Brasil tem três entre as 10 cidades mais congestionadas do mundo

No Rio de Janeiro, motoristas e passageiros perdem seis dias inteiros por ano dentro dos veículos. Foto: Rony Maltz/Folhapress

Índice internacional mostra quanto tempo as pessoas gastam para se deslocar. Rio de Janeiro é a pior brasileira e São Paulo saiu do topo das dez primeiras colocadas

ADAMO BAZANI

Com Juliana Diógenes – O Estado de São Paulo

O Brasil precisa urgentemente de investimentos em sistemas de transportes de média capacidade eficientes e de realmente alta capacidade, como os corredores de ônibus BRT – Bus Rapid Transit e uma rede de metrô de fato.

Algo que já parece óbvio mais uma vez é confirmado pelo ranking mundial da empresa TomTom, de monitoramento de trânsito, que apurou quanto tempo as pessoas perdem por ano  nos congestionamentos.

A pesquisa, que analisou 295 cidades de 38 países em seis continentes, foi divulgada nesta terça-feira 22 de março de 2016 e traz dados referentes aos anos de 2014 e 2015 .

A metodologia é a seguinte: A medição não considera o tamanho de congestionamentos, ou seja, os quilômetros. É feita uma comparação entre o tempo de deslocamento que é necessário para percorrer o mesmo trajeto em horas de pico e em momentos de menor movimento. Esse tempo adicional é o que o condutor leva no trânsito e, para a tabulação, o resultado é transformado em porcentagem.

A cidade no mundo onde é mais desperdiçado tempo em congestionamentos é a Cidade do México, com índice de 59%. No Brasil a primeira cidade da lista e quarta no ranking mundial é o Rio de Janeiro com 47%, o que corresponde à perda de 165 horas por ano. É como se o motorista no transporte individual e o trabalhador e o passageiro de transporte público ficassem ao menos seis dias seguidos do ano parados dentro dos veículos.

A expansão dos corredores de ônibus na cidade do Rio de Janeiro, que já estão presentes no sistema, mas são considerados insuficientes – precisando de mais quilômetros, o VLT – Veículo Leve sobre Trilhos e ampliação da linha 4 do metrô são tidas como ações iniciais para reverter o quadro. Para se ter uma ideia, no levantamento de 2014, no Rio de Janeiro as pessoas gastavam 99 horas por ano no trânsito.

Ainda entre as cidades brasileiras Salvador, aparece em segundo lugar com 43% de perdas, e é a sétima no ranking mundial. Na capital baiana o motorista perde 160 horas por ano nos trajetos, números semelhantes são em Recife também com 43%, sendo a oitava no ranking mundial e a terceira entre as brasileiras.

São Paulo é a quinta cidade brasileira onde se perde mais tempo no trânsito e não aparece no ranking das 10 cidades em todo o mundo. A relação do tempo gasto é de 29%. Na prática, os paulistanos perdem 103 horas no trânsito por ano. No levantamento referente a 2014, a perda era de 77 horas nos congestionamentos.

A TomTom diz que além de haver sistemas como dos corredores de ônibus e metrô, ou seja, infraestrutura, é necessário dar confiabilidade para os passageiros e com isso convencer as pessoas que estão no carro a deixar os veículos próprios em casa. Esta confiabilidade vem, além de uma boa operação, por meio de informações mais precisas e detalhadas sobre, por exemplo, quando o ônibus vai passar, itinerários e uma lista das conexões mais práticas nas redes de metrô.

 Adamo Bazani jornalista especializado em transportes

A LISTA COMPLETA NESTE LINK

CIDADES DO MUNDO COM MAIOR PERDA DE TEMPO NO TRÂNSITO:

  1. Cidade do México: 59%
  2. Bangcoc: 57%
  3. Istambul: 50%
  4. Rio de Janeiro: 47%
  5. Moscou: 44%
  6. Bucareste: 43%
  7. Salvador: 43%
  8. Recife: 43%
  9. Chengdu: 41%
  10. Los Angeles: 41%

CIDADES NO BRASIL COM MAIOR PERDA DE TEMPO NO TRÂNSITO:

  1. Rio de Janeiro: 47%
  2. Salvador: 43%
  3. Recife: 43%
  4. Fortaleza: 33%
  5. São Paulo: 29%
  6. Belo Horizonte: 27%
  7. Porto Alegre: 22%
  8. Brasília: 19%
  9. Curitiba: 18%

 Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

6 comentários em Brasil tem três entre as 10 cidades mais congestionadas do mundo

  1. kkkkkkk Brasil …sempre uma piada mesmo ! A CORRUPÇÃO É Q NOS ALEIJA DE TODOS OS MODOS POSSÍVEIS E IMAGINÁVEIS E INIMAGINÁVEIS ! Nossa classe de políticos asquerosa é nos destrói ! Servos de Satanás mesmo ! Eles são contra a qualidade de vida e a favor da poluição tmb! Absurdos em cima de absurdos ! A Cidade de SP/SP não pode mais viver na expectativa de mais linhas de Metrô …a Cidade tem q ter Corredores BRT de verdade mesmo ! E mais e mais Corredores de Ônibus DE TODOS OS ESTILOS E TIPOS POSSÍVEIS ! Metrô é caro demais e demora muito !

  2. A segunda lista está com o título errado. Ótima matéria!!!

  3. Não é o que o metrô é tão caro, o problema é o superfaturamento e a corrupção, corredores de ônibus devem ser complementos em uma grande cidade, e o principal meio de deslocamento tem que ser metrô, todas as metrópoles e megalópolis do mundo que não aparecem na lista tem um ótimo sistema de metrô…essa é a solução…

  4. Será possível que não podemos fazer nada pra reverter isso ?
    Já vi obras na construção de casas populares onde os beneficiados ajudaram na construção das moradias, barateando a obra.
    Adamo, seria possível a participação popular voluntária na contrução de obras de mobilidade ? Acho que já está na hora dos usuários se unirem, pois político não usa transporte coletivo e não passam o sufoco dos usuários. Acredito que com o poder das redes sociais poderíamos reverter esse quadro, pois agora com issa crise, sempre haverá desculpa da falta de verba e daí que não vai sair nada mesmo !!!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: