Suzantur suspende linhas especiais em São Carlos por falta de motoristas

Publicado em: 23 de setembro de 2016

Ônibus da Suzantur que estava no sistema de Mauá e foi transferido para São Carlos

Empresa diz que nem todos os trabalhadores da Athenas foram para companhia com contrato emergencial

ADAMO BAZANI

Estudantes e portadores de deficiência que dependem de linhas especiais em São Carlos, no interior paulista, estão sem contar com serviços de ônibus. A Suzantur, que assumiu um contrato emergencial até a realização de uma licitação, deixou de operar algumas dessas linhas, apesar de constarem no contrato com o poder público.

A Suzantur alega que existe uma falta de motoristas na região. A empresa afirma que existe um déficit no quadro de funcionários, faltando ainda 30 motoristas para que a situação seja normalizada. No entanto, a Suzantur não deu nenhuma previsão para nova contratação.

Pelo TAC – Termo de Ajustamento de Conduta, assinado com o Ministério Público, a Suzantur deve dar prioridade na contratação de funcionários que pertenciam a Athenas Paulista, empresa que deixou de operar as linhas municipais, mas nem todos os funcionários tiveram a liberação dos documentos para que sejam efetuadas as contratações.

Segundo o Ministério Público, nem todos os pontos do termo de ajustamento estão sendo cumpridos pela Suzantur. Por causa disso, o órgão moveu ações na justiça contra a prefeitura e contra a empresa de ônibus por problemas como superlotação, demora nos pontos e frota inadequada. A Suzantur diz que quando a bilhetagem eletrônica estiver completamente implantada, as operações estarão normalizadas. Relembre em: https://diariodotransporte.com.br/2016/09/13/mp-move-acao-contra-suzantur-e-propoe-multa-de-r-50-mil-por-maus-servicos/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. William de Jesus disse:

    Resumindo…
    Ela já dar as cartas de como vai funcionar as linhas. Está preparando o terreno para ela mesmo operar na cidade

Deixe uma resposta