Memorial da Segurança no Transporte: Espaço em Curitiba mostra a evolução do tema e o que pode vir para o futuro

Publicado em: 6 de outubro de 2016

Iniciativa é inédita na América Latina. Uma das atrações é o ônibus biarticulado encravado na parede

ADAMO BAZANI

Quem chega ao local logo se impressiona: um ônibus biarticulado antigo, de 26 metros, encravado na parede e suspenso. Simuladores, pneus gigantes, caminhões tombados que passaram por teste de batida, instrumentos que remetem À pré-história… Tudo isso para mostrar a importância  da Segurança no Transporte.

Abriu oficialmente nesta quinta-feira, 6 de outubro de 2016, o Memorial de Segurança no Transporte em Curitiba, no Paraná.

As visitas são gratuitas e o espaço promove uma visão sobre segurança desde a pré-história até os dias atuais no local. Sim, o homem sempre pensou em se proteger e segurança é instinto humano.  São realizadas atividades lúdicas e interativas com roteiro que faz uma viagem pela evolução da humanidade.

“Desde os primeiros instrumentos rudimentares da pré-história, criados por um instinto de sobrevivência como forma de proteção de perigos; passando pelo surgimento das cidades e do conceito de mobilidade urbana; até as avançadas tecnologias da sociedade atual, em plena era da internet das coisas.   O cinto de segurança de três pontas ganha lugar de destaque pela sua importância. Desde a sua invenção, em 1959, ainda hoje é considerado por especialistas o instrumento que mais salva vida no trânsito todos os anos. Uma mesa tátil permite ao visitante sentir a diferença da aderência dos pneus dos veículos nos diferentes tipos de pavimento, como asfalto seco e molhado, terra, paralelepípedo e até na neve.” – diz nota da montadora de ônibus e caminhões Volvo, patrocinadora do espaço.

Ônibus biarticulado encravado na parede e suspenso permite a uma viagem pela segurança no transporte coletivo.

Ônibus biarticulado encravado na parede e suspenso permite a uma viagem pela segurança no transporte coletivo.

O ônibus biarticulado suspenso no teto percorre quase toda a extensão do memorial e sua frente atravessa a parede para compor a fachada do prédio.

Outro ponto de atrativo do memorial é a série de três simuladores: de batida, capotamento e impacto.

– Simulador de “crash test”: o visitante poderá viver a experiência de passar por um “crash test”.  No simulador, vai sentir o impacto da batida e enxergar o acidente de forma virtual, como se estivesse dentro do laboratório de testes.

– Simulador de capotagem: a importância do cinto de segurança de três pontos poderá ser testada em uma cabine que simula um capotamento. Criado pela Volvo em 1959, até hoje o cinto é considerado o principal assessório para evitar mortes em acidentes de trânsito.

– Simulador de impacto: uma balança calcula o peso que uma pessoa atinge em um acidente com velocidade de 40 km/h, 60km/h e 80km/h.

O Memorial é um projeto da Associação Viking, patrocinado pelas empresas Volvo do Brasil e Volvo Financial Services, viabilizado por meio da Lei Federal de Incentivo a Cultura, Ministério da Cultura e Governo Federal.

“Tudo foi pensado para proporcionar uma experiência que leve os visitantes a perceber como a segurança está inserida na sua vida. O objetivo é promover uma educação de trânsito de uma forma leve e ao mesmo tempo impactante”, explica, em nota, o coordenador do Memorial da Segurança, Marco Greiffo.

SERVIÇO:

Funcionamento: de quarta a sábado das 9h às 17h

Endereço: Rua Eduardo Sprada, 6.447 – Cidade Industrial – Curitiba PR

Entrada: Gratuita

Visitas de Grupos

O Memorial da Segurança de Transporte é aberto a grupos de alunos de escolas públicas e particulares. As inscrições podem ser feitas pelo site do memorial: www.memorialdaseguranca.com.br.  A idade mínima para participar das atividades interativas é 9 anos, ou 1,20 m.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Comentários

  1. Sandro R dos Santos disse:

    Bom dia,

    Interessante o projeto, Campinas poderia ter um destes locais também.

  2. Daniel Duarte disse:

    Ansioso pra ir conhecer, deveria ter em todas as cidades, dentro do detran é principalmente.

  3. Ivan R C Resende disse:

    Projeto inovador, parabéns Volvo.

Deixe uma resposta