Mercedes-Benz inicia comemorações de 60 anos de planta no Brasil

Um dos chassis mais vendidos da Mercedes-Benz no Brasil, o 1113, é ainda visto em diversas cidades e áreas de difícil acesso no País.

Empresa coloca logotipo especial alusivo à data. No País, uma das marcas foi a produção dos ônibus monoblocos entre 1958 e 1996 e o chassi 1113

ADAMO BAZANI

A Mercedes-Benz comemora no próximo dia 28 de setembro de 2016, 60 anos de sua planta no Brasil.

A fábrica em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, foi inaugurada com a presença do presidente Juscelino Kubitschek. De acordo com os relatos históricos, o presidente disse a seguinte frase na cerimônia: “O Brasil Acordou para a História”.

A política de Juscelino Kubitschek tinha como uma das bandeiras incentivar a indústria automotiva para proporcionar o desenvolvimento do país. A crítica que se faz é que enquanto a indústria de automóveis recebia apoio, os transportes ferroviários eram deixados de lado. E realmente foi um erro, porque se o Brasil seguisse o exemplo de outras nações, poderia muito bem desenvolver sua indústria de carros, caminhões e ônibus, sem, no entanto, deixar de lado os trilhos.

Tanto é que as maiores fabricantes de veículos automotores possuem suas sedes na Europa e na América do Norte, locais onde os transportes metroferroviarios são fortes.

Apesar deste erro na condução da política econômica e de transportes ao longo da história no Brasil, não se pode negar a importância dos deslocamentos rodoviários e uma data como esta deve ser considerada.

Para comemorar os 60 anos, a Mercedes-Benz colocou no prédio principal da planta de São Bernardo do Campo, um logotipo com iluminação especial alusiva à data.

Ônibus Mercedes-Benz, no Rio de Janeiro em 1969. Mercedes-Benz logo se tornou a maior produtora de coletivo no País chassis para transporte.

“O numeral instalado no prédio central tem um tamanho muito chamativo e está posicionado de forma bem harmônica ao lado da estrela Mercedes-Benz, tradicional ícone da fábrica e da empresa no bairro e para quem passa na Via Anchieta. Ele ganha muito destaque especialmente à noite, quando recebe uma iluminação especial. O numeral foi produzido em aço carbono, tendo uma estrutura sólida como base de apoio. A iluminação do logo é do tipo neon, o que amplia assim a sua atratividade visual noturna.” – diz a Mercedes em nota.

Apesar de a planta ter sido inaugurada em 1956, antes mesmo desta data, Mercedes Benz já fazia negócios no país com a fundição de motores e importação de componentes.

O parque industrial de São Bernardo do Campo teve as obras iniciadas em 7 de outubro de 1953. O capital social de início foi de 50 mil cruzeiros.

Em 7 de setembro do mesmo ano foi fundada a marca Mercedes Benz do Brasil.

Linha de caminhões no início dos anos de 1980.

A empresa logo se colocou entre as maiores fabricantes de ônibus e caminhões no país. Em 1956, no início das operações, os ônibus eram encarroçados sobre chassi L 312, mas foi em 1958 que a empresa criou um marco na história da mobilidade, quando produziu no país o primeiro ônibus Monobloco : O-321, também chamado de Super B, um modelo internacional.

Os ônibus monoblocos eram integrais: chassi, carroceria e motor formavam o bloco só. Para o passageiro, bastante conforto. A linha de monoblocos foi produzida até 1996, o último modelo foi o O400. A produção foi descontinuada devido às características do mercado brasileiro de ônibus, no qual, por questão de custos e por adversidades operacionais, com a presença ainda de vias de terra e relevos desiguais, os empresários preferem comprar o chassi e depois encaroçar o ônibus.

Os ônibus Mercedes Benz se destacaram, entretanto, em relação ao volume de vendas justamente pelo sistema de comercialização de chassi para posterior encarroçamento.

onibus

Ônibus Mercedes-Benz, no Rio de Janeiro em 1969. Mercedes-Benz logo se tornou a maior produtora de coletivo no País chassis para transporte

Nos anos de 1970, presença da Mercedes-Benz no mercado de ônibus se intensificava. Foto em Copacabana no ano de 1975

Vários modelos foram destaque. No entanto, um dos que mais marcaram a história dos transportes foram os chassis 1113, nos anos de 1970 e 1980, que recebiam carrocerias de veículos urbanos e rodoviários. Em algumas regiões, praticamente o que só se via nas cidades era justamente este modelo.

O 1113 também foi um dos destaques nas vendas de caminhões. Até hoje é possível ver tanto veículos de transporte coletivo como de carga deste modelo ainda rodando em diversas regiões do país.

As versões de chassis que recebiam as carrocerias de ônibus eram: LPO 1113 (1970 a 1986), OF 1113 (1970 a 1986) e L 1113 (1973 a 1986).

O entre-eixos, altura em relação ao solo, a distância entre os eixos e para-choques (balanços dianteiro e traseira), além do comprimento total eram alguns diferenciais entre as versões.

COMERCIAL DO MONOBLOCO 0-364, DE 1981, FAZENDO UMA BRINCADEIRA PARA RESSALTAR O ISOLAMENTO ACÚSTICO DO VEÍCULO

“Este será um ano muito especial para nossa Empresa, que responde pelo primeiro motor diesel, primeiro caminhão e primeiro ônibus fabricados no País” – diz em nota o presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO América Latina, Philipp Schiemer.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes.

8 comentários em Mercedes-Benz inicia comemorações de 60 anos de planta no Brasil

  1. Por isso aí q devemos nos livrar pra sempre do PT MALDITO SEJA E DE SEUS PARCEIROS NO CRIME E NAS POUCAS-VERGONHAS Q ESTÃO ENFIADOS ! COMIL-ENCARROÇADORA-LORENA-SP…FECHADA…POR TEMPO INDETERMINADO! IBRAVA-ENCARROÇADORA…FECHADA POR TEMPO INDETERMINADO…MARCOPOLO / CIFERAL- ENCARROÇADORA – XERÉM -RJ (BAIXADA FLUMINENSE) FECHADA POR TEMPO INDETERMINADO…A PRÓPRIA MERCEDEZ BENZ DEMITINDO UM MONTÃO DE FUNCIONÁRIOS E DANDO FÉRIAS PRA OUTROS…ACORDA POVO BURRO DESGRAÇADO E INFELIZ! PAREM DE SE VENDER POR UM BOLSA-FAMÍLIA, POR UM PÃO COM MORTADELA E UM COPO DE KI-SUCO BEM VAGABUNDO E SEM GELO ! ACORDA ! Comecem pelas eleições municipais! SE O VADIO DO HADDAD E OU O MENTIROSO DO KASSAB TIVESSEM FEITO DE UMA VEZ POR TODAS ESSA LICITAÇÃO DOS TRANSPORTES DE SP/SP…SOB A RESPONSABILIDADE DA SMT / SPTrans A SITUAÇÃO PODERIA SER DIFERENTE…NÃO ACHAM ?? AS ELEIÇÕES MUNICIPAIS ESTÃO VINDO ! PAREM DE VOTAR EM PT E AFINS E PSDB E AFINS…E EM !”MILAGREIROS” COMO AQUI EM SP/SP…DATENA E RUSSOMANO O MENINO PRODÍGIO DO EDIR MACEDO…MISERICÓRDIA !! E EM “MARTAXA SUPLICIO E RELAXA E GOZA!”… SEM EDUCAÇÃO E SEM VERGONHA E ENVOLVIDA EM FALCATRUAS E Q HJ TROCOU O PT PELO PMDB…OUTRO CANCER DA POLITICA BRASILEIRA! COMECEM A DAR CONFIANÇA A CANDIDATOS CATÓLICOS ROMANOS E Q FAZEM ALGO PELO POVO SEMPRE Q PODEM ! PELO AMOR DE DEUS ! CHEGA DE VOTAR EM ANTICRISTOS !

  2. Desopilou o fígado com esse comentário. Valeu companheiro! !!

  3. Marco Aurélio Maris // 11 de fevereiro de 2016 às 17:39 // Responder

    Sou vizinho da fábrica aqui em SBC há 42 anos.
    Vi muita coisa acontecer. A fabricação dos monoblocos era um espetáculo quando colocados no pátio um ao lado do outro.
    A situação hoje é bem diferente.
    Pena que essa comemoração se dará com mais gente em lay-off (dia 17 agora saem 1.500 trabalhadores).

  4. Está ficando muito chato, chato mesmo ler artigos na internet, principalmente os comentários, que não adicionam nada ao assunto, ajudam a enervar pessoas que estão aproveitando o espaço para se entreter e incitam ódios irracionais. Gente, o lugar e o momento de se mudar coisas erradas não é num blog muito menos no tempo atual. Tratem de mudar as mentes de vocês primeiro; juntem-se todos vocês que pensam diferente, padronizem seu discurso e partam para a mudança do jeito certo. Por favor parem de poluir tudo quanto é espaço franqueado para escrever, e vamos nos ater ao assunto levantado no artigo.

  5. Adama, eu me lembro de ônibus nas decadas de 70 e 80 que já saiam da fabrica da Mercedes encarroçados, ou estou enganado?

  6. O colega, Mrte…., por favor , nosso outro colega J, só fala e realidade , o
    dono do Blog . ADAMO BANZANI é quem mais faz denuncias sobre as picaretagem de empresas e politicos ENVOLVIDOS , Não são ódios irracionais, não precisamos de discurso padrão, se atenha a ler o artigo, se não sabe o que dizer simplesmente NÃO DIGA NADA.
    EU ASSINO E COLOCO MEU NOME.

  7. Sem sombra de dúvidas a MBB uma das pioneira da Indústria Automotiva do Brasil tem muita a comemorar. Não só pelo significado da famosa estrela de três pontas mas, pelo sua imensa contribuição ao Brasil no desenvolvimento industrial.
    Parabéns e obrigado a MBB pelos seus 60 anos de Brasil !

1 Trackback / Pingback

  1. Como “nasciam” os ônibus e caminhões nos primeiros anos de Mercedes-Benz no Brasil – Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: