Equipe de João Doria já considera aumentar tarifa de ônibus em 2017

Publicado em: 18 de novembro de 2016

Possibilidade contraria promessa de campanha. Seriam repassados apenas os custos de gratuidades e inflação deve ser assumida pela prefeitura

ADAMO BAZANI

Diante de análise das planilhas de transporte coletivo, a equipe de transição de João Doria concluiu que diferentemente do que o prefeito eleito falava, em vez de R$ 550 milhões, o congelamento da tarifa de ônibus em 2017 necessitaria de ao menos R$ 1,25 bilhão a mais nos subsídios previstos para 2017, que são de R$ 1,7 bilhão.

Com isso, a equipe já considera um reajuste intermediário entre os atuais R$ 3,80 e os R$ 4,40 que foram planejados para o ano que vem caso fosse aplicado o índice de inflação.

Somente com a elevação do total de gratuidades, como para idosos a partir de 60 anos e desconto integral para estudantes em 2017, o impacto deve ser de R$ 750 milhões.

As gratuidades totais e parciais somam 33% do total de passageiros.

Assim, a proposta agora da equipe de Doria é aumentar a tarifa para cobrir essas gratuidades, no entanto, não repassar para os passageiros o aumento de R$ 500 milhões por causa da inflação planejada.

O déficit da prefeitura com sistema é grande. Neste ano, a arrecadação tarifária deve ser de R$ 5,5 bilhões e os custos dos transportes devem se aproximar de R$ 7,5 bilhões

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Comentários

  1. Lennon G. Bueno disse:

    Já passou da hora de realizarem uma auditoria pública nas contas da prefeitura e das empresas que oferecem o serviço de transporte coletivo para a cidade. Essa ladainha de “todo ano a tarifa aumenta” precisa ser revista e auditada, porque durante a gestão de Fernando Haddad linhas foram cortadas, o número de ônibus em circulação foi reduzido, cobradores foram demitidos, a SPTrans demitiu trabalhadores que realizavam recargas dos bilhetes únicos em função da recarga em terminais eletrônicos, etc etc. Portanto, houve sim redução de custo da operação, injustificando novos aumentos.

  2. maria disse:

    O prefeito eleito João Doria (PSDB) anunciou nesta quinta-feira (17) para a direção da SP Negócios (empresa municipal que faz conexão com o setor privado) Juan Quirós, que teve bens bloqueados e é réu por sua atuação na esfera privada….e ainda fica fazendo chacota com os corruptos presos, porque sabe que o PSDB é bilndado pela mídia e pelo Judiciario ….tem dois costas largas …o Pavão Moro e o Gilmar

Deixe uma resposta