Energia para ônibus que vem do ar

Equipamento é leve e ocuparia área pequena em teto de ônibus, garante invenção.

Cientista brasileira cria gerador de energia elétrica que pode abastecer bateria para ar-condicionado e iluminação interna de veículos

ADAMO BAZANI

O ar-condicionado e o sistema de iluminação interna de ônibus operando conjuntamente podem aumentar entre 10% e 30% o consumo de combustível e, no caso de alguns modelos de ônibus elétricos, reduzir a autonomia das baterias que geram força para movimentação dos veículos.

Assim, fontes de energias independentes para esses equipamentos são estudadas para permitir que os veículos de transporte coletivo tenham operação mais econômica e mais eficiente.

Uma das alternativas pode vir do ar.

O gerente de tecnologia da informação, Mário Milanésio Neto, formado pelo Centro Universitário Fundação Santo André, patenteou um projeto que pode ser um dos caminhos para o mercado ter ônibus mais econômicos e com maior autonomia.

Trata-se de um sistema de geração de energia móvel. O equipamento, que também pode ser instalado no teto de carros e caminhões, capita o movimento do ar durante a circulação do veículo. O ar movimenta pequenas turbinas que podem carregar alternadores gerando assim energia elétrica.

O sistema é feito com gabinete de fibra de vidro, que é mais leve, e também possui células fotovoltaicas que aproveitam a energia solar.

Há baterias armazenadoras e materiais isolantes.

O tamanho do equipamento varia de acordo com o porte do veículo.

A patente já está registrada no INPI — Instituto Nacional da Propriedade Industrial, faltando agora incentivos e parcerias para que o invento seja produzido em escala.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

3 comentários em Energia para ônibus que vem do ar

  1. Isto é muito bom! Parabéns ao digníssimo inventor!

  2. Bacana, mais por exemplo em SP os empresários não querem permitir isso, já que o diesel pra ferrar o pulmão da população, que se dane isso, o que importa e o lucro, piada.

  3. Amigos, boa noite.

    Mário parabéns!

    Inventar é fácil o difícil é colocar o produto no mercado.

    Em Sampa o buzão não anda, portanto não produz nem vento.

    SUCESSO !

    Att,

    Paulo Gil

1 Trackback / Pingback

  1. Energia para ônibus que vem do ar | Campione

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: