 35%

–  Bilhete Único Mensal Integrado –  ônibus +  Metrô/CPTM (sugerido para mais de 44 viagens) : de R$ 260 para R$ 300 – aumento de 30%

O desconto do bilhete Fidelidade, por sua vez, será de até 10,5%, de acordo com o número de viagens. O mesmo percentual será aplicado aos bilhetes Madrugador (Metrô, das 4h40 às 6h15; e CPTM, das 4h40 às 5h35); e Da Hora (das 9h às 10h, nas linhas 8, 9 e 5), ambos fixados em R$ 3,40.

EMTU – GRANDE SÃO PAULO:

A partir de 08.01.17 com aumentos entre 6,10% e 7,18%, de acordo com a área operacional.

 Área 1 – Consórcio Intervias

Municípios: Juquitiba, São Lourenço da Serra, Embu-Guaçu,
Itapecerica da Serra, Embu, Taboão da Serra, Vargem Grande Paulista e
Cotia

Reajuste médio: 6,65%

 Área 2 – Consórcio Anhanguera

Municípios: Cajamar, Caieiras, Itapevi, Jandira, Carapicuíba, Osasco,
Barueri, Santana de Parnaíba, Pirapora do Bom Jesus, Francisco Morato e
Franco da Rocha

Reajuste médio: 6,58%

 Área 3 – Consórcio Internorte

Municípios: Guarulhos, Arujá, Mairiporã e Santa Isabel

Reajuste médio: 7,18%

Área 4 – Consórcio Unileste

Principais municípios: Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba, Poá,
Mogi das Cruzes, Guararema, Biritiba Mirim, Salesópolis e Suzano

Reajuste médio: 6,64%

 ÁREA 5 (DE PERMISSÃO) – MUNICÍPIOS DO ABC

O percentual médio do reajuste na Área 5 será de 6,10% e leva em
consideração o custos dos  insumos do transporte como mão de obra e
combustível.

Municípios: Diadema, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo,
Santo André, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Terminam as integrações gratuitas em:

Passará a ser cobrada também a integração nos Terminais Capão Redondo e Campo Limpo. O valor da integração entre Metrô e as 12 linhas metropolitanas que têm ponto final no Terminal Capão Redondo e as cinco linhas do Terminal Campo Limpo será de R$ 1,12. O valor atual da tarifa destas linhas intermunicipais não sofrerá reajuste, segundo a EMTU.

Haverá cobrança de integrações nos terminais que antes eram gratuitas. A transferência entre os trólebus do Corredor Metropolitano ABD para os ônibus municipais cada cidade também terão cobrança no Terminal Piraporinha, Terminal Diadema (MobiBrasil  e Benfica) e Terminal São Mateus (SPTrans). A transferência custará R$ 1,00. Continuam gratuitas as integrações entre as linhas da Metra, como para as linhas 376 e 376 M, que vão de Diadema para a estação Berrini da CPTM  e Shopping Morumbi, respectivamente e das linhas que vêm do Jabaquara para as linhas que vão para Santo André nos terminais Diadema, Piraporinha e São Bernardo do Campo e das linhas que chegam ao Terminal Santo André Oeste para a linha 284 que vai para São Mateus.

Outras regiões:

BAIXADA SANTISTA / EMTU – a partir de 08.01.17

VLT: para R$ 4.05

Ônibus: reajustes serão em média de 6,52% para o Consórcio BR Mobilidade, do Grupo Comporte que controla a Viação Piracicabana. O valor da tarifa depende da extensão da linha.

SOROCABA E REGIÃO / EMTU – a partir de 08.01.17

Na Região Metropolitana de Sorocaba, a média de reajuste é de 6,81% e leva em consideração os custos dos insumos do transporte como mão de obra, combustível e veículos, segundo a EMTU. Na região são 84 linhas de ônibus intermunicipais. O valor da tarifa depende da extensão da linha.

CAMPINAS E REGIÃO / EMTU – a partir de 08.01.17

Os passageiros das 146 linhas de ônibus intermunicipais que circulam dentro da Região Metropolitana de Campinas pagarão em média 7,06% pelos serviços do Consórcio Bus+. O valor da tarifa depende da extensão da linha.

VALE DO PARAÍBA E LITORAL NORTE / EMTU – a partir de 08.01.17

Na Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte a média de aumento das passagens será de 6,81% nas 76 linhas de ônibus intermunicipais. O valor da tarifa depende da extensão da linha.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

1 comentário em Tarifa de ônibus em Mauá continua em R$ 3,80

  1. O Atila só não aumentou a tarifa porque o congelamento da tarifa era uma promessa de campanha.
    E sobre o aumento da emtu, eu acho inviavel pagar 4,40 para embarcar nos onibus da Metra, e caso haja aumento da area 5 sera uma vergonha, pois essa bendita licitacao da area 5 nao sai nunca.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: