EMTU altera doze linhas com origem na região Oeste da Grande de São Paulo

ônibus Embu

Passageiros devem estar atentos para alterações de linhas de ônibus da zona Oeste

Veículos vão deixar de trafegar pela Avenida Francisco Morato

ADAMO BAZANI

Neste sábado, dia 17 de outubro de 2015, a EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos vai modificar 12 linhas de ônibus intermunicipais com origem em Embu das Artes, Itapecerica da Serra e Taboão da Serra e destino ao bairro de Pinheiros, região do Hospital das Clínicas e Metrô Conceição, na capital paulista.

As linhas vão deixar de trafegar pela Avenida Francisco Morato e vão circular pela Avenida Eliseu de Almeida.

A relação é a seguinte:

032 BI1:  Embu das Artes (Jardim Vista Alegre) / São Paulo (Pinheiros)

032BI2: Itapecerica da Serra (Jardim Sampaio) / São Paulo (Pinheiros)

033: Embu das Artes (Engenho Velho) / São Paulo (Clínicas)

078PR1: Embu das Artes (Jardim São Marcos) / São Paulo (Pinheiros)

090PR1: Embu das Artes (Jardim Valo Verde) / São Paulo (Pinheiros)

124: Embu das Artes (Jardim Santo Eduardo) / São Paulo (Clínicas)

124BI1: Embu das Artes (Jardim Angela) / São Paulo (Clínicas)

128: Embu das Artes (Jardim do Colégio) / São Paulo (Pinheiros)

190: Taboão da Serra (Jardim São Judas Tadeu) / São Paulo (Metrô Conceição)

191: Taboão da Serra (Parque Pinheiros) / São Paulo (Clínicas)

272: Embu das Artes (Terminal Casa Branca) / São Paulo (Pinheiros)

356: Taboão da Serra (C.SU.) / São Paulo (Pinheiros).

As linhas 033, 124, 124BI1 e 191 – só vão atender de passagem o Terminal Metrô Butantã da Linha 4 – Amarela, continuando o trajeto pela avenida Vital Brasil até a ponte Eusébio Matoso. O passageiro pode fazer a integração com o Metrô pelo Cartão BOM, o que dá desconto de R$ 1,55 na transferência. Pagamentos em dinheiro não permitem a integração tarifária.

LINHAS NA FRANCISCO MORATO:

As linhas 032, 078, 090 e 510 continuarão a seguir pelo corredor da av. Francisco Morato e voltarão a circular pela Ponte Bernardo Goldfarb e rua Butantã para acesso ao bairro de Pinheiros, reduzindo o percurso e proporcionando um ganho de tempo ao usuário, promete a EMTU.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

19 comentários em EMTU altera doze linhas com origem na região Oeste da Grande de São Paulo

  1. Menos mal que sigam pela Eliseu da Almeida até que as estações do Metrô Amarela antes de Butantã fiquem prontas.

    Mas pra que a Clínicas, ou pior: Metrô Conceição?!
    EMTU não são para tráfego dentro da cidade, mais ainda no centro expandido.
    Ocupam espaço a toa e de forma injusta.
    Estas linhas têm que chegar na Estação Butantã; mas provavelmente não caberiam todas. Portanto Estação Pinheiros seria a 2a. melhor opção.

    • Clínicas até concordo ser ‘quase’ inútil devido às linhas que sobem para lá, mas aí é que está o pulo do gato: não há integração com os ônibus da SPTrans para que valha a pena trocar de condução! E para Conceição essa linha atende um trecho que nem as linhas da SPTrans cobrem direito (que o diga a 477P). Talvez com a novo sistema de linhas municipais + a construção da linha Rosa + a integração entre modais que demora para ocorrer a afirmação seja verdadeira. E cá entre nós, o Centro Expandido é tudo, menos central.

      • William de Jesus // 13 de outubro de 2015 às 19:06 //

        De fato, Dênis. A SPTrans deveria colocar mais linhas na Bandeirantes. Depender de uma linha só praticamente é complicado!

  2. A Eliseu de Almeida é um corredor alternativo paralelo a Francisco Morato. Geralmente quando é horário de pico, as duas lotam facilmente. Só que analisando, o “Corredor Francisco Morato” está sobrecarregado já que é um corredor municipal e liga Pinheiros à Campo Limpo e outros bairros da região.

    Pelas poucas vezes que peguei ônibus que passam na Eliseu, de fato, há uma menor lotação, mas sinto que o tempo gasto é maior por lá, talvez seja impressão minha.

    De fato, a ideia é desafogar o corredor principal e evitar que os EMTU fiquem esperando os municipais nos pontos. Vamos ver no que dá. 🙂

  3. Boa tarde!

    Olha, a 190 eu até entendo, mas a 033?? Não faz o menor sentido! Melhor então encurtar a linha até o Butantã e quem quiser subir pra Clinicas que pegue o trem.

    Sobre desafogar a Francisco,é uma boa iniciativa, embora que pela Eliseu o tempo de percurso será maior (além do péssimo víário que há entre o Butantã e a Leroy da Vila Sonia)

    • Willian de Jesus,boa noite

      Concordo,termina no “Buta” e sobe até o centro de Amarela.

      Você foi muito gentil,a Eliseu não tem viário ela tem “buracário” e
      “ondulaçário”.

      Rsssssssssssssssssss

      Abçs,

      Paulo Gil

  4. Amigos,boa noite.

    A ordem dos corredores não alteram os viadutos.

    A EMTOSA tem é de pagar pra rodar nas faixas do buzão de Sampa; ou ficar no seu municipio de origem.

    Aguardem, com a cPTc essa moleza vai acabar.

    Acho que tem muito EMTOSA rodando em Sampa;os Tubarões tem de dar umas mordidas para defender o território.

    Att,

    Paulo Gil.

    • Boa noite, Paulo Gil!

      Não sabia que tinha esse esquema REALista!

      Sobre as linhas, teoricamente as linhas da EMTU deveriam rodar até no maximo a fronteira com a cidade. As linhas em questão, por exemplo, deveriam ir APENAS até o Campo Limpo, e de lá o pessoal pegar outro busão. Mas sinceramente, ainda bem que não é assim. A SPTrans tem frescura pra tudo. A EMTU também tem, mas menos que sua “irmã”

  5. Nossa como tem gente que só fala besteira, LINHAS INTERMUNICIPAIS OCUPAM TODO O ESPAÇO…….linha 033 Clinicas é uma das mais demandadas da Região Metropolitana, se cortar ela no butanta, muitos passageiros iram usar o carro particular, msm coisa a linha que vai para o metro conceição…..o que ocupa espaço é o carro particular e não o onibus…as linhas que devem ser seccionadas são linhas dificultarias que fazem sobreposição….em todas as cidades do mundo é assim, não linhas rentáveis…..eu msm trabalho no centro de SP, vou de carro pq seccionaram no Sacomã…e não só eu varias pessoas abandoram as linhas de scs que tem bons intervalos e carros novos para ir de carro, pois ir ate sacomã não resolve nada, tanto que essas linhas a demanda despencou…..

    • Marcos, me desculpe, mas tudo é questão de educação! O paulista está muito mal acostumado, que ir de um bairro à outro sem ter que descer do busão, atravessar a cidade sentado na poltrona sem respeitar nem mesmo os idodos e pessoas que têm preferencia.

      As linhas intermunicipais ocupam espaço, de fato! Aquela região de Pinheiros é uma das piores, assim como no Armênia, por exemplo. Mas é preciso haver coerência. Dei a idéia de encurtar a 033 justamente porque ela vai praticamente para o mesmo lugar que o metrô passa. Por 5 minutos, o cara faz sim questão de pagar um pouco mais. A 033, assim como a 032, deveria continuar com seu trajeto original (pois, como você mesmo disse, a 033 é uma das mais demandadas).Então, que sentido há forçar o pessoal a ir por um caminho totalmente diferente (apesar de serem paralelas, a Eliseu não é tão perto assim da Francisco)

      Correto mesmo, seria a EMTU parar de ser tão capitalista e exigir compra de carros articulados por exemplo. Antes que os colegas digam que não dá, a Cidade Dutra, Viasul, Campo Belo e Mobibrasil são um exemplo de que dá sim para colocar tais carros em trajetos difíceis!

    • E vc verá esse aumento de carros na rua tmb graças a ideia genial do haddad e do seu “competentíssimo” secretário em forçar a todo custo as baldeações por aqui…Hj mesmo tive que esperar a passagem de 8 ônibus até conseguir entrar em um, ja testando essa ideia de baldeações…

  6. Repensando, trocar a Eliseu pela Francisco Morato não resolve o tempo do deslocamento a Metrô Butantã, de fato. Mesmo se fizessem pista exclusiva de concreto, os cruzamentos e a região próxima ao fim da Raposo comprometem.

    Quanto aos EMTU, usuários conscientes deveriam pressionar e exigir que ela faça o SEU papel direito e isto não inclui ocupar espaços de responsabilidade clara da SPTRANS. Neste jogo de empurra que reina há tantos anos, a maioria dos usuários sai prejudicado porque as vias simplesmente travam. O retrato do que acontece na Teodoro Sampaio diz tudo.

  7. A informação não esta correta, até onde eu sei a linha 190 não sofrera alteração. São 12 linhas, substiui-se a 190 pela 510.

  8. Ate que enfim corrigiram a transposição da Ponte sobre o Pinheiros.
    Era um absurdo os coletivos da EMTU vindos do corredor francisco Morato sairem do mesmo sobre a Ponte Euzebio Matoso em direção a marginal. Com o transito parado não conseguiam sair do corredor e aí parava tudo.
    Escrevi para a Sptrans e eles me responderam que deveria reclamar com a EMTU pois ela quem criou o itinerário. Aí peguntei de quem era o gerenciamento do corredor e não tive mais resposta.
    Agora estão voltando o itinerário anterior, que é o mais correto, cruzando pela ponte Bernardo Goldfarb e rua Butanta.
    Também trafegarem pela Av. Elizeu de Almeida é mais correto, pois, alivia o corredor melhor estruturado fisicamente para o transporte pela Sptrans, possiblitando maior velocidade operacional.
    Parabens, antes tarde do que nunca.

    • A idéia das linhas cruzarem a Francisco para pegar a marginal era fazer o pessoal utilizar o metrô (os ônibus passavam em frente a estação Pinheiros). Mas concordo que a medida não foi favorável

  9. com essa mudanca a ida e volta da linha 191 vai ser pela eliseu de almeida.
    E o motivo dessa mudanca vai ser por quanto tempo.
    E porque essa mudanca.

  10. Utilizo o ônibus linha 033 Embu das artes . foi so o primeiro dia, e foi um caos com essa nova mudança para Eliseu de Almeida.
    Os ônibus não andavam simplesmente travou com uma rua sobrecarregada de ônibus,lotações e aqueles semáforos próximos ao metro.
    Foi revoltante a maioria das pessoas, inclusive eu, tivemos que descer e ir a pé.
    quer desafogar o transito ? desse jeito ? tirando o transito de um lugar e colocando em outro ?
    que solução ein …estão de parabéns. talvez haja um entendimento porque essas decisões são tomadas por partes de pessoas de NÃO necessitam do transporte publico…
    se comparamos o meu e acredito que de muitos que estavam ali inclusive do próprio motorista que ficou falando que horário que estava preso é um horário que pela francisco Morato ja estaria no terminal clinicas, com certeza so piorou..um transito totalmente pesado!!!
    Não esqueçam .. que alem dos ônibus que colocaram agora ja existiam antes lotações e outros ônibus..no corredor da Francisco nem lotação tinha.
    È isso ae galera continuem com essas soluções que a cidade de Sao Paulo vai desenvolver mais desenvolver muito mal.
    como a maioria das pessoas no pais adoram criticar e não dão sugestões para solucionar ..pois bem eu que deixar expressa minha “solução” que não é inventa ..mas acredito que deixar como estava é bem melhor no que essa mudança e sei que falar isso não adianta em nada pois somos dependentes de “ordem superiores”..
    achem uma solução ..mas uma solução cabível
    que facilitem o dia dia do trabalhador

  11. Vocês estão de brincadeira né? Acreditar que isso é para desafogar a Francisco Morato. Se quisessem realmente desafogar a Francisco terminariam logo o terminal na vila Sônia que até então já prorrogaram por mais tempo e não se sabe nem quando ficará pronto.
    Agora pior ainda são as pessoas que ficaram sem alternativa, principalmente aquelas que moram nas mediações da estrada São Francisco. Não existe com essa mudança nenhuma linha que atenda a Francisco, ou seja, ou o cidadão paga 2 passagens ou se arrisca a andar muito para chegar na Francisco, principalmente aqueles que trabalham próximo ao sacolão da vila Sônia, qual o ponto da Eliseu que atende aquela parte? R. Imigrante Japonês, que fecharam para as obras do metrô.
    Isso ninguém pensou. Hj deixei meu carro em casa e segui de ônibus para o metrô Butantã, resumo, desci no último ponto da Eliseu e terminei a pé o trajeto que já durava 1 hora e meia, detalhe às 9:30 da manhã.
    E ainda dizem que é para desafogar o trânsito na Francisco!

  12. Qualquer solução passa por levar A SÉRIO as estações da L4 Amarela.
    Desde Taboão da Serra: sob pena de entupir de vez o centro do Taboão e a saída para a Régis Bittencourt.
    O tempo passa e esta realidade se impõe cada vez mais.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: