HISTÓRIA: Vídeos retratam rotina, garagem e ônibus da EPT de Santo André

Frota da EPTSA, pouco antes da privatização

Empresa surgiu na época de maior intervenção do poder público nos transportes e representou uma das mais importantes reorganizações do sistema da cidade do ABC Paulista

ADAMO BAZANI

Quem já vivia entre os anos de 1980 e 1990 na cidade de Santo André, no ABC Paulista, lembra muito bem de uma das mais importantes reformulações dos transportes coletivos, que foi marcada pela criação da EPT -Empresa Pública de Transportes

A EPT não foi apenas uma operadora de ônibus. Ela marcou uma nova configuração de linhas que até hoje existe na cidade.

Antes da reformulação dos transportes, não havia ligação por ônibus entre os primeiros e segundos subdistritos da cidade.

A nomenclatura das linhas também mudou. Antes eram identificadas apenas por números, mas depois da reformulação, todas as linhas começavam com letras, entre elas:

B – indicando linha com pontos finais em bairros, passando ou não pelo centro

I – linha que entre os dois subdistritos

T – linhas que têm ponto final nos terminais  Santo André Oeste/Leste

S – na Estação Prefeito Saladino

U – inicial/final em Utinga

As empresas também adquiriram nova frota com padronização diferente na pintura, que ostentava as letras SP.

O desenho era o mesmo, mas mudavam as cores das letras ST – Sistema de Transportes e a faixa que formava o desenho destas letras.

sao-c2

Verde Escuro com sai verde escuro: Empresa Auto Ônibus Circular Humaitá

sao-c3

Verde Claro com saia branca: Transportes Coletivos Parque das Nações

sao-c4

Verde Claro com saia verde claro: Viação Curuçá

sao-c

Aul Marinho:  Viação São José

viacao-c-padroeira2

Laranja com saia branca: Viação Padroeira do Brasil

sao-camilo-348-1

Laranja com saia laranja: Viação São Camilo

sao-c1

Vermelho: EPT

As cores formavam uma harmonia diferente na cidade.

Um dos marcos da EPT nas linhas interdistritais eram os monoblocos O-371, da Mercedes-Benz (depois usados em outras linhas) – uma evolução dos transportes urbanos na época, com conforto e design moderno que não ficam para trás de muitos ônibus urbanos usados atualmente nos sistemas.

Para quem quer matar saudade tanto de modelos, dos veículos, como da EPT, dois vídeos de Reginaldo Duarte Franco mostram os ônibus da EPT em funcionamento, trabalhadores da época e a rotina dentro da garagem, que antes era ocupada pela viação Alpina. Os vídeos são de 1997, pouco antes de o braço operador da EPT ser privatizado.

Vale muito acompanhar este registro histórico. Veja abaixo da matéria

A EPT – Empresa Pública de Transportes de Santo André foi criada em 1989 pelo então Prefeito Celso Daniel, do PT.

A EPT surgiu na época da tendência de maior participação do poder público no gerenciamento dos transportes e nas operações, em especial nas administrações petistas.
A Empresa Pública de Transportes era para iniciar como operadora de apenas 35 ônibus em linhas que unissem os dois subdistritos de Santo André, mas, em 1990, com a intervenção na Viação Alpina, que não aceitou a mudança de sistema, a EPT assumiu 09 linhas e 109 ônibus.

Os antigos Caio  Gabriela, Caio Amélia, Caio Vitória da Alpina foram incorporados à frota da EPT.
Na época, as empresas eram contratadas por serviços prestados, na chamada de maneira equivocada municipalização. Equivocada, pois apesar de maior influência do poder municipal e de uma operadora pública, os serviços, ainda eram em sua maioria operados por empresas particulares.
Em 1993, o sistema de remuneração das empresas voltou a ser pelo o que elas arrecadassem nas catracas, e, endividada, em 1997, a EPT foi privatizada. Suas linhas foram assumidas por um Consórcio de empresários que já atuavam no sistema, o Expresso Nova Santo André.

Em 2002, o assassinato do Prefeito Celso Daniel dá um baque no sistema de transportes da cidade. Empresários foram acusados de corrupção e participação no crime. Alguns, como os da Viação São José, se sentiram prejudicados em relação a outros, como da Padroeira do Brasil, com perdas de linhas.

No ano de 2008, o Sistema foi reformulado de novo. Empresários da região ganham de forma polêmica a concorrência com a empresa Julio Simões de Mogi, que alegou oferecer repasse maior à Prefeitura e, mesmo assim, perdeu a concorrência.

Quando Aidan Ravin assumiu a prefeitura em 2009, depois de uma eleição surpreendente em 2008, ele ordenou a troca da pintura dos ônibus, que tinham detalhes vermelhos, na padronização adotada pelo petista João Avamileno, para a cor azul, com o mesmo desenho, e trocou o nome EPT para SATrans, com custos burocráticos para esta troca se concretizar.

À época, Aidan Ravin justificou a troca para que a cidade se identificasse melhor com as cores de sua bandeira, que têm predominância azul. Mas analistas políticos disseram que o objetivo de Ainda era apagar tudo o que lembrasse o partido rival o PT.

VÍDEOS HISTÓRICOS EPT DE SANTO ANDRÉ:

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

2 comentários em HISTÓRIA: Vídeos retratam rotina, garagem e ônibus da EPT de Santo André

  1. Amigos, bom dia.

    Adamo, parabens, essa materia aula, alem de contar a historia da EPTSA, ela e historica.

    Muito bem obsetvado o conforto e o design moderno do O 371 que a epoca superam os atuais.

    Agradeco ao Sr. Reginaldo Franco por ter realizado os videos e principalmente por permitir a divulgacao para todos.

    Pelos videos, observa-se o carinho dos colaboradores com a EPTSA, isto e muito legal.

    Foi a primeira vez que vi um filme que mostre uma garagem de buzao por dentro e ai me fez pensar que uma empresa de buzao e algo muito intenso 24 horas, e vou pesquisar se ha algum video institucional de alguma empresa de buzao ou se tem um individual no youtube.

    Valeu!

    Att,

    Paulo Gil

  2. Parabéns pela matéria!

    Infelizmente a grande EPT acabou mas deixa saudades!
    Tinha bons profissionais e poucos eram os que denegriam e detroia a imagem e o patrimônio público de grande valor para o município de Santo Anré.
    Vale lembrar que muitos profissionais queriam e invejam em trabalhar na EPT.
    FOI SOMENTE NA GESTÃO DO PTB, O SR. DR. NEUTON BRANDÃO QUE A EMPRESA COMEÇOU O SEU DECLÍNIO!

    LEMBRO MUITO O BEM O DR. NEUTON BRANDÃO DIZENDO QUE A ULTIMA COISA QUE ELE QUERIA VER E QUE NEM VIU ATÉ NO SEU FINAL DE MANDATO ERA A EPT.
    ELE FOI BEM CATEGÓRICO QUE NÃO FEZ NADA DE BOM PARA A EMPRESA.
    QUE DEUS TENHA A MISERICÓDIA DELE!

    Mesmo assim os vídeos me emocionarm, porque eu queria fazer parte desta época por causa dos CAIO Gabriela e Amélia, e o famosos O-371U.
    Morava no Alvorada na segunda etapa e muitas vezes subia para a primeira etapa só para andar nos O-371U da linha I04 Las Vegas- Capuava por causa do conforto do ônibus.
    A única coisa que não gostava desta empresa é que os funcionários não tinha uniforme.
    Pena que na gestão do DR NEUTON BRANDÃO, os ônibus eram sujos, manutenção ruim e alguns funcionários mal educados.

    Mesmo assim sinto sudades daquela época!

    DEUS ABENÇOE A TODOS QUE VIVERAM ESTA ÉPOCA!

Deixe uma resposta