Caio traz informações oficiais sobre o novo Mondego

Novo ônibus da Caio vai ser destinado para o mercado externo. Não há previsão confirmada para o Brasil

Modelo será destinado ao mercado externo. Primeira unidade é para o Chile

ADAMO BAZANI

Pesquisadores de transportes flagraram o ônibus no Brasil e logo houve muitas especulações não só entre os admiradores do setor, mas também profissionais, frotistas e demais fabricantes. Muitas informações foram adiantadas por alguns destes profissionais.

Nesta segunda-feira, 14 de dezembro de 2015, a Caio Induscar enviou nota à imprensa especializada, como o Blog Ponto de Ônibus, sobre o novo veículo.

Trata-se da nova versão do Mondego preparado para chassis de motor traseiro, desenvolvido para o segmento urbano e voltado inicialmente para o mercado externo.

A primeira unidade foi adquirida para prestar serviços no Chile e foi encarroçada sobre chassi Mercedes-Benz.

De acordo com a Caio, o veículo possui 13,1 metros de comprimento e pode transportar até 88 pessoas entre sentadas e em pé.

Em nota, a empresa dá outros detalhes do modelo. A Caio não informou se pretende comercializar o veículo no Brasil:

A Caio Induscar está lançando para o mercado externo a nova versão do Mondego, veículo de motor traseiro, desenvolvido para o segmento urbano.

A primeira unidade do novo Mondego foi adquirida por clientes do Chile, tradicional mercado dos produtos Caio, encarroçada sobre chassi Mercedes-Benz.

O urbano chega com linhas harmônicas e fortes. Com o objetivo de conciliar tecnologia com baixo custo de manutenção, vários itens foram projetados com essa finalidade, dentre eles: luz de posição dianteira em LED; espelho retrovisor fixado na coluna do veículo e arcos de roda compactados junto à carroceria.

Um grande diferencial do modelo é o conjunto óptico intercambiável entre outros modelos da marca Caio, diminuindo o custo de manutenção, reforçando a identidade da marca. Conta com porta tipo fole, para-brisa com nova curvatura para garantir maior visibilidade, novo cockpit e painel, entrada de ar forçada para a cabine do motorista, e placas de LED embutidas nos itinerários, o que facilita a visualização e aumenta a vida útil do componente.

O modelo possui rampas para facilitar o acesso de pessoas com necessidades especiais e espaço para acomodar cadeira de rodas, o que garante total acessibilidade.

As carrocerias possuem comprimento total de 13.150 mm e capacidade para transportar 32 passageiros sentados, incluindo portador de necessidades especiais, com lotação total de 88 pessoas.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

4 comentários em Caio traz informações oficiais sobre o novo Mondego

  1. É curioso que 17 anos após morte de Haroldo Nielson, os lançamentos rotulados como..”novo” continuam incorporando traços dele. Tá difícil aparecer algo criativo, inovador nesse ramo. Os mais antigos devem lembrar de alguns lançamentos inovadores do passado como o Caio Gaivota, o urbano teto reto Veneza da MP, do MP III, Diplomata “

  2. No meu comentário faltou o chamamento aos excelentes designers para que se rebelem contra os castradores de suas ideias e busquem materialisar seus projetos. Quebrem o paradigma de que é mais caro. O usuário quer o novo! !!

  3. Com a volta da Busscar em 2016, teremos novidades.

  4. Bacana hein,estão dizendo nos fóruns no face que no Brasil sera vendido como Millennium IV,,veremos.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: